Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Vicente Luque vence Mike Perry por decisão dividida em Montevidéu

Vicente Luque vence Mike Perry por decisão dividida em Montevidéu

13 Agosto 2019por Stefano De Luca

Neste último final de semana, pela primeira vez na história, o UFC fez um evento no Uruguai. Na cidade de Montevidéu, na Antel Arena, a organização viu seu evento ser prestigiado por quase 10 mil pagantes. O UFC Montevidéu contou com nomes conhecidos do público fã de MMA, como Valentina Shevchenko, Mike Perry, Volkan Oezdemir e Rodolfo Vieira.

A melhor luta da noite acabou sendo o Co-Main Event, entre o americano Mike Perry e o brasileiro Vicente Luque. Os dois travaram uma verdadeira guerra em Montevidéu, em uma luta bastante franca e equilibrada. Luque e Perry travaram uma batalha de três rounds de muita trocação, em um duelo em pé. A luta foi bastante equilibrada e isso foi refletido na decisão dividida dos jurados, já que Vicente Luque acabou sendo o vencedor, com parciais de 29-28, 28-29 e 29-28.

Para superar Mike Perry, Vicente Luque teve que deixar de lado o seu instinto, que seria levar a luta para o chão. O brasileiro optou por aceitar a trocação em pé, aceitando a luta naquela que seria a especialidade do norte-americano. O americano foi melhor no primeiro round, encontrando a distância e castigando o brasileiro, que ainda estava se adaptando à luta. No segundo round, o brasileiro foi melhor. Se livrou de um clinch de Perry e partiu para cima do adversário.

Como cada lutador havia vencido um round, o terceiro e último assalto era decisivo em Montevidéu. O brasileiro optou por mudar um pouco a estratégia, castigando as pernas de Perry com chutes baixos. Luque ainda mostrou técnica ao acertar uma joelhada voadora em cheio no nariz do americano, que quebrou. Luque se aproveitou da situação para buscar a queda e tentar encaixar a guilhotina, mas Perry resistiu até o soar do gongo.

A ótima exibição no terceiro round acabou sendo decisiva para dois dos três jurados darem a vitória ao brasileiro, que comemorou demais.

- Essa luta vai para a minha avó. Agora ela está no céu, mas está olhando por mim. É a minha primeira vitória por decisão, contra um adversário muito duro. Eu acho que realmente venci a luta. Eu estou pronto para enfrentar qualquer um no peso meio-médio. Eu quero enfrentar o Stephen Thompson. Ele está livre e eu gostaria de fazer isso acontecer, quando ele quiser. É um bom nome e sinto que seria uma boa luta para mim. Ele é um dos melhores trocadores que tem e é um carateca. Fiz uma grande luta e mereço um top 10. – disse o brasileiro, logo após ser declarado o vencedor do combate.

A guerra entre Vicente Luque e Mike Perry acabou deixando os dois mais ricos. Isso porque o duelo entre o brasileiro e o americano, pelo Co-Main Event da noite em Montevidéu acabou sendo considerada a “Luta da Noite” pelo UFC, com os dois lutadores embolsando 50 mil dólares cada, de bônus. Já os prêmios de “Performance da Noite” foram dados a Volkan Oezdemir e Veronica Macedo. A dupla também embolsou 50 mil dólares.

Depois da luta, na entrevista coletiva, Vicente Luque ainda comentou um pouco mais sobre o duelo e sobre a sua vitória, falando inclusive sobre a guilhotina, uma vez que ele chegou muito perto de finalizar Mike Perry no terceiro round do combate.

- Eu quase encaixei a guilhotina. Estava uns 85% encaixada. Eu tentei pressionar, até porque era o último round. Depois que ele saiu, eu consegui ver o seu nariz e finalmente entendi que a joelhada tinha entrado. Eu vi que tinha acertado, mas não sabia que tinha sido bem no nariz. Eu me senti bem em todos os rounds, acho que encontrei a distância certa. A luta foi muito parelha, mas eu conectei os melhores golpes. Ele também me acertou, mas eu não fiquei em perigo. Coloquei mais pressão e acertei mais golpes. Fico feliz por ter conquistado a luta da noite mais uma vez. – completou o brasileiro.

Aos 27 anos de idade, Vicente Luque vive uma grande fase no UFC. Ele não sabe o que é perder na organização desde que foi superado por Leon Edwards, por pontos, em março de 2017. Desde então, vem de seis triunfos consecutivos. Esta foi a terceira vitória de Vicente Luque em 2019 e o brasileiro venceu pela 17ª vez em 24 lutas na carreira. Já o norte-americano Mike Perry, também de 27 anos e natural de Michigan, não vive o seu melhor momento no UFC. Perry perdeu quatro de suas últimas seis lutas. O americano sofreu a quinta derrota em 18 lutas como profissional de MMA.

VALENTINA VENCE LIZ POR PONTOS E MANTÉM O CINTURÃO DOS MOSCAS

Se o Co-Main Event da noite em Montevidéu foi parelho e empolgante, a luta principal deixou muito a desejar. Pelo cinturão dos moscas da divisão feminina do UFC, a campeã Valentina Shevchenko enfrentou a desafiante Liz Carmouche. A luta deixou bastante a desejar, com a campeã vencendo com facilidade, em duelo de poucas emoções. Valentina venceu por pontos, na decisão unânime dos jurados, com um triplo 50-45.

O duelo acabou sendo muito ruim e irritou o público uruguaio, que vaiou bastante as duas lutadoras durante e após o combate. Na entrevista pós-luta, ainda no octógono, falou um pouco sobre o triunfo.

- Eu entendo que todos queiram um nocaute, eu também queria. Mas nem sempre é possível. Liz é muito forte. Eu quero enfrentar todas no octógono, não importa quem seja. Pode ser a Amanda Nunes ou qualquer outra, apenas venham me encontrar aqui. – disse Valentina Shevchenko, que defendeu o seu cinturão com sucesso em Montevidéu.

.

Foto de capa: Getty Images

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$200 (US$50)
2º lugar: R$100 (US$25)
3º lugar: R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$500 (US$125)
2º lugar: R$300 (US$75)
3º lugar: R$200 (US$50)
4º lugar: R$100 (US$25)
5º lugar: R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os bônus serão exclusivamente para a área de Sports.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.

13. Os Termos e Condições gerais do Betmotion.com se aplicam para este bônus.