Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Internacional supera gol anulado nos acréscimos e elimina o Palmeiras nos pênaltis

Internacional supera gol anulado nos acréscimos e elimina o Palmeiras nos pênaltis

19 Julho 2019por Stefano De Luca

Depois de muito drama e muita polêmica, o Internacional superou o Palmeiras nos pênaltis, no Beira-Rio, após uma vitória por 1 a 0 no tempo normal, eliminou o Verdão e se garantiu entre os semifinalistas da atual edição da Copa do Brasil. O Colorado entrou em campo precisando vencer no tempo normal para forçar os pênaltis, após perder por 1 a 0 em São Paulo. E foi exatamente isso que aconteceu. O Inter abriu o placar no finalzinho do primeiro tempo, com gol de Patrick. Acabou sendo o único gol do jogo, que teve o VAR como protagonista no segundo tempo e só foi decidido nos pênaltis.

Em uma movimentada segunda etapa, o Palmeiras chegou a ter um pênalti marcado sobre Felipe Melo, mas após consulta junto ao VAR, o juiz acabou enxergando que o volante palmeirense se jogou sem receber contato e acabou cancelando o pênalti. Já nos acréscimos da segunda etapa, D’Alessandro cobrou escanteio, Victor Cuesta subiu lá no alto e cabeceou com estilo para marcar o segundo gol do Inter. O lance, porém, acabou sendo invalidado. Depois de reclamação da torcida palmeirense, o árbitro viu o lance no VAR e interpretou uma carga em cima de Felipe Melo, invalidando o lance. Decisão bem duvidosa do juiz, que revoltou os jogadores e os torcedores do Internacional. No meio da confusão, D’Ale acabou sendo expulso de campo por reclamação.

Com o gol anulado, a partida foi reiniciada com minutos para o final do jogo e no último lance da partida, quase que o Palmeiras acha o gol da classificação, mas a cabeçada de Carlos Eduardo passou raspando a trave direita de Marcelo Lomba. O juiz apitou o final do jogo e a vaga para as semifinais da Copa do Brasil seria decidida nos pênaltis.

Nos pênaltis, o Inter converteu os quatro primeiros, com Guerrero, Sóbis, Lindoso e Edenílson. Já o Palmeiras, viu Bruno Henrique, Diogo Barbosa, Luan e Willian conferirem, mas Gustavo Gómez acabou parando em Marcelo Lomba. Patrick teve a chance de selar a classificação do Inter, mas praticamente recuou a bola para Weverton. Depois disso, Willian e Nonato converteram e Moisés carimbou o travessão, desperdiçando o pênalti decisivo e garantindo a classificação do Internacional, que agora enfrenta o Cruzeiro – que eliminou o Galo – nas semifinais da Copa do Brasil.

PATRICK ABRE O PLACAR E VAR ROUBA A CENA NO SEGUNDO TEMPO

O técnico Odair Hellmann sabia que precisaria vencer o Palmeiras no tempo normal, se quisesse seguir vivo na Copa do Brasil. Sabendo ainda que precisaria se preocupar com o forte contra-ataque do Verdão, o treinador do Inter optou por escalar sua equipe em um 4-5-1, com três volantes e Paolo Guerrero isolado no ataque. Do outro lado, Felipão quase que espelhou a formação do rival, mas escalou dois volantes e deu novas chances aos meias Zé Rafael e Lucas Lima, enquanto Deyverson foi o centroavante.

A proposta de jogo do Inter deu mais certo. Jogando em casa, o Colorado dominou o primeiro tempo e criou as principais chances de gol. Em lindo lance individual, Guerrero deixou Gustavo Gómez sentado e bateu de esquerda, vendo Weverton fazer grande intervenção. Rodrigo Moledo foi outro que teve boa chance de marcar e também acabou parando no paredão alviverde. O gol saiu aos 40 minutos. Patrick finalizou de fora da área viu a bola desviar de leve em Luan e encobrir o goleiro Weverton. Em sua única chance do primeiro tempo, o Palmeiras quase chegou ao empate, em finalização de Dudu, defendida por Marcelo Lomba.

