Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Jon Jones sofre, mas vence Thiago Marreta na decisão dividida dos jurados

Jon Jones sofre, mas vence Thiago Marreta na decisão dividida dos jurados

09 Julho 2019por Stefano De Luca

Quase que Thiago Marreta faz história em Las Vegas. Pelo Main Event do estreladíssimo UFC 239, disputado na T-Mobile Arena, o brasileiro desafiou Jon Jones pelo cinturão dos meio-pesados do UFC e deu muito trabalho, sendo derrotado apenas na polêmica decisão dividida dos jurados, após cinco rounds equilibrados e intensos em Nevada. O mais impressionante de tudo, foi que Marreta relevou ter lutado a luta inteira com o joelho lesionado e mesmo assim esteve muito perto de fazer história e destronar o ainda imbatível Jon Jones, que segue no topo na categoria dos meio-pesados do Ultimate.

Os dois lutadores protagonizaram uma grande luta em Las Vegas, com o atual campeão sendo ligeiramente melhor e saindo-se vencedor na decisão dividida dos jurados, que viram vitória de Bones com parciais de 48-47, 47-48 e 48-47. Ao americano confirmou o seu enorme favoritismo, conseguiu escapar da zebra brasileira e manteve mais uma vez o cinturão dos meio-pesados do UFC.

A atuação de Jon Jones não lembrou nem de longe aqueles tempos exuberantes do americano, considerado um dos três maiores de todos os tempos. Já Thiago Marreta, visto como total azarão por público e imprensa antes do duelo, impressionou a todos, ao lutar de igual para igual com Bones e acabou perdendo a luta no detalhe.

Agora com 25 vitórias, uma derrota e um No Contest na carreira, Jones segue doutrinando na divisão dos meio-pesados. Ele venceu a 13ª disputa por cinturão da carreira, mesmo número de outro fora de série, o canadense Georges Saint-Pierre, que se aposentou recentemente. Já o veterano Thiago Marreta, de 35 anos, teve sua sequência de quatro vitórias consecutivas interrompidas e sofreu o sétimo revés em 28 lutas na carreira.

- Eu lutei com segurança. Me desculpo com os meus fãs que esperavam um nocaute, mas o Thiago é muito duro. Ele é faixa preta em muay-thai. Foi muito difícil. Eu achei que venci, mas foi um jogo de xadrez, muito inteligente. Toda vez que você enfrenta um lutador de muay-thai, você precisa lutar com inteligência. Os chutes dele machucaram muito. Ele conseguiu me machucar de maneiras que ninguém havia conseguido até hoje. Ele explorou falhas no meu jogo que eu prometo que já não estarão lá da próxima vez. – elogiou Jon Bones Jones, que deixou o cage carregado por sua equipe, já que sofreu duros golpes nas pernas.

O que mais impressionou na atuação de Thiago Marreta foi o fato de ele ter lutado praticamente a luta inteira com uma lesão no joelho, como ele mesmo revelou logo após a luta, ainda no cage.

- No primeiro round, o meu joelho machucou e eu não consegui mais me movimentar muito bem. Ele ficava saindo do lugar. Mas sem choro, sem desculpas e sem lamentações. O Jones é um guerreiro, eu sou muito fã, só tenho a agradecer pela oportunidade de enfrentá-lo. Eu estou muito feliz. Saí na porrada com um cara que sempre admirei. – disse, curto e grosso, o brasileiro.

Um exame de ressonância magnética, realizado após o combate, acabou mostrando que o problema de Marreta foi ainda mais grave do que ele imaginava. O brasileiro acabou rompendo ligamentos dos dois joelhos, precisará passar por cirurgias e ficará ao menos oito meses afastado do octógono. Quem também deve passar alguns meses de molho é o próprio Jon Jones, que tem suspeita de lesão no pé esquerdo e passará por um raio-X para conhecer a gravidade da lesão. Os dois receberam suspensões médicas provisórias de seis meses do UFC.

Apesar da satisfação do público e da imprensa com a alta qualidade do combate e do equilíbrio no duelo entre Jones e Marreta, quem parece não ter concordado muito com a interpretação dos jurados, de que Jones ganhou na decisão dividida, foi Dana White. Segundo o manda chuva do UFC, Jones venceu “com facilidade” e Dana chegou inclusive a revelar um espanto com a decisão dividida.

- Eu acho que o Jon Jones venceu com facilidade. Quando eu vi que seria decisão dividida, eu pensei: que m**** ´é essa. Não acredito que isto está acontecendo. Estes juízes são inacreditáveis. Ele venceu facilmente. Você tem que entender que o Jon Jones lutou com todos e venceu todos. Ele teve uma vida complicada fora do octógono, mas continua vencendo. Ele pode acabar se tornando o melhor de todos os tempos. – disse Dana White, durante entrevista coletiva realizada na T-Mobile Arena, logo após a realização do UFC 239, que recebeu cerca de 18 mil torcedores.

Apesar da opinião de Dana, de que ele teria vencido “com tranquilidade”, Jones discordou do chefe e disse entender porque a luta acabou indo parar na decisão dividida dos jurados.

- Eu não fiquei surpreso com a decisão dividida. Eu sabia que ele estava muito bem na luta quando eu ouvi o nome dele primeiro, pensei: “isso não pode estar acontecendo”. Mas não me surpreendeu. Ele mereceu a decisão dividida. Ele fez um grande trabalho e eu tiro o meu chapéu a ele. Ele foi muito gentil depois da luta, disse que ia me levar para sair quando eu voltar ao Brasil. Falei para ele que topo, com certeza. Eu amo quando os atletas respeitam um ao outro. Eu sou ainda mais fã do Thiago pela maneira que ele lidou com a derrota. Foi muito homem. Disse que tem muito respeito por mim. Eu queria dar um beijo nele. Sério. Eu desejo tudo de melhor para ele. Espero que ele seja recebido como um rei quando retornar ao Brasil, porque ele mereceu. – disse um respeitoso Jon Jones, na entrevista coletiva pós-luta.

Além do triunfo de Jones sobre Marreta, na decisão dividida dos jurados, o UFC 239 contou ainda com o espetacular nocaute de Amanda Nunes sobre Holly Holm, o incrível nocaute de cinco segundos de Jorge Madsival sobre Ben Askren e outro duro nocaute, desta vez de Jan Blachowicz sobre Luke Rockhold.

.

Foto de capa: Josh Hedges/Zuffa LLC

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$200 (US$50)
2º lugar: R$100 (US$25)
3º lugar: R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$500 (US$125)
2º lugar: R$300 (US$75)
3º lugar: R$200 (US$50)
4º lugar: R$100 (US$25)
5º lugar: R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os bônus serão exclusivamente para a área de Sports.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.

13. Os Termos e Condições gerais do Betmotion.com se aplicam para este bônus.