Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Galo vence o clássico e joga o Cruzeiro para o Z-4

Galo vence o clássico e joga o Cruzeiro para o Z-4

06 Agosto 2019por Stefano De Luca

O Atlético Mineiro se vingou da eliminação sofrida para o arquirrival Cruzeiro, nas quartas de final da Copa do Brasil. Poucas semanas depois de cair no mata-mata para o rival, o Galo recebeu a Raposa na Arena Independência e o Atlético-MG dominou a partida, vencendo com facilidade, por 2 a 0. Os dois gigantes mineiros vivem situações completamente distintas no Brasileirão. Enquanto o Galo briga na parte de cima da tabela, entre os líderes, o Cruzeiro se vê cada vez mais afundado na infame briga contra o rebaixamento e já vê a pressão sobre Mano Menezes crescer ao ponto da situação do veterano treinador ficar quase insustentável no cargo da equipe Celeste.

Mesmo tendo um compromisso importante no meio da semana – enfrenta o Internacional na quarta, pelas semifinais da Copa do Brasil – Mano Menezes não quis saber de poupar jogadores. Em péssima fase no Brasileirão, o Cruzeiro entrou em campo para encarar o Atlético-MG com o que tinha de melhor. Mano promoveu a volta de Fred entre os titulares e escalou Ariel Cabral na vaga de Lucas Romero, que foi vendido ao Independiente, da Argentina.

Já o Atlético-MG, que segue firme e forte no G-4 do Campeonato Brasileiro, também começou o jogo com todos os seus titulares. A presença do goleiro Cleiton na vaga de Victor foi a maior novidade, enquanto o garoto Vinícius também ganhou uma oportunidade entre os onze que iniciaram a partida, formando uma linha de três no meio de campo, com Chará e Cazares.

Os dois times entraram em campo com propostas de jogo bem claras, mas nenhuma equipe queria se expor. O resultado disso foi um primeiro tempo bem truncado no Horto, sem grandes chances de gol. A melhor chance do Galo veio em linda jogada individual de Cazares, que parou em boa defesa de Fábio. O Cruzeiro respondeu com chute de longe de Henrique, obrigando Cleiton a voar e colocar a bola para escanteio. O primeiro tempo parecia que terminaria sem gols, até que aos 46 minutos, Vinícius recebeu na intermediária e pôde caminhar sozinho até perto da meia-lua, quando arriscou um chute rasteiro, vencendo o goleiro Fábio.

O gol no finalzinho da primeira etapa parece ter desanimado o Cruzeiro, que foi completamente dominado pelo Galo na segunda etapa. O Atlético ainda tratou de ir para cima de vez, quando Rodrigo Santana sacou Cazares e lançou Geuvânio na equipe. O ex-santista quase ampliou o marcador aos 30 minutos, mas a sua finalização acertou a trave de Fábio. Mesmo sendo dominado durante toda a segunda etapa, o Cruzeiro ainda chegou perto de arrancar um empate, vendo Sassá carimbar a trave de Cleiton, já aos 44 minutos do segundo tempo. Logo depois, porém, o Atlético-MG matou o jogo. Patric cruzou a bola, Robinho afastou errado e a bola sobrou para Nathan finalizar de cabeça e fazer o segundo do Galo e sacramentar a vitória sobre o arquirrival Cruzeiro.

O jogo foi especial também para o garoto Vinícius. Contratado pelo Atlético-MG no início do ano, o meia vive um momento iluminado desde a volta da Copa América, tendo marcado quatro gols nos últimos sete compromissos do Galo no ano. Outro que passou no teste no clássico foi o goleiro Cleiton, que teve a dura missão de substituir o ídolo Victor, brilhou com boas defesas e não foi vazado na Arena Independência.

O Cruzeiro, por outro lado, vive uma das piores fases de sua história. Literalmente. Isso porque a Raposa não sabe o que é marcar um gol sequer há incríveis sete jogos. Ou seja, incríveis 630 minutos de bola rolando sem colocar uma bola no fundo da rede do adversário. É a pior seca de gols da história da equipe Celeste. Esta é também a pior fase do Cruzeiro desde que Mano Menezes assumiu o comando da equipe mineira, em julho de 2016, há três anos. A Raposa venceu apenas uma das últimas 17 partidas que disputou na temporada, tendo acumulado ainda oito empates e oito derrotas neste período.

A fase também não é nada boa para os veteranos centroavantes de Cruzeiro e Atlético-MG. Quase quarentões, Ricardo Oliveira e Fred não marcam gols há 15 partidas, juntos somando impressionantes 2.200 minutos de jejum. Ricardo foi substituído pelo jovem Papagaio na segunda etapa, enquanto Fred jogou os 90 minutos do clássico.

Com a vitória diante do Cruzeiro, o Atlético Mineiro voltou a vencer após dois empates consecutivos no Brasileirão e foi a 24 pontos, ocupando ainda a quarta colocação da competição. O Galo volta a campo neste sábado, quando recebe o Fluminense, na Arena Independência, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Já a Raposa, vive uma situação dramática no Brasileirão. Com apenas duas vitórias em treze partidas na competição, a Celeste é a antepenúltima colocada, ocupa a infame 18ª posição do Campeonato Brasileiro, com apenas 10 pontos conquistados. Precisando desesperadamente voltar a vencer no torneio, a Raposa tem uma chance de ouro neste domingo, já que visita o lanterna Avaí, que não conseguiu uma vitória sequer até aqui na atual edição do Brasileirão. Antes disso, porém, o Cruzeiro tem um compromisso importantíssimo no meio da semana. Nesta quarta-feira, às 21h30, a Raposa recebe o Internacional, no Mineirão, pelo confronto de ida das semifinais da Copa do Brasil. O Cruzeiro busca conquistar a Copa do Brasil pela terceira vez consecutiva, já que foi o campeão do torneio em 2017 e também em 2018.

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$200 (US$50)
2º lugar: R$100 (US$25)
3º lugar: R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$500 (US$125)
2º lugar: R$300 (US$75)
3º lugar: R$200 (US$50)
4º lugar: R$100 (US$25)
5º lugar: R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os bônus serão exclusivamente para a área de Sports.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.

13. Os Termos e Condições gerais do Betmotion.com se aplicam para este bônus.