Mais uma vez completamente sumido no jogo, Lucas Lima foi sacado por Felipão no intervalo para a entrada do mais dinâmico Moisés. Mesmo com a mudança do Verdão, era o Inter quem continuava melhor em campo. Logo aos sete minutos, Nico López finalizou duas vezes e obrigou Weverton a brilhar novamente. Aos poucos, o ritmo do jogo foi caindo e Hellmann mexeu na equipe, lançando o veterano Rafael Sóbis e o jovem Nonato. Felipão respondeu lançando o veloz Carlos Eduardo e o talismã Willian. Aos 36 minutos do segundo tempo, o primeiro lance capital da partida. Felipe Melo se aproveitou de falha defensiva do Colorado, invadiu a área e caiu. O juiz marcou pênalti, mas foi avisado pelo VAR que Felipe Melo havia se jogado e ao conferir o lance pela televisão acabou sustentando a versão do árbitro de vídeo, cancelando a penalidade.

Desesperado em busca do segundo gol, Odair ainda lançou Wellington Silva na vaga de Uendel. Aos 47, D’Alessandro cobrou escanteio com veneno e Cuesta subiu mais que todo mundo para marcar. O Beira-Rio explodiu, mas após reclamações dos jogadores do Palmeiras, o juiz foi ao VAR para rever o lance e acabou vendo uma carga de Rodrigo Moledo em cima de Felipe Melo, optando por anular o gol, para desespero dos jogadores e da comissão técnica do Internacional. Para piorar a situação do Colorado, o árbitro ainda expulsou D’Alessandro por reclamação. Passada a polêmica com o gol anulado, quase que o Verdão arrancou a classificação. No último lance do jogo, Marcos Rocha cruzou da direita e Carlos Eduardo, sozinho, cabeceou a bola para baixo e viu ela tirar tinta da trave direita de Marcelo Lomba. Seria o último lance do jogo e a torcida do Internacional gritava “vergonha” em alusão ao polêmico gol anulado de Victor Cuesta.

Com o clima ainda tenso no Beira-Rio, por conta do gol mal anulado, a decisão de uma das vagas das semifinais da Copa do Brasil seria decidida na loteria dos pênaltis. O Inter começou cobrando bem, com Guerrero, Sóbis, Edenílson e Lindoso estufando as redes de Weverton. O Palmeiras, por sua vez, viu Gustavo Gómez perder a sua penalidade, mas Bruno Henrique, Luan e Diogo Barbosa converteram. O Inter teve a chance de selar a classificação com Patrick, mas o autor do único gol do jogo bateu mal demais, praticamente recuando a bola para Weverton. O erro deu sobrevida ao Palmeiras, que converteu com Willian e forçou as cobranças alternadas. Na primeira série de alternadas, Nonato foi para a bola, viu Weverton tocar nela, mas marcou. Daí foi a vez de Moisés tomar distância, correr para a bola e carimbar o travessão de Marcelo Lomba. Palmeiras eliminado e Internacional classificado.

O Internacional venceu por 5 a 4 nos pênaltis e garantiu uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil. O adversário do Colorado na próxima fase da competição será o Cruzeiro, que se classificou ao superar o arquirrival Atlético Mineiro por 3 a 2 no placar agregado. As datas, locais e ordem das partidas ainda serão definidas pela CBF. Do outro lado da chave, a outra semifinal será entre o Grêmio, que superou o Bahia e o Athlético Paranaense, que eliminou o Flamengo, também nos pênaltis, em pleno Maracanã.

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$200 (US$50)
2º lugar: R$100 (US$25)
3º lugar: R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$500 (US$125)
2º lugar: R$300 (US$75)
3º lugar: R$200 (US$50)
4º lugar: R$100 (US$25)
5º lugar: R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os bônus serão exclusivamente para a área de Sports.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.

13. Os Termos e Condições gerais do Betmotion.com se aplicam para este bônus.