Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Erros de arbitragem roubam a cena na 27ª rodada do Campeonato Brasileiro

Erros de arbitragem roubam a cena na 27ª rodada do Campeonato Brasileiro

02 Outubro 2018por Stefano De Luca

Que a arbitragem brasileira se encontra em um péssimo momento, isso todo mundo já suspeitava. Mas essas suspeitas foram confirmadas de vez neste final de semana. A 27ª rodada do Campeonato Brasileiro ficou marcada por diversos erros grosseiros dos trios de arbitragem que comandaram as partidas ao redor do Brasil. A maioria dos erros do final de semana vieram de lances de pênaltis, com alguns mal marcados e outros ignorados. Houve também erros dos bandeiras, em lances de impedimento. 

Os árbitros cometeram erros cruciais em ao menos cinco jogos da rodada. No domingo à tarde, Palmeiras x Cruzeiro se enfrentavam no Pacaembu e o árbitro Dewson Freitas da Silva marcou um pênalti inacreditável, aos 28 minutos do primeiro tempo. Em disputa pela bola, o zagueiro palmeirense Gustavo Gómez colocou a mão na bola, claramente dentro da meia-lua. Para a revolta dos jogadores do Palmeiras, o árbitro – que estava mal colocado – deu pênalti, que foi convertido por Mancuello.  

No mesmo dia e horário, um erro muito parecido, mas no Beira-Rio. Internacional e Vitória empatavam em 1 a 1 até os 38 minutos do segundo tempo, quando após cobrança de falta, Lucas Fernandes, que estava na barreira, colocou a mão na bola, também muito fora da área. O árbitro Sávio Pereira Sampaio deu pênalti, que acabou convertido por D’Alessandro.  

Outro postulante ao título que se envolveu em um lance polêmico no final de semana foi o São Paulo. Jogando no Engenhão, diante do Botafogo, o Tricolor empatou em 2 a 2. No primeiro gol do São Paulo, Nenê chuta, a bola desvia na zaga e sobra para Diego Souza, que muito à frente, completa para o gol.  

Voltando aos pênaltis, Santos e Atlético-PR se enfrentaram na Vila Belmiro. O jogo estava 0 a 0, até que, aos 49 minutos do segundo tempo, nos últimos segundos da partida, o árbitro Caio Max Augusto Vieira marcou pênalti em um lance completamente despretensioso. Em uma bola cruzada para a área do Furacão, Rony protegia a bola, até que Dodô se esbarrou com ele, caiu e ainda tocou com o braço na bola. Inexplicavelmente, o árbitro deu pênalti. Carlos Sánchez foi para a bola e bateu forte para marcar o gol da vitória do Peixe. 

Já no sábado, a arbitragem já havia roubado a cena no duelo entre América-MG e Corinthians, em Belo Horizonte. Nos minutos finais da partida, Roger serviu Gabriel na área. O volante corintiano entrava livre para marcar quando foi calçado por Gérson Magrão dentro da área. O árbitro Marcelo de Lima Henirque mandou o jogo seguir, para a revolta dos jogadores corintianos.  

 

APÓS POLÊMICAS, ÁRBITROS SÃO REBAIXADOS PELA CBF

Já virou rotina no futebol brasileiro. Sempre que um árbitro comete algum erro grosseiro nas competições nacionais, ele é “rebaixado” pela CBF, que alega que o juiz em questão precisa passar por uma espécie de “reciclagem” até voltar a apitar jogos da elite nacional. Nesta segunda-feira, Coronel Marinho, chefe da arbitragem brasileira, confirmou que alguns dos árbitros envolvidos nos escândalos do final de semana passarão por este famoso processo. 

Foram escolhidos os trios dos três duelos que tiveram pênaltis muito mal marcados. Sendo assim, os trios de arbitragem envolvidos em Palmeiras x Cruzeiro, Internacional x Vitória e Santos x Atlético-PR passarão pela chamada reciclagem. O Coronel Marinho ainda deu uma entrevista ao canal Sportv onde falou sobre o processo, evitando chamar isso de “punição”. 

Eu não gosto da palavra punição. Eu risco isso do meu dicionário. Existe o trabalho de melhoria do árbitro. Isso é feito com os árbitros e com os assistentes. Existem outras competições nas quais eles poderão atuar, para que possamos reavaliar se eles podem voltar para a Série A ou não. É a nossa competição mais importante, com muita exposição. Vamos passar as correções para eles. O trabalho em equipe deles acabou falhando. Eles serão reavaliados. Se estiverem bem, voltam. Se não melhorarem, continuam na Série B. – disse o chefe de arbitragem da CBF.  

CBF Coronel Marinho rebaixa arbitros brasileiros

Os muitos erros dos árbitros neste final de semana acabaram servindo para reaquecer o debate sobre a necessidade da implementação do VAR no Campeonato Brasileiro. Vale lembrar que na Copa Libertadores e na Copa do Brasil, o serviço já é utilizado.  

O processo do VAR já começou. Temos ele na Copa do Brasil. Está em andamento, funcionando bem. Com relação ao Campeonato Brasileiro, estamos passando todas as informações para que o Conselho Técnico, que é o fórum adequado, possamos tomar uma decisão. Todos os clubes serão informados dos passos que precisam ter para que o VAR seja de fato implementado. É um custo a mais para os clubes e eles irão decidir. – completou Coronel Marinho. 

Os trios de arbitragem que foram “rebaixados” pela CBF são os seguintes: Dewson Freitas da Silva, Hélcio Araújo Neves e Heronildo Freitas da Silva, que apitaram Palmeiras x Cruzeiro. Sávio Pereira Sampaio, Daniel Henrique da Silva Andrade e Ciro Chaban Junqueira, trio responsável por Internacional x Vitória e Caio Max Augusto Vieira, Jean Márcio dos Santos e Vinícius Melo de Lima, trio que apitou o duelo entre Santos x Atlético-PR. 

Os erros dos árbitros na rodada geraram uma revolta geral entre dirigentes, treinadores e atletas. Dentre os mais exaltados estiveram diretor de futebol do Atlético-PR, Rui Costa, o diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos e o presidente do Vitória, Ricardo David. Todos estes cobraram publicamente punições aos árbitros de suas respectivas partidas e foram atendidos pela CBF. 

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
2º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
3º lugar: Vale-compra de R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$500 (US$125)
2º lugar: Vale-compra de R$300 (US$75)
3º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
4º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
5º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os vales-compras serão exclusivamente para as lojas designadas.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.