Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Sem contratações bombásticas, janela da Premier League fecha

Sem contratações bombásticas, janela da Premier League fecha

12 Agosto 2019por Stefano De Luca

Fechou na noite desta quinta-feira, a janela da Premier League. Ao contrário da maioria dos países europeus, que permitirão contratações de suas equipes até o final de agosto, a Liga Inglesa decidiu – em conjunto com os clubes – que os times só poderiam contratar jogadores até a véspera do início da atual temporada, que se inicia neste sábado. Como de costume, a janela de contratações para a maior liga do mundo foi cercada de expectativas e promessas. No final das contas, porém, nenhuma equipe fez contratações bombásticas. Alguns times, casos de Arsenal e Tottenham, se reforçaram mais, enquanto Liverpool e Manchester City fizeram apenas contratações pontuais.

Como de costume, o tradicional “Deadline Day” nos presenteou com algumas grandes transferências e muitas novidades. Talvez a mais surpreendente de todas as novidades, tenha sido a mudança de David Luiz, que saiu do Chelsea rumo ao arquirrival Arsenal. Outra equipe londrina que se movimentou bem no mercado foi o Tottenham, que não conseguiu selar a contratação de Dybala, mas acertou com Lo Celso e Sessegnon no último dia da janela.

Vendo seu time estagnar atrás dos principais rivais desde a saída do genial Alex Ferguson, o torcedor do Manchester United estava empolgado com esta janela de transferências, pensando que este finalmente seria o ano que a diretoria faria uma limpa no elenco e contrataria novos astros. Mas não foi dessa vez. O United até fez algumas contratações pontuais, consertando um pouco a sua linha defensiva, mas não reforçou o seu frágil ataque e ainda perdeu Romelu Lukaku, que foi vendido à Inter de Milão.

Atual campeão da Liga dos Campões e vice da Liga Inglesa, o Liverpool foi discretíssimo neste mercado, contratando apenas alguns reservas e alguns jovens jogadores, visando o futuro. Já o Manchester City, atual campeão, fez uma troca de laterais com a Juventus e ainda contratou o promissor espanhol Rodri, já pensando em um possível substituto para Fernandinhpo.

Talvez quem mais tenha se movimentado na janela tenha sido o Arsenal. Precisando voltar a competir por títulos, os Gunners reforçaram bastante a equipe, contratando o cobiçado atacante Pepe, reforçando a sua zaga com David Luiz e contratando ainda algumas peças para o meio de campo da equipe, na tentativa de rejuvenescer o time comandado por Unai Emery.

MANCHESTER CITY

Atual campeão inglês, o Manchester City busca repetir o feito e sonha também em voos mais altos na Liga dos Campeões, principal objetivo e grande obsessão da equipe comandada pelo vitorioso técnico Pep Guardiola. Pode parecer que não, mas o City abriu os cofres novamente nesta janela de transferências, desembolsando mais de 160 milhões de euros, na contratação de cinco novos jogadores. Guardiola reforçou, principalmente, as suas laterais. Angelino, ex-PSV e Pedro Porro, que estava no Girona, chegam para serem reservas das laterais esquerda e direita, respectivamente.

Além disso, o City entrou em um acordo com a Juventus, cedendo Danilo e mais 30 milhões de euros para contar com o português João Cancelo, que chega para disputar a posição com Kyle Walker. O City observou ainda o mercado da Major League Soccer e fechou com o goleiro Zack Steffen, que defendia o Columbus Crew. A principal contratação dos Citizens para a nova temporada foi a chegada de Rodri, que foi contratado por 70 milhões de euros junto ao Atlético de Madrid e deve disputar posição com Fernandinho.

Sem contratações bombásticas, janela da Premier League fecha

LIVERPOOL

Atual campeão da Liga dos Campeões e ainda em busca do título Inglês, que não vem há mais de 25 temporadas, o Liverpool foi bem conservador nesta janela de transferências, optando por manter a base da equipe e sem fazer grandes contratações. Os Reds, aliás, contrataram apenas o garoto Sepp Van Den Berg, zagueiro de 17 anos e que deve à princípio integrar as categorias de base da equipe e fechou também com o goleiro Adrián, que estava no West Ham e chega para ser o reserva de Alisson, já que Mignolet foi vendido ao Club Brugge.

