Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Paulo Borrachinha vence Yoel Romero por pontos na Califórnia

Paulo Borrachinha vence Yoel Romero por pontos na Califórnia

22 Agosto 2019por Stefano De Luca

Paulo Borrachinha mostrou ao mundo mais uma vez que tem tudo para ser um dos principais nomes do UFC nos próximos anos. O brasileiro de 28 anos – invicto no MMA – venceu mais uma no UFC. Em Anaheim, na Califórnia, Borrachinha conseguiu a maior vitória de sua carreira até aqui, ao bater o cubano Yoel Romero, na decisão unânime dos jurados, com um triplo 29-28, em duelo válido pelo Main Card do UFC 241, na Honda Center Arena.

Esta foi a primeira vez na carreira de Paulo Borrachinha em que o lutador mineiro lutou os três rounds da luta. Até aqui, o brasileiro havia finalizado ou nocauteado em todos os seus combates. Diante do veterano Yoel Romero, um dos principais nomes da categoria dos médios, Borrachinha protagonizou uma verdadeira batalha de trocação. O brasileiro mostrou resiliência e coração e conseguiu uma grande vitória, sendo considerado o vencedor de dois dos três rounds da luta pelos três jurados que marcaram a luta em Anaheim.

A luta foi uma verdadeira guerra. Borrachinha e Romero protagonizaram um duelo fraco e em pé, focado na trocação. No primeiro minuto, cada lutador já havia conseguido um knockdown. Borrachinha foi ligeiramente superior, acertando mais golpes e minando as tentativas de queda de Romero. Ainda no primeiro assalto, o brasileiro acertou acidentalmente uma joelhada na área genital do cubano e a luta foi paralisada para que Romero pudesse se recompor. Como o golpe foi acidental, o brasileiro não foi punido pelo árbitro central.

O segundo assalto foi extremamente equilibrado e difícil de julgar. Borrachinha novamente buscou mais a luta, andando para frente e golpeando Romero, que não se intimidava e respondia com jabs e uppercuts. No final do round, o cubano ainda conseguiu uma queda utilizando o double leg, deixando a missão de achar um vencedor para este assalto ainda mais difícil.

Se Borrachinha foi melhor no primeiro round e o segundo foi bem equilibrado, o terceiro round foi de Yoel Romero. Mais inteiro fisicamente, o cubano acertou mais golpes, enquanto Borrachinha permaneceu mais atrás, arriscando chutes baixos e golpes na linha de cintura do adversário. No final do assalto, Romero conseguiu mais uma queda.

Assim que o resultado oficial foi divulgado, confirmando a vitória de Paulo Borrachinha, na decisão unânime dos jurados, com um triplo 29-28, a decisão foi bastante vaiada pelo público presente na Honda Center Arena e que em sua maioria, achou que Romero merecia ter conquistado a vitória. Mesmo sendo bastante vaiado, Borrachinha teve uma rápida conversa com Joe Rogan ainda no octógono e chegou a pedir a chance de lutar pelo cinturão dos médios.

- Eu fiz o meu melhor durante esta luta. Eu treinei como um maluco. Eu pude enfrentar esta fera. Yoel Romero é muito bom, ele é uma verdadeira fera. Eu só quero o cinturão agora. Vim até aqui para conquistar o cinturão. Vou esperar a luta do Adesanya com o Whittaker e depois disso eu quero ter a chance de disputar o cinturão. – disse um otimista Paulo Borrachinha.

Esta foi a 13ª vitória de Paulo Borrachinha, que segue invicto como lutador de MMA. Até aqui, ele havia vencido onze lutas por nocaute e uma por finalização. Foi, portanto, a primeira vez que o brasileiro lutou os três rounds, vencendo por pontos, na decisão unânime dos jurados, diante de um dos principais nomes da categoria dos médios do Ultimate.

Já Yoel Romero, que está com 42 anos de idade, perdeu pela segunda vez consecutiva no UFC. O cubano vinha de um revés para Robert Whittaker, na decisão dividida dos jurados, em junho do ano passado. Esta foi apenas a quarta derrota da carreira de Yoel Romero, em 17 lutas como profissional de MMA. Ele perdeu três das últimas quatro lutas que disputou no Ultimate.

A vitória diante de Yoel Romero deu moral ao brasileiro Paulo Borrachinha, que subiu cinco posições e assumiu a segunda colocação no ranking dos pesos médios, enquanto Romero caiu para a terceira colocação. Tanto o brasileiro quanto o cubano ainda embolsaram um bônus de 50 mil dólares cada, já que a batalha entre eles foi eleita a Luta da Noite no UFC 241.

Empolgado com o seu bom momento no UFC, o ainda invicto Paulo Borrachinha pediu uma chance de disputar o cinturão dos médios. Na sua entrevista coletiva pós-luta, o presidente da organização, Dana White abordou o tema, elogiou o brasileiro, deixou esta possibilidade em aberto e ainda deu o seu veredito sobre a polêmica decisão dos jurados, que acabaram dando a vitória a Borrachinha, em decisão unânime.

- Eu dei os dois primeiros rounds para o Borrachinha. Alguns podem ter dado dois rounds para o Romero. Essa foi uma daquelas lutas, que qualquer fosse o resultado, nada seria absurdo. Foi uma luta realmente espetacular. Do jeito que ele ganhou do Romero, não dá para dizer que ele não merece a chance de disputar o cinturão. Eu concordo com ele. Tanto o Borrachinha quanto o Romero são duas feras. Foi incrível essa luta. – disse Dana White, muito feliz com a atuação do brasileiro na luta.

Apesar da empolgação pela chance de disputar o cinturão e da vontade de voltar a lutar o quanto antes, Paulo Borrachinha ficará ao menos seis meses afastado do octógono. Isso porque o brasileiro tem uma suspeita de fratura no pé direito e recebeu uma suspensão médica preventiva de 180 dias pela Comissão Atlética da Califórnia, após a realização do UFC 241.

.

Foto de capa: Josh Hedges/Getty Images

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$200 (US$50)
2º lugar: R$100 (US$25)
3º lugar: R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$500 (US$125)
2º lugar: R$300 (US$75)
3º lugar: R$200 (US$50)
4º lugar: R$100 (US$25)
5º lugar: R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os bônus serão exclusivamente para a área de Sports.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.

13. Os Termos e Condições gerais do Betmotion.com se aplicam para este bônus.