Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Jogadores do Manchester City e Liverpool são premiados na Inglaterra

Jogadores do Manchester City e Liverpool são premiados na Inglaterra

02 Maio 2019por Fernando Verchai

Mais votado pelo Associação de Futebolistas Profissionais (PFA), Van Dijk é eleito o melhor jogador da Premier League.

Há duas rodadas do fim da Premier League, a Associação de Futebolistas Profissionais (PFA) já votou e decidiu o melhor jogador do Campeonato Inglês. Na corrida ao lado de Raheem Sterling, o holandês acabou ficando com o troféu de melhor jogador da temporada da liga mais badalada do mundo. Apesar do bom trabalho que vem fazendo pelo Manchester City, o atacante inglês de 24 anos não convenceu mais os seus companheiros de trabalho que Van Dijk, premiado como melhor jogador do Campeonato Inglês. Sterling não saiu de mãos vazias, pois foi eleito o melhor jovem da competição, vencendo o segundo prêmio mais importante da PFA.

Raheem Sterling

CARREIRA DE VIRGIL VAN DIJK, ZAGUEIRO DO LIVERPOOL COMANDADO POR JÜRGEN KLOPP

O zagueiro que atualmente defende o esquadrão do Liverpool jogou nas categorias de base da equipe holandesa Willem II, que atualmente possui poucas chances de classificação para a Europa League disputando a Eredivisie, a qual o clube já conquistou três vezes. Tendo jogado o sub-19 pelo Willem II, foi contratado para integrar a equipe principal do FC Groningen.

Na temporada 2010/11, ainda aos 19 anos, Van Dijk teve poucas oportunidades e jogou apenas cinco partidas durante toda a temporada, mas o menino chamou a atenção primeiro em razão da facilidade para marcar gols, tendo feito dois apenas nestas cinco chances que teve de jogar.

Na temporada seguinte, aos 20 anos, Virgil Van Dijk ganhou oportunidade em razão de a equipe ter perdido alguns de seus jogadores principais e se fixou no time titular, ajudando o fraco time do Groningen a não ser rebaixado naquela temporada.

No ano seguinte (temporada 2012/13), com o time reformulado e equipe técnica nova, Van Dijk permaneceu no time titular do Groningen aos 21 anos, sendo peça importante para campanha do time que acabou na 7ª colocação do Campeonato Holandês, mesma temporada em que o Willem II era rebaixado para a 2ª divisão.

Dos 39 jogos disputados pelo time de Van Dijk na temporada, o zagueiro esteve presente em 35 e balançou as redes por duas vezes, não tendo deixado de marcar em uma temporada sequer, de todas as três que disputou pela equipe holandesa.

Contratado pelo Celtic na temporada 2013/14, Virgil Van Dijk conquistou seu primeiro título aos 22 anos de idade, estando presente em 47 dos 53 jogos disputados pelo Celtic. Naquela oportunidade, o zagueiro holandês marcou cinco gols e era peça chave da equipe comandada pelo irlandês Neil Lennon. O Celtic (que acabou com três pontos) caiu no grupo da morte: com Barcelona (13 pontos), Milan (nove pontos) e Ajax (oito pontos).

A equipe escocesa conquistou uma vitória guerreira pra cima do Ajax em casa, mas perdeu todas as outras partidas e tomou um passeio do Barcelona na última partida, que perdeu por 6 a 1 da equipe da Catalunha com hat-trick de Neymar. Apesar do “vexame”, o Celtic fez uma campanha extraordinária no Campeonato Nacional, vencendo a Scottish Premier League com o melhor ataque (102 gols marcados), comandado pelo atacante Kris Commons, artilheiro com 27 gols, e a melhor defesa (25 gols sofridos).

Van Dijk

Na temporada seguinte não foi diferente. Aos 23 anos de idade, Van Dijk jogou nada menos que 58 partidas, estando de fora apenas em três jogos naquela temporada em que o holandês marcou 10 gols e sua equipe mais uma vez levou o título do campeonato escocês, novamente com o melhor ataque e a melhor defesa, desta vez sofrendo apenas 17 gols nas 38 partidas disputadas (média de menos um gol sofrido a cada duas partidas).