Sem contratações bombásticas, janela da Premier League fecha

Sepp van den Berg, holandês de 17 anos que atuava na equipa principal do PEC Zwolle. (Divulgação: Liverpool)

CHELSEA

Punido pela FIFA e proibido de contratar jogadores durante uma temporada, o Chelsea não pôde se reforçar muito. Apesar disso, os Blues conseguiram “dobrar as regras” para anunciar duas novas contratações, que foram feitas antes da suspensão imposta pela FIFA, mas que só se concretizaram durante esta janela. O Chelsea contratou em definitivo o volante Kovacic, que estava cedido por empréstimo pelo Real Madrid e custou 45 milhões. Além dele, os Blues apostam no norte-americano Pulisic, para ser o substituto de Hazard, que deixou o clube rumo ao Real Madrid.

Sem contratações bombásticas, janela da Premier League fecha

TOTTENHAM

Poucos clubes ingleses se movimentaram tão bem durante a janela de transferências quanto o Tottenham. Depois de bater na trave tanto na Liga dos Campeões quanto na Liga Inglesa, a equipe comandada por Mauricio Pochettino sonha em, enfim, conquistar um título. Para isso, os Spurs abriram o cofre e desembolsaram mais de 100 milhões de euros em novas peças. Foram quatro contratações. O jovem Jack Clarke foi comprado junto ao Leeds United, enquanto o talentoso meio-campista Ryan Sessegnon veio do Fulham. O talentoso meia Lo Celso foi adquirido junto ao Real Betis, enquanto o volante Ndombélé custou 60 milhões e estava o Lyon.

Sem contratações bombásticas, janela da Premier League fecha

ARSENAL

Nenhuma equipe inglesa contratou tão bem nesta janela quanto o Arsenal. Precisando se reinventar após muitas temporadas sem atingir os seus objetivos, os Gunners abriram os cofres e gastaram 150 milhões para reforçar a equipe comandada por Unai Emery. A principal contratação foi Nicolas Pepe, atacante que estava no Lille e foi contratado por 80 milhões de euros, se tornando assim no reforço mais caro da história do clube. Para a zaga, o Arsenal apostou na experiência de David Luiz e na juventude de William Saliba. A lateral-esquerda ganhou o reforço de Kieran Tierney, que foi adquirido por 27 milhões de euros, junto ao Celtic. Sem espaço no Real Madrid, o meia Dani Ceballos assinou por empréstimo, enquanto o atacante brasileiro Gabriel Martinelli foi contratado após se destacar no Campeonato Paulista, atuando pelo Ituano.

Sem contratações bombásticas, janela da Premier League fecha

Nicolas Pepe saiu do Lille para o Arsenal. (Divulgação: AFP)

MANCHESTER UNITED

Atrás dos cinco principais rivais na tabela do ano passado, o Manchester United busca fazer uma temporada mais sólida desta vez. Os Red Devils tiveram uma janela bem discreta, mas conseguiram fechar com dois reforços pontuais que podem solucionar a vazada linha defensiva da equipe. O Manchester United desembolsou obscenos 87 milhões de euros para fechar com o zagueiro Harry Maguire, que estava no Leicester City. Mais 55 milhões foram gastos para a chegada de Aaron Wan-Bissaka, jovem lateral-direito do Crystal Palace. O United apostou ainda no jovem atacante Daniel James, que estava no Swansea e chegou por 17 milhões. Apesar destes reforços, o Manchester United acabou perdendo Ander Herrera, que se juntou ao PSG e vendeu Romelu Lukaku para a Inter de Milão, por 65 milhões de euros.

Sem contratações bombásticas, janela da Premier League fecha

.

Foto de capa: Os atuais campeões da Premier League, Chelsea (Foto:AFP)

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$200 (US$50)
2º lugar: R$100 (US$25)
3º lugar: R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$500 (US$125)
2º lugar: R$300 (US$75)
3º lugar: R$200 (US$50)
4º lugar: R$100 (US$25)
5º lugar: R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os bônus serão exclusivamente para a área de Sports.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.

13. Os Termos e Condições gerais do Betmotion.com se aplicam para este bônus.