Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Peru atropela o Chile e encara o Brasil na final da Copa América

Peru atropela o Chile e encara o Brasil na final da Copa América

04 Julho 2019por Stefano De Luca

O Peru será o adversário do Brasil na grande final da Copa América. Na noite desta quarta-feira, em Porto Alegre, os peruanos encararam o Chile, que era tratado como o amplo favorito para o duelo. Dentro de campo, porém, o que se viu foi um domínio muito grande do Peru, que foi letal, marcou três vezes e contou com defesas monumentais do goleiro Gallese para derrotar os chilenos por 3 a 0 e garantir vaga na finalíssima da competição continental, contra o Brasil.

A vitória peruana acaba sendo surpreendente, até pelo favoritismo colocado em torno do Chile, por torcida, imprensa e até casas de apostas. O atual bicampeão da Copa América vinha de uma vitória nos pênaltis diante da Colômbia, uma das favoritas para vencer a competição. Já o Peru, conseguiu passar da fase de grupos na bacia das almas, classificando-se como o terceiro colocado do Grupo A, sendo inclusive goleado por 5 a 0 pelo Brasil. Já nas quartas, o Peru não fez um bom jogo, mas conseguiu segurar a pressão do Uruguai, eliminou a Celeste e marcou o encontro com o Chile.

Diante dos chilenos, os peruanos tiveram – de longe – a sua melhor atuação nesta Copa América. Superior do início ao fim, o Peru colocou o Chile na roda em certos momentos do jogo e venceu merecidamente por 3 a 0, com três belos gols, marcados por Flores, Yotún e Guerrero. Apesar da dura derrota por três gols de diferença, o Chile teve as suas chances, chegou a colocar uma bola na trave e viu o goleiro Gallese fazer ao menos três grandes defesas, incluindo defender um pênalti de Vargas já no último minuto de jogo na Arena do Grêmio.

Muitos esperavam um jogo parecido com o que foi o duelo entre Uruguai e Peru, com o Chile tomando o protagonismo do jogo e o Peru limitando-se a se defender e contra-atacar. Na prática, não foi bem assim. O Peru foi superior no primeiro tempo e já começou a partida mostrando que estava afim de jogo. Logo aos dois minutos, Cueva perdeu grande chance, finalizando para fora, após bom passe de Guerrero. Já o Chile, viu Arturo Vidal ser muito bem marcado e não conseguiu fazer o elo entre o meio de campo e o ataque. Quando acionado, Aléxis Sánchez pecou pelo individualismo e pouco conseguiu criar.

Naturalmente, o Peru tomou o controle do jogo e passou a criar chances de perigo. O primeiro gol veio logo aos 20 minutos, com cruzamento de Cueva, desvio de Carrillo e finalização seca de Flores, que pegou bonito na bola para marcar. O Peru seguia muito melhor em campo e chegaria ao segundo gol após uma terrível falha do goleiro Arias. Após lançamento de Carrillo lá do campo de defesa, Arias abandonou o gol, foi até a linha lateral tentar alcançar a bola, mas acabou driblado. Após cruzamento da direita, Yotún dominou no peito, e sem goleiro, bateu forte, rasteiro, para ampliar o marcador para os peruanos. O Chile enfim deu sinal de vida, aos 44 do segundo tempo, quando Fuenzadila pegou uma sobra de bola na área de primeira e soltou a bomba, obrigando o goleiro Gallese a operar um milagre para evitar o gol.

Perdendo por 2 a 0, o Chile voltou um pouco mais agressivo para o segundo tempo. Logo aos cinco minutos, Aránguiz cobrou falta para a área, Sánchez desviou de cabeça e carimbou a trave direita do goleiro Gallese. Aos 15 minutos, em contra-ataque de almanaque, o Peru perdeu uma chance de ouro de matar o jogo. O contragolpe começou com Carrillo, passou por Guerrero, Cueva e caiu no pé de Yotún, que quase dentro da pequena área, pegou muito mal na bola e isolou por cima do gol de Arias.

O tempo passava e o Chile não achava o gol que colocaria fogo no jogo. Aos 20, Aránguiz experimentou de fora da área e assustou o goleiro Gallese. O arqueiro peruano ainda faria uma linda defesa, logo em sequência, após chute meio sem querer de Beausejour. Destinado a ser o melhor jogador em campo, Gallese faria outra intervenção surreal em chute forte, da entrada da área, de Eduardo Vargas. O atacante chileno, aliás, terá pesadelos com o goleiro, que defendeu mais uma finalização do camisa 11, desta vez cara a cara, após rápido contragolpe chileno.

A situação do Chile, que já era difícil, ficou impossível depois que Guerrero recebeu de Tapia, driblou o goleiro Arias e empurrou para o gol, anotando o terceiro gol do Peru, aos 45 minutos do segundo tempo. O tento foi histórico para Guerrero, que marcou o seu 13º gol em Copas Américas, se tornando o maior artilheiro ainda em atividade da competição continental. O gol do principal ídolo peruano serviu para fechar o caixão do Chile, mas os chilenos ainda poderiam voltar para casa com um gol de honra, já que no último minuto da partida, Abram derrubou Aránguiz dentro da área e o VAR assinalou pênalti. Vargas foi para a bola e tentou uma cavadinha, que foi defendida por Gallese, com uma mão. Displicência inacreditável do atacante chileno, que teve uma noite para esquecer na casa do Grêmio, sua ex-equipe.

No total, pouco mais de 32 mil torcedores presenciaram a épica vitória do Peru diante do Chile na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, para uma renda de mais de 8 milhões de reais. Fora da decisão após dois títulos consecutivos, o Chile agora joga diante da Argentina, no sábado, na Arena Corinthians, em São Paulo, pelo terceiro lugar na Copa América.

Já o Peru, está de volta a uma final de Copa América após 44 anos. Os peruanos vão em busca do terceiro título, mas para isso, terão que superar o Brasil, que joga em casa e joga para conquistar a taça continental pela nona vez em sua história. Vale lembrar que as duas equipes já se enfrentaram na fase de grupos desta Copa América, há menos de duas semanas, com o Brasil vencendo por 5 a 0 na Arena Corinthians. A revanche será justamente na final, que está marcada para a tarde deste domingo, no lendário Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Notícias relacionadas: 

.

Foto de capa: Peru celebra vitória sobre o Chile (REUTERS/Diego Vara)

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$200 (US$50)
2º lugar: R$100 (US$25)
3º lugar: R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$500 (US$125)
2º lugar: R$300 (US$75)
3º lugar: R$200 (US$50)
4º lugar: R$100 (US$25)
5º lugar: R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os bônus serão exclusivamente para a área de Sports.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.

13. Os Termos e Condições gerais do Betmotion.com se aplicam para este bônus.