Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

River elimina Grêmio em plena Arena e vai à final da Libertadores

River elimina Grêmio em plena Arena e vai à final da Libertadores

08 Novembro 2018por Fernando Verchai

Existem coisas que só acontecem no futebol. Como dois gols em 10 minutos que eliminam sua equipe da competição mais importante do continente, por exemplo. E foi isso que aconteceu com o Grêmio, do último dia 30, em sua Arena no Rio Grande do Sul, jogando ao lado do seu torcedor pela Copa Libertadores da América.

River elimina Grêmio em plena Arena e vai à final da Libertadores

O sonho gremista acabou

O Grêmio tinha vencido o River Plate jogando na Argentina pelo jogo de ida das semifinais da Copa Libertadores da América, e precisava de apenas um empate em casa para ir à grande decisão da competição (seria sua segunda final seguida). Porém o River Plate estragou o sonho gremista fazendo dois gols no final do jogo, com Borré de cabeça (lance muito contestado depois por Renato Gaúcho para atuação do VAR), e num pênalti assinalado pelo mesmo VAR para consulta do árbitro numa bola na mão de Bressan, zagueiro gremista que atuou apenas por 18 minutos e foi expulso no lance da penalidade máxima.

A verdade é que o River Plate começou o jogo como era o esperado: pressionando o Grêmio para reverter o placar sofrido no Monumental de Nunes. O tricolor gaúcho soube suportar a pressão do River nos primeiros minutos, mas vale destacar que o time argentino teve boas chances, e Marcelo Grohe teve que fazer boas defesas. Num chute de Borré no primeiro tempo a bola passou triscando a trave do goleiro gremista.

O River Plate pressionava e não conseguia fazer o gol, e o Grêmio soube aproveitar disso no primeiro tempo da partida. Em um tiro de canto mal cobrado por Alisson, a bola sobrou para o lateral Leonardo, que de fora da área arriscou o chute e a bola desviou ainda na zaga do River, tirando Armani da jogada e fazendo a Arena do Grêmio explodir de alegria. O Grêmio fazia um importantíssimo 1X0 em casa e abria a vantagem para dois gols do River Plate.

Renato Gaúcho estava feliz no banco e a missão para o intervalo era fazer o time continuar equilibrado na defesa para não sofrer gols na segunda etapa. E o técnico Gallardo também tinha uma missão no intervalo, fazer com que sua equipe voltasse com uma postura ainda mais ofensiva para marcar os gols que precisava para ir à final da Libertadores. Mas com um detalhe: o técnico do time argentino estava suspenso pela CONMEBOL e não podia usar comunicação nem entrar no vestiário para falar com seus jogadores.

River elimina Grêmio em plena Arena e vai à final da Libertadores

O técnico mesmo assim estava com um rádio em seu camarote no estádio, e foi flagrado pelas câmeras da Arena do Grêmio indo em direção ao vestiário do clube argentino no momento do intervalo da partida. Mesmo nessa situação, o segundo tempo começou com o Grêmio tendo vantagem e procurando administrar a partida para ir à sua segunda final em dois anos e para que tentasse o bicampeonato da Copa Libertadores da América.

O River começou o segundo tempo “amassando” o Grêmio no seu campo de defesa para tentar fazer os gols necessários para passar de fase (tanto é que a equipe argentina terminou com 18 finalizações na partida, contra 11 da equipe de Renato Gaúcho). O Grêmio conseguiu levar a partida e ir vencendo até os 37 minutos do segundo tempo. Foi quando saiu uma falta na intermediária, e Pity Martinez, colocou a bola na cabeça (ou por reclamações de alguns gremistas, na mão) de Borré, que concluiu para empatar o jogo para o River Plate.

A partir dali o duelo se tornava delicado para o Grêmio, pois se o River fizesse mais um gol levava a classificação para Buenos Aires. E foi isso que aconteceu. Num lance dentro da área em que Scocco recebeu a bola, dominou e chutou, a bola bateu na mão de Bressan e foi por cima do gol de Marcelo Brohe. O árbitro de primeira marcou escanteio, mas o VAR o chamou para a área de revisão, e, após revisar o lance, o árbitro uruguaio Andrés Cunha marcou pênalti para o River, deu o segundo cartão amarelo e expulsou o zagueiro Bressan, que saiu desolado de campo.

River elimina Grêmio em plena Arena e vai à final da Libertadores

Pity Martinez sobrou o pênalti sem chances para o goleiro Marcelo Grohe e fez o que parecia impossível na Arena do Grêmio: o River Plate simplesmente virou o jogo nos momentos finais da partida e eliminou a equipe brasileira. Vale destacar que Renato Gaúcho reclamou muito do VAR (Video Assistant Referee, em inglês), por não chamar o árbitro para verificar a mão de Borré no primeiro gol do River. O atleta do River até se pronunciou em suas redes sociais e chegou a comparar com a “Mão de Deus’’ de Maradona na Copa do Mundo de 1986. O Presidente do Grêmio entrou com uma ação na CONMEBOL para que o River seja penalizado pelo técnico Gallardo ter se comunicado com sua equipe sem a devida autorização. O resultado do julgamento sai no sábado.

Outra triste derrota dos gremistas para argentinos: a final da Libertadores de 2007

O Grêmio há 11 anos também teve uma derrota que marcou seu torcedor na Libertadores da América. O time que contava com jogadores como Tcheco, Diego Souza, Carlos Eduardo e Jonas, perdeu os dois jogos das finais da Copa Libertadores daquele ano para outro rival da argentina: o Boca Juniors. Juan Roman Riquelme foi o nome daquela final que fez o Boca ser mais uma vez campeão. O meia argentino marcou um gol de falta em La Bombonera na vitória de 3X0 da equipe de Buenos Aires, além de marcar os dois gols decisivos no Estádio Olímpico em Porto Alegre (o Grêmio ainda mandava seus jogos lá, pois em 2007 ainda não tinha sua Arena própria).

River elimina Grêmio em plena Arena e vai à final da Libertadores

Vale destacar então que a equipe gaúcha contra a outra equipe mais importante da Argentina (além do River) também teve um tropeço doloroso que foi difícil para seu torcedor. Agora o momento é do Grêmio se concentrar no Campeonato Brasileiro para continuar no G-6 e se classificar para a Libertadores de 2019.

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
2º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
3º lugar: Vale-compra de R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$500 (US$125)
2º lugar: Vale-compra de R$300 (US$75)
3º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
4º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
5º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os vales-compras serão exclusivamente para as lojas designadas.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.