Depois de ter iniciado a temporada 2015/16 ainda vestindo a camisa do Celtic, Van Dijk deixou a equipe escocesa tendo disputado apenas 10 partidas. Seu destino? A Inglaterra. Vestindo a camisa do Southampton aos 24 anos de idade, Virgil tomou a posição de zagueiro principal ao lado do português José Fonte.

Depois de uma eliminação precoce nos playoffs da Europa League, quando Van Dijk ainda não fazia parte da equipe, o Southampton terminou a Premier League na 6ª colocação: classificado direto para a Europa League.

A equipe não se destacou tanto pelos gols marcados, pois foram apenas 59, bem longe dos 71 marcados por Manchester City. A defesa, por outro lado, sofreu apenas 41 gols nos 38 jogos disputados, empatando com os cityzens e ficando atrás apenas de quatro equipes neste quesito, além de ter terminado em posição superior a equipes como Liverpool, Chelsea e Everton.

Virgil Van Dijk marcou sete gols nas duas temporadas que ficou no Southampton, disputando um total de 68 partidas. Além da classificação para a Europa League em uma competição complicadíssima, o zagueiro holandês ajudou o Southampton a passar por equipes como Arsenal e o próprio Liverpool na EFL Cup de 2016/17 e chegar na grande final contra o Manchester United, a qual perdeu para a equipe comandada por Mourinho pelo placar de 3 a 2, com gol de Ibrahimovic aos 42 minutos do segundo tempo.

Virgil Van Dijk não disputou a final por opção do até então treinador da equipe, o francês Claude Puel, que atualmente comanda o Leicester City. O treinador deixou de escalar Van Dijk quando começaram os rumores de transferência do jogador para uma das várias equipes de maior poder financeiro da Premier League que tinham interesse pelo zagueiro de 25 anos.

Van Dijk

DEPOIS DA TEMPESTADE, VEIO A BONANÇA PARA VIRGIL VAN DIJK

O zagueiro holandês chegou a ser mandado para a equipe sub-23 do Southampton na temporada 2017/2018, quando enfim assinou com a equipe do Liverpool, que já tinha um esquadrão montado e planejado por Jürgen Klopp. Ainda em 2017, vestindo a camisa do Southampton, Van Dijk venceu o Everton em casa antes de ter uma sequência de dois empates e duas derrotas, com a despedida ao lado da torcida em uma derrota por 4 a 1 para o Leicester no final do ano.

Depois de uma saída conturbada da equipe do sul da Inglaterra, Virgil chegou com toda a moral do mundo para vestir a camisa 4 do Liverpool, jogador tido pela torcida e imprensa como a salvação para o time do ataque forte e da defesa fraca. E a resposta veio mais rápido do que qualquer um podia imaginar.

Muito contestado pela transferência mais cara de um defensor na história do futebol, contratado pelo valor de 75 milhões de libras (R$ 331,5 milhões), o zagueiro holandês foi escalado para o seu primeiro jogo: no clássico em Anfield contra o rival local, Everton. O Liverpool não só ganhou, como Van Dijk fez o gol que deu a vitória por 2 a 1 aos reds aos 39 minutos do segundo tempo.

Van Dijk

Era tudo o que o zagueiro precisava. Foi uma ascensão incrível do clube, que se classificou para a Liga dos Campeões pela Premier League, além de ter chegado na grande final da maior competição europeia, a qual acabou sendo conquistada pelo Real Madrid pela 3ª vez consecutiva em um jogo que muitos atribuem a culpa ao goleiro, que entregou um gol e sofreu outro totalmente defensável, e outros miram para o egípcio Salah, que não jogou como durante todo o restante da temporada.

Atualmente, o zagueiro holandês disputa mais uma semifinal da Liga dos Campeões, a qual pode vir com gosto de revanche para Virgil por ser contra o Barcelona, além de ser o principal na defesa menos vazada da Premier League, com 20 gols sofridos em 36 jogos disputados.

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$200 (US$50)
2º lugar: R$100 (US$25)
3º lugar: R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$500 (US$125)
2º lugar: R$300 (US$75)
3º lugar: R$200 (US$50)
4º lugar: R$100 (US$25)
5º lugar: R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os bônus serão exclusivamente para a área de Sports.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.

13. Os Termos e Condições gerais do Betmotion.com se aplicam para este bônus.