Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Poirier bate Holloway e conquista o cinturão interino dos leves do UFC

Poirier bate Holloway e conquista o cinturão interino dos leves do UFC

16 Abril 2019por Stefano de Luca

Dustin Poirier fez história em Atlanta. Aos 30 anos de idade, o norte-americano surpreendeu o compatriota Max Holloway, no Main Event do UFC 236, venceu na decisão unânime dos jurados e conquistou o cinturão interino dos pesos-leves da organização. Sete anos depois do primeiro encontro entre os dois, Poirier se mais uma vez derrotou o havaiano, vencendo com um triplo 49 a 46 no State Farm Arena, em Atlanta, na Geórgia. Na primeira vez que se enfrentaram, ainda em 2012, pelo UFC 143, Poirier havia vencido com uma finalização ainda no primeiro round.

Apesar da vitória e da clara superioridade de Dustin Poirier, Max Holloway mostrou muito coração para suportar os golpes durante os cinco rounds, chegando até a equilibrar a luta em alguns momentos. Holloway encerrou o combate com o rosto encharcado em sangue, mas continuava firme e forte na luta e não se rendeu em momento algum.

O triunfo coloca Dustin Poirier no topo do mundo no UFC pela primeira vez na carreira. O novo campeão interino dos pesos-leves vem agora de quatro triunfos consecutivos, incluindo vitórias contra Eddie Alvarez, Justin Gaethje e Anthony Pettis, se consolidando de vez como um dos maiores nomes da categoria no momento.

Vale lembrar que, enquanto Dustin Poirier é o campeão interino da categoria, o cinturão linear segue pertencendo a Khabib Nurmagomedov. O russo chocou o mundo ao dominar Conor McGregor e derrotar o irlandês, mas se envolveu em uma grande confusão ao final da luta e atualmente cumpre uma longa suspensão no UFC, podendo voltar a lutar apenas em novembro.

- É incrível. Parece um sonho. Essa vitória foi conquistada golpe a golpe contra um dos melhores lutadores do mundo. No terceiro round, quando ele me acertou alguns golpes muito duros eu senti que estava machucado, mas deixei isso de lado e fui para cima dele com tudo. Agora eu sou o campeão mundial. E meu objetivo é unificar esse cinturão contra o Khabib Nurmagomedov. Espero uma guerra, porque é isso que vai ser. Para quem achou que eu era o azarão hoje, eu trabalhei a vida toda para ser campeão do UFC. – disse um extasiado Dustin Poirier, após derrotar Max Holloway em Atlanta.

Apesar da derrota, Max Holloway demonstrou muita humildade ao abraçar Dustin Poirier após o final da luta e tratou de exaltar o feito do rival, que tirou a chance de Max se tornar campeão simultâneo em duas categorias, já que o havaiano é também o atual campeão dos penas.

- Eu não vou tirar o mérito do Dustin. Ele trabalhou muito para ser o campeão mundial e conseguiu. Parabens, irmão. É isso aí. Ou você venceu, ou você aprende. Eu vou voltar e vou voltar mais forte. Eu ainda sou o campeão dos penas. Se quiserem que eu lute pelo cinturão dos meio-pesados, eu desafio o meu amigo Daniel Cormier para me enfrentar. – disse um empolgado Max Holloway, ainda no octógono, em rápida conversa com Joe Rogan.

DUSTIN POIRIER FALA SOBRE A LUTA E SOBRE A POSSIBILIDADE DE ENFRENTAR KHABIB

Agora campeão interino dos pesos-leves do UFC, a tendência natural das coisas é que Dustin Poirier espere até o fim deste ano para unificar o cinturão diante do campeão linear, Khabib Nurmagomedov, que cumpre suspensão e já garantiu que não voltará a lutar antes do mês de novembro.

- Sinceramente, eu não tive tempo ainda de pensar muito nisso. Havia conversas de que quem vencesse essa luta enfrentaria o Khabib, pela unificação do cinturão, mas eu não cheguei a pensar tão longe assim. Vou começar a pensar mais nisso agora, vamos ver o que acontece. Mas eu tenho determinação e a quantidade certa de loucura. Tenho tudo o que preciso para ser um campeão. – garantiu Poirier, natural de Louisiana.

Agora com um cartel de 25 vitórias e cinco derrotas, Dustin Poirier engatou o seu quarto triunfo consecutivo e não sabe o que é perder há dois anos e meio, desde que foi superado por Michael Johnson, em setembro de 2016, no Texas.

- Eu achei que o Max seria um pouco mais rápido com os seus jabs. Ele preparou os seus socos muito bem. Os seus socos foram mais lentos, mas ele escondeu muito bem o seu soco direto por trás dos jabs. Ele me machucou bastante com alguns golpes. Foi duro. Ele estava sangrando e eu também, nós dois nos machucamos, foi uma luta de alto nível. Isso não é um esporte, isso é sobrevivência. – garantiu o norte-americano, que conquistou a maior vitória de sua carreira.

Depois de ser surpreendido por Dustin Poirier, o havaiano Max Holloway usou suas redes sociais para dar os seus parabéns para o novo campeão interino da categoria dos leves.

- A vida tem altos e baixos. Às vezes precisamos descer para chegar à próxima escada. É o que é. Continuamos jogando. Continuamos lutando. Parabéns a Dustin e Jolie. Eles já deveriam ter esse cinturão, diamantes são para sempre. – parabenizou Holloway, derrotado no Main Event em Atlanta.

Apesar da derrota em sua tentativa de conquistar o cinturão interino dos leves, Max Holloway segue sendo o campeão dos penas do UFC. Aos 27 anos de idade, o havaiano vinha de uma sequência avassaladora de 13 vitórias consecutivas, incluindo triunfos diante de nomes de peso da organização, como José Aldo, Brian Ortega, Anthony Pettis e Cub Swanson. O futuro de Holloway segue em aberto, mas a tendência agora é que ele volte a defender o cinturão dos penas.

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$200 (US$50)
2º lugar: R$100 (US$25)
3º lugar: R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$500 (US$125)
2º lugar: R$300 (US$75)
3º lugar: R$200 (US$50)
4º lugar: R$100 (US$25)
5º lugar: R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os bônus serão exclusivamente para a área de Sports.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.

13. Os Termos e Condições gerais do Betmotion.com se aplicam para este bônus.