Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Roberto Carlos e Marcelo, dois últimos grandes laterais esquerdos da seleção brasileira

Roberto Carlos e Marcelo, dois últimos grandes laterais esquerdos da seleção brasileira

11 Dezembro 2018por Fernando Verchai

Existem atletas que passam e marcam uma geração no futebol. No caso dos dois excepcionais laterais Roberto Carlos e Marcelo, marcaram duas gerações super vencedoras pelo Real Madrid e conquistaram títulos também com a seleção brasileira. Mesmo com Marcelo ainda em atividade e podendo fazer mais história no futebol, os dois já estão marcados como um dos melhores dos anos 2000 para cá – apesar de Roberto Carlos ter já começado nos anos 90 e conquistado vários títulos neste período (como duas Ligas dos Campeões no século passado, por exemplo).

Roberto Carlos: velocidade, força física e potência no chute

O lateral esquerdo Roberto Carlos ficou reconhecido na história do futebol mundial, tanto pelo que começou a fazer no Palmeiras, como também pelo que fez nos 11 anos de Real Madrid e o tanto que jogou e ganhou com a seleção brasileira. O jogador começou no União São João, depois foi para o Atlético Mineiro e então se transferiu para o Palmeiras, onde começou a se destacar e chamar a atenção de equipes da Europa. Em uma transação milionária, em 1995 foi transferido para a Inter de Milão. Na Europa, chegou com uma certa “moral” e já era conhecido como um lateral esquerdo rápido na qual tinha uma forte potência em seu chute. No entanto, pelo time italiano o técnico Roy Hodgson quis colocar Roberto Carlos como ponta esquerda ao invés de lateral, e isso prejudicou a performance do atleta e fez com que o jogador brasileiro não desse tanto resultado assim. Roberto Carlos percebeu que a Copa América estava chegando e teve que tomar uma atitude, saindo da Inter de Milão e se transferindo para o poderoso Real Madrid. 


Roberto Carlos foi parte da chamada "Era galáctica" do Real Madrid. (Foto: Getty Images)

De fato, a história provou que ele fez a melhor escolha da sua vida. Vale destacar que pelo clube espanhol Roberto Carlos foi simplesmente três vezes campeão da Liga dos Campeões da Europa (em 98, 2000 e 2002), além de fazer parte dos chamados “galáticos”, em um Real Madrid que contava com grandes craques como Zidane, Figo, Beckham e Ronaldo Fenômeno. Roberto Carlos também se destacou com a camisa da seleção brasileira, participando de três Copas do Mundo. O jogador foi considerado por muitos ao lado de Nilton Santos o maior lateral esquerdo que já passou na história do Brasil, e isso não é pouca coisa. Vale destacar que aos 29 anos, na Copa do Mundo da Coreia e Japão de 2002, foi junto com a seleção brasileira treinada por Luis Felipe Scolari campeão daquela Copa que deu o penta ao Brasil. Roberto Carlos jogou muito bem durante a Copa do Mundo e foi peça chave para aquela grande seleção. Vale destacar que ainda jogou a Copa do Mundo de 2006, e não conseguiu repetir uma boa atuação como na de 2002, e muitos jornalistas e torcedores apontaram o lateral esquerdo como o culpado do gol sofrido pelo Brasil contra a França que custou a eliminação (Henry apareceu livre no segundo poste para concluir enquanto Roberto Carlos bobeou na marcação). Pelo time merengue, Roberto Carlos fez ainda história também sendo campeão do Campeonato Espanhol, além de fazer gols históricos com a camisa branca do seu time, como na temporada de 98 contra o Tenerife onde não tinha nem ângulo e fez um golaço. Pelo Brasil contra a França em 1997 Roberto Carlos também fez um lindo gol de falta, onde praticamente desafiou as leis da física em um chute com muita curva sem chances para Barthez. Depois do Real Madrid, ainda teve uma passagem pelo Brasil, jogando no Corinthians.

Marcelo: um jogador habilidoso e a renovação depois de Roberto Carlos

Depois que Roberto Carlos se aposentou da seleção brasileira, a dúvida era: quem seria seu substituto na lateral esquerda? Mais ainda, o jogador teria a capacidade de honrar o número 6 do Brasil como Roberto Carlos honrou? A resposta para todas essas perguntas foi sim. Marcelo surgiu no Fluminense e logo cedo (ainda muito jovem) se transferiu para o Real Madrid, pois o time espanhol já via um grande potencial e habilidade no atleta. E isso foi se provando aos poucos, e Marcelo começou a jogar na lateral esquerda do clube merengue. O que espantou no jogador desde o começo foi sua habilidade rara – muita gente dizia que ele poderia ser um meio campista com tranquilidade. Marcelo foi arranjando seu espaço, tanto no Real Madrid e seleção brasileira, e se tornou peça chave tanto jogando pelo Brasil como também no time merengue. 

Marcelo é uma das figuras mais importantes do atual sucesso do Real Madrid a nível mundial.

Para se ter ideia, o lateral esquerdo superou Roberto Carlos em títulos de Liga dos Campeões e venceu quatro “orelhudas”, nos anos de 2014, e depois três vezes consecutivas – de 2016 a 2018 (vale dizer que na final de 2014 em Lisboa marcou o terceiro gol do Real contra o seu rival Atlético de Madrid). Pela seleção brasileira, conseguiu ser campeão da Copa das Confederações em 2013 e por enquanto ainda não conquistou uma Copa do Mundo (participou de duas, em 2014 no Brasil a seleção perdeu para a Alemanha no fatídico 7 a 1 nas semis e na última Copa da Rússia o Brasil foi eliminado para a Bélgica nas quartas de finais). Marcelo tem muito prestígio entre os torcedores brasileiros e do Real Madrid, e por muitos foi considerado maior até do que Roberto Carlos na história do clube espanhol. A habilidade do lateral esquerdo é tremenda, e isso faz com que a cada jogo mostre um drible e participe principalmente no setor ofensivo atacando pela esquerda e causando estrago na defesa adversária. Vale destacar que Marcelo ainda joga pelo Real Madrid e é convocado sempre por Tite para a seleção brasileira, e também fazia ótima dupla pelo lado esquerdo do Real com Cristiano Ronaldo. De fato, o Brasil precisa agradecer aos deuses do futebol por ter na história dois grandes laterais esquerdos nos últimos tempos como Roberto Carlos e Marcelo. Surgirá alguém para substituir à altura no futuro? O tempo dirá.

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
2º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
3º lugar: Vale-compra de R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$500 (US$125)
2º lugar: Vale-compra de R$300 (US$75)
3º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
4º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
5º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os vales-compras serão exclusivamente para as lojas designadas.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.