Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Finais inesquecíveis: a Liga dos Campeões de 2010 vencida pela Inter de Milão

Finais inesquecíveis: a Liga dos Campeões de 2010 vencida pela Inter de Milão

26 Janeiro 2019por Fernando Verchai

Existem jogos que ficam na memória do torcedor. E um jogo inesquecível para os apaixonados pela Inter de Milão foi a final da Liga dos Campeões de 2010, quando a equipe venceu por 2 a 0 o Bayern de Munique em um grande jogo disputado no Santiago Bernabéu.

Vale destacar que a equipe italiana contava com uma defesa muito forte, inclusive com três brasileiros, que eram o goleiro Júlio César, o zagueiro Lúcio e o lateral direito Maicon.

Além disso, tinha o técnico José Mourinho no comando, e o português pôde conquistar sua segunda Liga dos Campeões da Europa – a primeira tinha sido sob o comando do Porto no ano de 2004. Vale lembrar também a heroica vitória da Internazionale na semifinal contra o poderoso Barcelona de Pep Guardiola.

Finais inesquecíveis: a decisão da Liga dos Campeões de 2010 vencida pela Inter de Milão

Semifinal: Inter “despacha” o favorito Barcelona em pleno Camp Nou

Aquela semifinal de Liga dos Campeões começou com um primeiro jogo no San Siro, onde o Barcelona até abriu o placar com Pedro no primeiro tempo, depois de boa jogada do brasileiro Maxwell.

No entanto, a Inter ainda empatou no primeiro tempo com o holandês Sneidjer, que por sinal vivia uma ótima fase. Depois, na segunda etapa, o brasileiro Maicon fez o gol da virada, e Milito – que viria a ser o melhor jogador da final, concluiu para fechar a primeira partida em 3 a 1 para os italianos.

No duelo da volta no Camp Nou, o Barcelona de Pep Guardiola e de Messi, Xavi e Iniesta em suas melhores fases (os espanhóis viriam a vencer a Copa do Mundo com Xavi e Iniesta sendo a base do meio de campo da Fúria) foram para cima da Inter de Milão com o intuito de tirar a vantagem que o time de José Mourinho tinha construído na primeira partida.

O brasileiro Thiago Motta foi expulso, e por isso os italianos ficaram com um a menos durante quase todo o jogo, e montaram um verdadeiro “paredão” lá atrás para segurar o forte ataque blaugrana.

O Barça ainda conseguiu fazer um gol no finalzinho com o zagueiro Pique, no entanto a Inter conseguiu segurar o 1 a 0 e passou para a grande final daquela Liga dos Campeões de 2010, onde iria enfrentar o forte Bayern de Munique na decisão da competição continental.

Grande final no Santiago Bernabeu: Milito decide para a Inter de Milão

Aquela grande final entre dois times grandes da Europa tinha uma “batalha” tática entre o forte poderio ofensivo do Bayern de Munique treinado na época por Van Gaal, que tinha jogadores como Arjen Robben, Thomas Muller e Olic, e a forte defesa italiana montada pelo técnico José Mourinho, que além de Lúcio, Júlio César e Maicon, também tinha Samuel, Chivu, além dos valentes meio-campistas Javier Zanetti – ídolo da Internazionale – e Cambiasso.

Vale dizer que o time italiano ainda contava com Sneidjer em ótima fase, além dos atacantes Samuel Eto’o e Diego Milito.

O jogo começou muito disputado e o Bayern de Munique tomou as iniciativas no ataque, com Robben fazendo boas jogadas jogando de ponta direita, e a Inter se defendendo e Júlio César fazendo boas defesas.

Sneidjer assustava em suas cobranças de falta, mas o Bayern era um pouco melhor na primeira etapa. Até que em um chutão de Júlio César, Milito ganhou na disputa de cabeça e a bola sobrou para Sneidjer, que viu o argentino passando nas costas da zaga alemã e deu um passe açucarado para Diego Milito chutar por cima na saída do goleiro do Bayern.

A torcida azul e preta explodia em êxtase pela Inter de Milão ter aberto o placar na primeira etapa. A partir dali, a tática de José Mourinho seria segurar o ataque que viria mais forte e intenso ainda do adversário e explorar os contra ataques.

E foi isso que aconteceu no segundo tempo. A Inter tentava explorar os contra ataques e as brechas deixadas pela defesa do Bayern, e a equipe alemã atacava com tudo e tentava furar o bloqueio fixado pelos italianos em sua defesa.

Júlio César fez grandes defesas na partida, principalmente no segundo tempo. Primeiro com Muller de frente para o goleiro que chutou cruzado e Júlio César fez uma defesa espetacular. Depois, em um chute numa jogada característica de Robben, onde o holandês puxou para a perna esquerda e soltou uma bomba e o goleiro da seleção brasileira na época fez uma grande defesa de mão trocada.

Depois disso, a Inter soube aproveitar a chance que teve, e de novo com o atacante Diego Milito. Em um contra-ataque bem armado pelos italianos, o atacante recebeu a bola na esquerda na entrada da área, e de maneira espetacular “entortou” Demichelis e deu uma chapada na bola para tirar do goleiro e fazer Inter de Milão 2 a 0.

E aquela grande final terminou assim, com a Inter de Milão de José Mourinho sendo a grande campeã da Liga dos Campeões de 2010, e com o Bayern de Munique perdendo na grande final – o que também aconteceria em 2012 contra o Chelsea, mas no ano seguinte os bávaros conquistariam a tão sonhada “orelhuda” contra seus rivais alemães do Borussia Dortmund.

Título de 2010 foi a segunda conquista da Liga dos Campeões de Mourinho

Vale destacar que José Mourinho venceu aquela Liga dos Campeões de 2010, mas também já tinha vencido sua primeira Champions em 2004, quando ainda treinava o Porto de Portugal. O treinador português conseguiu se destacar exatamente naquela campanha do time do Porto, na qual a equipe portuguesa venceu o Mônaco na grande final por 3 a 0. Inclusive teve o brasileiro Carlos Alberto – que no ano seguinte foi jogar no Corinthians – marcando o primeiro gol daquela decisão.

Mourinho depois de vencer pelo Porto ainda treinou o Chelsea antes de ir para a Inter de Milão, onde conquistaria sua segunda Liga dos Campeões da Europa e ficaria na memória do torcedor italiano – até porque venceu também o Campeonato Italiano e a Copa da Itália naquela temporada, a chamada Tríplice Coroa pela Inter de Milão.

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
2º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
3º lugar: Vale-compra de R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$500 (US$125)
2º lugar: Vale-compra de R$300 (US$75)
3º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
4º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
5º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os vales-compras serão exclusivamente para as lojas designadas.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.