Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Nos pênaltis, Athlético-PR cala o Maracanã e elimina o Flamengo

Nos pênaltis, Athlético-PR cala o Maracanã e elimina o Flamengo

19 Julho 2019por Stefano De Luca

Diante de 65 mil torcedores no Maracanã, o Athlético-PR mostrou que futebol se resolve dentro de campo. Mesmo contra um estádio lotado e enfrentando o milionário elenco do Flamengo, o Furacão foi melhor na somatória dos 180 minutos, e após novo empate por 1 a 1, acabou conseguindo a classificação para as semifinais da Copa do Brasil nos pênaltis. A eliminação precoce, mais uma do Flamengo nestes últimos anos, frustra ainda mais a torcida, que vaiou demais a equipe após o apito final do árbitro no Rio de Janeiro. Já o Athlético segue vivo nas três competições que disputa na temporada. Além do Brasileirão, o Furacão está nas oitavas de final da Copa Libertadores e é agora semifinalista da Copa do Brasil, enfrenta o Grêmio na próxima fase.

Logo antes da bola rolar, o técnico Jorge Jesus acabou ganhando um desfalque de última hora. Com dores, o atacante Bruno Henrique foi cortado do jogo e acabou sendo substituído pelo jovem Lincoln. Assim como foi no final de semana, quando fez 6 a 1 no Goiás, o treinador português novamente armou a equipe com apenas um volante, desta vez Cuéllar, à frente de uma linha formada por Lincoln, Arrascaeta, Diego e Everton Ribeiro. No comando de ataque, Gabigol foi o escolhido mais uma vez.

Nos pênaltis, Athlético-PR cala o Maracanã e elimina o Flamengo

Bruno Henrique sofre uma lesão no tornozelo e desfalca o Flamengo (Marcelo Theobald / O Globo)

A situação do rubro-negro se complicou ainda mais logo de cara. Aos 12 minutos de jogo, Arrascaeta – que havia feito três gols diante do Goiás – sentiu a coxa direita e precisou ser substituído por Vitinho. Mesmo sem o uruguaio, o Flamengo foi superior no primeiro tempo. Na melhor chance, Lincoln acabou carimbando a trave do goleiro Santos. Antes de ser substituído, Arrascaeta já havia obrigado o goleiro atleticano a fazer uma ótima defesa. O rubro-negro carioca foi superior na primeira etapa, finalizando quatro vezes e tendo mais de 60% de posse de bola.

Como na Copa do Brasil não existe mais a regra do gol qualificado, qualquer empate no Maracanã levaria a decisão para os pênaltis, já que Flamengo e Athlético haviam empatado por 1 a 1 na Arena da Baixada, no jogo de ida. Precisando, portanto, marcar para evitar o drama dos pênaltis, Jorge Jesus mexeu mais uma vez, sacando o jovem Lincoln para a entrada do colombiano Berrío. O gol do alívio veio aos 15 minutos. Vitinho fez boa jogada individual e cruzou. Everton ajeito de cabeça e Gabigol chegou chutando de esquerda para abrir o placar no Maracanã.

Agora era o Athlético-PR quem precisava marcar para seguir vivo na Copa do Brasil. Sentindo a sua equipe acuada em campo, Tiago Nunes respondeu lançando o jovem Bruno Nazário no lugar do apagado Nikão. Quando menos se esperava, o Furacão atacou. Aos 31 minutos, Bruno Nazário – que havia acabo de entrar – deu ótimo passe em profundidade para Rony, que ganhou na velocidade de Rafinha e bateu cruzado para vencer Diego Alves, que chegou a tocar na bola, mas não evitou o gol. O gol do Athlético caiu como uma bomba sob os mais de 65 mil torcedores no Maracanã, que ficaram em silêncio durante um bom tempo. Dentro de campo, o time do Flamengo também sentiu demais o empate e por pouco o Athlético-PR não tirou proveito da situação para virar o jogo. Aos 44 minutos, o mesmo Rony finalizou de fora da área e assustou o goleiro Diego Alves.

Com o final do jogo e mais um empate por 1 a 1, a vaga para as semifinais da Copa do Brasil seria decidida nos pênaltis. Nas cobranças da marca da cal, quem começou batendo foi Diego e o meia cobrou de maneira bizarra. O capitão flamenguista tomou distância e bateu fraco, no meio do gol, de maneira displicente. O goleiro Santos defendeu sem ao menos ter que se mexer. Jonathan foi para a bola na sequência e bateu forte. O goleiro Diego Alves tocou na bola, mas espalmou para dentro. Falhou o goleiro do Mengão. O segundo a cobrar pelo Flamengo foi Vitinho e o meia também desperdiçou de maneira bizarra, isolando a bola por cima do gol de Santos. Na sequência, Lucho González encheu o pé para superar Diego Alves. A responsabilidade era agora de Cuéllar e o colombiano deslocou Santos para enfim marcar pelo Flamengo. Daí foi a vez de Diego Alves defender a cobrança de Bruno Nazário e recolocar o Fla na partida. A alegria, porém, durou pouco, já que Everton Ribeiro bateu mal demais logo na sequência, facilitando a defesa de Santos. Bruno Guimarães converteu o seu pênalti logo depois, confirmou os 3 a 1 e colocou o Athlético-PR nas semifinais da Copa do Brasil.

Indignada com a eliminação, a torcida do Flamengo, que deu show ao lotar o Maracanã, vaiou demais o time após o apito final do árbitro. Constrangidos, os jogadores da equipe carioca até bateram palma para a torcida, mas deixaram o campo muito abatidos com a eliminação. Do outro lado, os jogadores do Athlético estavam extasiados com a vitória e provocaram o rival, com comemorações em alusão ao “cheirinho” e imitando a comemoração de Gabigol.

Classificado para as semifinais da Copa do Brasil, o Athlético-PR terá pela frente agora o Grêmio, que se classificou ao superar o Bahia por 2 a 1 no placar agregado. As duas equipes ainda esperam pela definição da CBF para conheceram as datas, locais e ordem dos confrontos. Do outro lado da chave, a outra semifinal será entre o Cruzeiro, que superou o Atlético-MG e o Internacional, que venceu o Palmeiras, também nos pênaltis.

Além da Copa do Brasil, o Athlético-PR segue vivo também na Copa Libertadores, onde enfrenta o Boca Juniors, pelas oitavas de final da competição. Eliminado na Copa do Brasil, o Flamengo agora concentra os seus esforços justamente na competição continental, onde enfrenta o Emelec, também pelas oitavas de final. Já no Campeonato Brasileiro, o Flamengo é o terceiro colocado e volta a campo neste domingo, quando enfrenta o Corinthians em Itaquera. Já o Furacão é o 12º colocado no nacional e enfrenta o vice lanterna CSA no sábado, no Estádio Rei Pelé.

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$200 (US$50)
2º lugar: R$100 (US$25)
3º lugar: R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$500 (US$125)
2º lugar: R$300 (US$75)
3º lugar: R$200 (US$50)
4º lugar: R$100 (US$25)
5º lugar: R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os bônus serão exclusivamente para a área de Sports.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.

13. Os Termos e Condições gerais do Betmotion.com se aplicam para este bônus.