Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

River perde pênalti no último minuto e fica no 0 a 0 com o Cruzeiro

River perde pênalti no último minuto e fica no 0 a 0 com o Cruzeiro

24 Julho 2019por Stefano De Luca

O Cruzeiro segurou uma enorme pressão do River Plate no Monumental de Nuñez para voltar para o Brasil com um empate na bagagem. Jogando em casa, em Buenos Aires, o River massacrou o Cruzeiro durante a maior parte do tempo, mas não conseguiu tirar o zero do placar. Absolutamente acuado no primeiro tempo, a Raposa até tentou se expor mais na segunda etapa, mas não esteve perto de marcar. O empate sem gols é lucro para o Cruzeiro, ainda mais porque o River Plate viu Matias Suárez isolar uma cobrança no pênalti, assinalada pelo VAR, literalmente no último lance do jogo.

Buscando recuperar a confiança da equipe, após uma suada classificação diante do rival Atlético-MG, rumo às semifinais da Copa do Brasil, apesar do mau momento vivido no Campeonato Brasileiro, Mano Menezes escalou um Cruzeiro um pouco mais conservador para enfrentar o River Plate no temido Monumental de Nuñez, em Buenos Aires. Mano armou a equipe em um 4-2-3-1, com dois volantes, Robinho, Thiago Neves e Marquinhos Gabriel na linha de três e Pedro Rocha mais avançado, jogando como uma espécie de falso nove.

Já Marcelo Gallardo foi mais arrojado. Jogando em casa e com a intenção de pressionar o Cruzeiro a todo o tempo, o treinador escalou o River em um 4-4-2, com um ataque mais leve e móvel, formado por Matias Suárez e Julian Álvarez. Recém-recuperado de lesão e há dois meses sem entrar em campo, o artilheiro Lucas Pratto começou a partida no banco de reservas.

O primeiro tempo foi de um total e completo domínio dos Millonarios. Superior durante toda a primeira etapa, o River Plate mostrou uma intensidade impressionante e não deixava o Cruzeiro sequer passar do meio de campo. Nem mesmo o contra-ataque estava funcionando para a Raposa, apesar da velocidade de Pedro Rocha e Marquinhos Gabriel. A mapa da mina para o River era o lado esquerdo da defesa do Cruzeiro, com Egídio bastante exposto e sofrendo com os constantes avanços por ali. Apesar de todo o domínio, da maior posse de bola e das inúmeras bolas alçadas na área, o River não chegou a obrigar Fábio a fazer nenhuma grande defesa. Os atacantes do time da casa pecaram muito na hora da finalização ou até do último passe.

O Cruzeiro melhorou um pouco no segundo tempo. Pedro Rocha passou a jogar mais aberto pelo lado esquerdo e foi o grande responsável por puxar os contra-ataques e dar uma nova vida ao ataque do clube mineiro. Mano percebeu a sua equipe muito mal em campo e voltou do intervalo já com Ariel Cabral no lugar do apagado Robinho. Na medida que o segundo tempo foi passando, o treinador cruzeirense ainda apostou em Jadson e David. Mais preciso nos contra-ataques, o Cruzeiro chegou a marcar com Marquinhos Gabriel, mas o gol foi anulado após o VAR assinalar um ligeiro impedimento do meia. Mesmo com a melhora cruzeirense, o River continuava melhor em campo. Lucas Pratto, que entrou na segunda etapa, quase marcou em boa cabeçada.

Apesar de toda a superioridade da equipe argentina, o jogo parecia destinado em terminar em 0 a 0. Já aos 51 minutos, no último dos seis minutos de acréscimo assinalados pelo árbitro, o lance capital do jogo. Após cobrança de escanteio, Henrique puxou a camisa de Lucas Pratto, cometendo um pênalti infantil. O lance, a princípio, passou batido, mas o VAR entrou em ação e recomendou que o juiz fosse rever o lance. O árbitro reviu o lance e optou por dar o pênalti para o River Plate. Quem chamou a responsabilidade da cobrança foi Matias Suárez, mas o atacante pegou muito mal na bola, praticamente cobrou um tiro de meta e isolou por cima, muito longe da meta defendida por Fábio. Assim que a bola foi para fora, o juiz assinalou o final do jogo e os jogadores do Cruzeiro comemoraram muito o sofrido empate conquistado em Buenos Aires.

Protagonista mais uma vez, o VAR foi utilizado duas vezes no Monumental de Nuñez. Em ambas as ações, o árbitro de vídeo acabou acertando. Primeiro, logo no comecinho do segundo tempo, Marquinhos Gabriel recebeu belo passe em profundidade e cara a cara com Armani, finalizou com categoria, no canto oposto do goleiro, para marcar. Logo após a bola entrar, o bandeirinha levantou a bandeira e o árbitro recorreu ao VAR para tirar qualquer dúvida sobre o lance. O VAR confirmou que o meia cruzeirense estava impedido e o gol foi anulado. O lance era difícil, mas Marquinhos estava com o tronco ligeiramente adiantado, configurando impedimento.

Se no primeiro minuto, o VAR foi utilizado, no último o recurso também entrou em ação. Já aos 51 minutos do segundo tempo, Henrique puxou a camisa de Lucas Pratto dentro da área. O árbitro não viu a infração no momento, mas o VAR viu. Depois de ser recomendado a rever o lance pelo árbitro de vídeo, o juiz do jogo decidiu dar o pênalti, acertadamente, pois realmente houve um puxão do volante cruzeirense, impedindo que Pratto disputasse o lance.

Com o empate sem gols no Monumental de Nuñez, o Cruzeiro agora precisa vencer, por qualquer placar, no Estádio do Mineirão, se quiser avançar às quartas de final da Copa Libertadores. Um novo empate por 0 a 0 leva a decisão para os pênaltis, enquanto qualquer outra igualdade classifica o River Plate, por conta da regra do gol qualificado fora de casa. O jogo de volta entre Cruzeiro e River Plate está marcado para a próxima terça-feira, às 19h15, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Quem passar, encara nas quartas de final o ganhador do confronto entre Cerro Porteño e San Lorenzo.

.

Foto de capa: Bruno Haddad/Cruzeiro

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$200 (US$50)
2º lugar: R$100 (US$25)
3º lugar: R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$500 (US$125)
2º lugar: R$300 (US$75)
3º lugar: R$200 (US$50)
4º lugar: R$100 (US$25)
5º lugar: R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os bônus serão exclusivamente para a área de Sports.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.

13. Os Termos e Condições gerais do Betmotion.com se aplicam para este bônus.