Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Blog

Nos pênaltis, Rússia tira a Espanha da Copa do Mundo

Nos pênaltis, Rússia tira a Espanha da Copa do Mundo

03 Julho 2018por Stefano De Luca

Depois de Alemanha e Argentina, mais uma gigante se despediu da Copa do Mundo da Rússia. Na manhã de domingo, em Moscou, a anfitriã Rússia recebeu a Espanha e surpreendeu, segurando o empate por 1 a 1 durante 120 minutos e vencendo nos pênaltis, onde brilhou a estrela do goleiro Akinfeev. A Fúria abriu o placar logo no começo do jogo, com um gol contra, mas Piqué cometeu um pênalti infantil nos minutos finais da primeira etapa, penal que foi convertido por Dzyuba. Na prorrogação, a Espanha até ensaiou uma pressão, mas não conseguiu ser efetiva. Nos pênaltis, brilhou a estrela de Akinfeev, que defendeu duas cobranças. De Gea, que já havia sido criticado por suas atuações contra Portugal e Marrocos, não pegou nenhum pênalti. Classificada para as quartas de final da Copa do Mundo, a Rússia agora encara a Croácia, que passou pela Dinamarca, também nos pênaltis.

Apesar de jogar em casa, uma vitória russa era vista como muito improvável. Muito favorita para o confronto com a anfitriã, a Espanha pecou pela falta de objetividade. Burocrática e mais preocupada em manter a posse de bola do que em atacar, a Fúria pouco criou. Tanto que, o gol espanhol foi contra. Em cobrança de escanteio, Ignashevich dividiu com Sérgio Ramos e acabou mandando contra o próprio patrimônio. A Rússia não se abateu com o gol sofrido e foi ao ataque. Em cruzamento para a área, Piqué colocou a mão na bola. Pênalti infantil do experiente zagueiro espanhol. Dzyuba deslocou De Gea e deixou tudo igual.

Quem esperava uma pressão da Espanha no segundo tempo, para garantir a vitória, se enganou. A Fúria não aumentou o ritmo e frustrou a sua torcida. Buscando o segundo gol, Hierro mexeu no time e lançou Carvajal e Iniesta. A melhor chance da Fúria na etapa final foi inclusive de Iniesta, que bateu rasteiro com força, mas Akinfeev foi buscar. A última chance do tempo regulamentar foi da Rússia, com Smolov chutando para fora.

Para a prorrogação, Hierro sacou Asensio e lançou Rodrigo no jogo. O brasileiro naturalizado espanhol entrou e colocou fogo no jogo, criando a melhor chance de gol. Ele recebeu na intermediária, pedalou pra cima do zagueiro e bateu firme, forçando Akinfeev a fazer grande defesa.

Sem alterações, o jogo foi para os pênaltis. E aí brilhou a estrela de Akinfeev. O arqueiro russo pegou as cobranças de Koke e Aspas. A Rússia, por sua vez, converteu todos os pênaltis, vencendo por 4 a 3 nas cobranças da marca da cal.

via GIPHY

Akinfeev vai de vilão a herói; De Gea decepciona

Quis o destino que De Gea e Akinfeev fossem personagens de destaque no duelo entre Espanha e Rússia. Estrela do Manchester United, De Gea é considerado por muitos o melhor goleiro do mundo. Apesar da fama e da boa fase que vive na Liga Inglesa, o arqueiro não fez uma boa Copa do Mundo. Depois de falhar feio em um dos três gols de Cristiano Ronaldo na estreia, contra Portugal, ainda tomou uma por baixo das pernas no empate com o Marrocos. Contra a Rússia, teve a chance de se redimir, mas não conseguiu pegar nenhum dos cinco pênaltis cobrados pelos russos no jogo.

Do outro lado, Akinfeev fez o papel inverso, indo de vilão a herói. Na Copa de 2014, o goleiro foi ostracizado por falhas incríveis diante de Argélia e Coréia do Sul. Na época, a Rússia caiu na primeira fase. Agora, o goleiro russo fez em sua terra natal uma de suas melhores atuações com a camisa da seleção. O camisa 1 teve grande atuação no tempo normal e ainda brilhou na disputa por pênaltis, pegando dois penais. Redenção para o capitão russo.

A despedida de Iniesta

Herói da conquista espanhola na Copa do Mundo da África do Sul em 2010, marcando o único gol daquela decisão com a Holanda, Andrés Iniesta disputou a sua última partida com a camisa da Espanha. Titular nos três primeiros jogos da Fúria nesta Copa, o camisa 6 desta vez saiu do banco, entrando aos 22 minutos do segundo tempo. Com a entrada de seu maestro, a Espanha melhorou. Iniesta, aliás, criou uma das melhores chances da seleção espanhola no jogo, forçando Akinfeev a fazer bela defesa.

"É o dia mais triste da minha carreira. É o meu último jogo pela seleção. É o fim de uma era maravilhosa. Os finais nem sempre são como a gente sonha. O técnico toma decisões e não depende de mim entendê-las ou não. A seleção continuará avançando, porque os jogadores são de alto nível", disse Iniesta, ainda na zona mista do estádio em Moscou.

via GIPHY

Técnico russo valoriza vitória da seleção

A zebra passeou em Moscou e foi liderada por Stanislav Cherchesov, técnico da seleção russa. O treinador russo falou sobre o jogo e sobre a tática de sua equipe para derrotar a Fúria Espanha.

"Há dez anos, na Euro, ganharam de nós duas vezes. Naquela época, não jogávamos um futebol aberto. Eram melhores do que nós em muitos aspectos. Não pensei que teríamos que arriscar um jogo muito ofensivo. Creio que fizemos uma tática acertada. Não éramos favoritos, precisamos atacar melhores e ter transições mais rápidas. Meus jogadores foram vitoriosos porque seguiram a minha estratégia", garantiu o treinador russo, classificado para as quartas de final da Copa do Mundo.

Nas quartas de final da Copa do Mundo, a Rússia agora encara a Croácia, em busca do sonho de atingir as semifinais da competição. O confronto acontece neste sábado, às 15 horas, em Sochi.

Jogadores russos comemoram a classificação após o grande desempenho do goleiro Akinfeev. (Foto de capa: Getty Images)

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
2º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
3º lugar: Vale-compra de R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$500 (US$125)
2º lugar: Vale-compra de R$300 (US$75)
3º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
4º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
5º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)

5. Os vales-compras serão exclusivamente para as lojas designadas.

6. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

7. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

8. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

9. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

10. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.