Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Cruzeiro repudia a expulsão de Dedé, que também se manifesta

Cruzeiro repudia a expulsão de Dedé, que também se manifesta

20 Setembro 2018por Stefano De Luca

A polêmica expulsão de Dedé na derrota do Cruzeiro para o Boca Juniors ainda vai dar muito o que falar. Horas depois do ocorrido, o Cruzeiro já tomou algumas providências. A começar pelo presidente da Raposa, Wagner Pires de Sá, que já saiu de Buenos Aires rumo a Assunção para ter uma reunião com o presidente da Conmebol. Ainda na madrugada desta quinta-feira, o Cruzeiro agiu rápido e por meio de seu site, divulgou uma nota oficial, repudiando a atuação do árbitro Eber Aquino na derrota para o Boca Juniors na Argentina, pedindo explicações da Conmebol e pedindo amparo a CBF. 

 

Confira abaixo a nota oficial divulgada pelo Cruzeiro, na íntegra:  

A diretoria do Cruzeiro Esporte Clube vem a público repudiar de forma veemente a expulsão absurda do zagueiro Dedé, na noite desta quarta-feira, diante do Boca Juniors, pelas quartas de final da Copa Conmebol Libertadores. 

O Clube considera que o juiz paraguaio Eber Aquino, por ato deliberado, praticou uma das maiores, mais lesivas e equivocadas decisões já tomadas na história do futebol, uma vez que o árbitro mesmo tendo a oportunidade de consultar o VAR no lance do jogo, conseguiu tomar uma decisão flagrantemente contrária ao que foi registrado pelas imagens. 

É imprescindível que a CONMEBOL determine a abertura de investigação formal contra esse flagrante e imponderável atentado contra o futebol brasileiro. 

A cúpula celeste informa, também, que está estudando as melhores opções para ingressar à CONMEBOL na busca por amenizar o tamanho prejuízo técnico decorrido da expulsão de Dedé, inclusive buscando por medidas judiciais contra os autores desta covardia. 

O Cruzeiro também aproveita para endossar as palavras de diversos veículos de comunicação como Olé, Clarín, TV Globo, ESPN, SporTV, Fox Sports e tantos outros, além agradecer à solidariedade de outros clubes de futebol. De igual forma, esperamos que a CBF assuma imediatamente a sua responsabilidade na defesa dos clubes brasileiros, que há tanto tempo são prejudicados maliciosamente pela arbitragem internacional. Isso precisa acabar! 

A vergonha foi tamanha que o termo #VerguenzaConmebol rapidamente se tornou um dos 10 assuntos mais comentados no mundo na rede social Twitter, com diversas mensagens de protestos de torcedores de diversos clubes do Brasil e da América do Sul. 

A diretoria do Cruzeiro informa, ainda, que não deixará, sob hipótese alguma, de defender os interesses do Clube e de sua torcida, e que as devidas providências serão tomadas. 

DEDÉ LAMENTA EXPULSÃO E TAMBÉM SE PRONUNCIA, POR MEIO DO INSTAGRAM 

Na manhã desta quinta-feira, o zagueiro Dedé também resolveu se pronunciar de maneira oficial. Por meio de seu Instagram, o defensor da Raposa lamentou a atitude do árbitro, a quem chamou de “covarde” e voltou a negar qualquer maldade no lance, uma vez que Aquino havia dito que expulsou o zagueiro Dedé por ter enxergado maldade no lance involuntário que acabou fraturando o maxilar do goleiro Andrada.  

 

Confira abaixo o post de Dedé: 

Jamais teria a intenção de atingir um companheiro de trabalho com uma cabeçada. A atitude dos árbitros foi covarde comigo e, principalmente, com o Cruzeiro e com o futebol.? Mesmo já tendo falado, ontem, quis me pronunciar, novamente, para pedir desculpas ao goleiro Andrada, pelo choque involuntário. Espero que ele esteja bem.

Reforço, também, que até mesmo alguns jogadores do Boca não entenderam a atitude do árbitro. Quero ficar longe de qualquer sentimento de raiva, mas na esperança de que, ao menos, esta injustiça seja amenizada de alguma forma.? Apesar de ser uma missão difícil, temos tudo para alcançar nosso objetivo, contra tudo e contra todos, em casa.? Agradeço o carinho, por meio de mensagens, dos torcedores, amigos e de muitos jogadores". 

 

MANO LAMENTA LAMBANÇA DO ÁRBITRO E RELEMBRA DE HISTÓRICO DE ERROS A FAVOR DO BOCA 

Como não poderia ser diferente, grande parte da entrevista coletiva de Mano Menezes após a derrota do Cruzeiro para o Boca Juniors na Bombonera, foi destinada à perguntas e respostas sobre a bizarra expulsão de Dedé, aos 30 minutos do segundo tempo. O treinador gaúcho falou sobre o lance e ainda relembrou erros cometidos a favor do Boca quando ainda comandava o Grêmio, na final da Libertadores de 2007. 

Não preciso nem falar sobre a expulsão. O mundo inteiro está falando sobre a expulsão. Achei que as coisas fossem mudar na Conmebol. Em 2007 eu tomei um gol aqui com três jogadores impedidos. Três. Mudaram as direções, o comando da Confederação e mesmo com o VAR, acontece mais uma grande injustiça. Perdemos um jogador no nosso melhor momento na partida. A atitude do árbitro foi inexplicável. Você não precisa ver uma vez, ainda mais dez. Vamos juntar a nossa raiva e transformar isso em algo positivo para o jogo da volta. Temos condições de reverter. – disse Mano Menezes, ainda na sala de imprensa de La Bombonera.  

Mano depois ainda foi além e apontou uma espécie de conspiração contra os clubes brasileiros na Libertadores. O treinador do Grêmio lembrou a eliminação do Santos e reforçou que River Plate e Boca Juniors foram inocentados em situações muito parecidas. 

Não tem nada de interpretação. O árbitro quis expulsar o Dedé. Estão tendo muitos problemas contra equipes brasileiras. Teve o caso do Santos e a falta de punição ao River e ao Boca por casos semelhantes. As coisas estão muito diferentes de acordo com os participantes. Isso não está me cheirando nada bem. Acho que a CBF e as outras confederações deviam se posicionar sobre isso. Se trata de algo muito grave. Tem que ser tratado pelos clubes brasileiros com a gravidade que isso tem. – completou o treinador do Cruzeiro. 

Cruzeiro e Boca Juniors voltam a se enfrentar na quinta-feira, dia 4 de outubro, no Mineirão, em Belo Horizonte. A Raposa ainda espera que o cartão vermelho aplicado a Dedé seja anulado pela Conmebol. Uma resposta definitiva sobre isso deve ser dada pela confederação nos próximos dias.  

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
2º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
3º lugar: Vale-compra de R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$500 (US$125)
2º lugar: Vale-compra de R$300 (US$75)
3º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
4º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
5º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os vales-compras serão exclusivamente para as lojas designadas.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.