Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Corinthians segura pressão e empata com o Flamengo na semifinal da Copa do Brasil

Corinthians segura pressão e empata com o Flamengo na semifinal da Copa do Brasil

14 Setembro 2018por Stefano De Luca

Flamengo e Corinthians fizeram um duelo de ataque contra defesa na noite desta quarta-feira, no Maracanã. Diante de 50 mil torcedores, o rubro-negro teve o total domínio das ações, finalizou mais, ficou mais com a bola, mas não conseguiu furar a bem armada retranca de Jair Ventura, que foi mais eficiente em sua proposta de jogo e voltou do Rio vivo, com o empate em 0 a 0. A vaga agora será decidida no dia 26 de setembro, na Arena Corinthians, em Itaquera. Como na Copa do Brasil não existe mais a regra do gol qualificado, qualquer empate levará a decisão para os pênaltis. Quem vencer em São Paulo avança rumo a grande final da Copa do Brasil, para enfrentar o vencedor de Cruzeiro x Palmeiras. 

Corinthians Flamengo penaltis Copa do Brasil  


AS ESTRATÉGIAS DOS TREINADORES 

Necessitando de uma vitória em casa para chegar a São Paulo em situação confortável no confronto, Mauricio Barbieri armou um Flamengo ultra ofensivo para enfrentar o Corinthians. A diretoria flamenguista também contribuiu para que o treinador tivesse força máxima para o duelo. Lucas Paquetá e Gustavo Cuéllar, que na terça-feira haviam tido compromissos pelas seleções brasileiras e colombianas, respectivamente, foram buscados às pressas por um jatinho fretado. Ambos iniciaram o jogo como titulares. O treinador ainda completou o seu meio de campo com Diego, Éverton Ribeiro e Vitinho, com o colombiano Uribe ganhando nova chance no comando de ataque. 

Já Jair Ventura, por sua vez, armou um Corinthians extremamente defensivo. O novo treinador corintiano sacou Pedrinho da equipe, optou por escalar um esquema com três volantes, avançou Jadson para o ataque e colocou Clayson e Romero nas pontas, para auxiliar os laterais na marcação. A proposta do treinador do Timão era simples: segurar a pressão do Flamengo, arrancar um empate e voltar vivo para São Paulo. 

Corinthians Flamengo Copa do Brasil

 

MOVIMENTADO, PRIMEIRO TEMPO TEM DUAS CHANCES CLARAS PARA CADA EQUIPE 

No duelo de estratégias, quem se deu melhor foi Jair Ventura. Com alta intensidade na marcação, o Corinthians deu a bola para o Flamengo durante todo o jogo. O rubro-negro teve mais de 70% da posse de bola, mas raramente conseguia penetrar na grande área do Timão. Foi o Corinthians, aliás, quem teve a primeira grande chance do jogo. Em saída errada de Lucas Paquetá, muito mal no jogo, Clayson invadiu a grande área livre de marcação e encheu o pé. A bola bateu na rede pelo lado de fora. Pouco depois, Jadson encontrou Clayson, que deu belo passe para Douglas errar o alvo de dentro da área.  

Aos poucos, o Flamengo acordou no jogo e passou a assumir o controle da partida. Na primeira chance, a defesa do Timão afastou mal e a bola sobrou para Paquetá, que pegou de direita, de primeira e obrigou Cássio a se esticar inteiro para fazer uma linda defesa com a ponta dos dedos. O goleiro do Timão voltaria a trabalhar pouco depois, fazendo grande defesa em cabeçada de Réver, após cobrança de escanteio de Diego.  

 

FLAMENGO DOMINA O SEGUNDO TEMPO, MAS QUASE NÃO FINALIZA 

Se já tinha atacado pouco no primeiro tempo, o Corinthians abdicou de vez do jogo na segunda etapa. Com os dez jogadores de linha atrás do meio de campo o tempo todo, a rotina do Timão no jogo consistia em desarmar o Flamengo e bicar a bola para frente, para ninguém. O Flamengo continuava com a bola, mas girava de um lado para outro sem a menor objetividade. Faltava criatividade para infiltrar a bem armada defesa do Corinthians.  

Buscando a vitória, Barbieri mexeu na equipe. Muito mal na partida, a dupla Uribe e Paquetá foi substituída por William Arão e Henrique Dourado. Pouco depois, um apagado Vitinho deixou o campo sob enormes vaias da torcida para a entrada do garoto Lincoln. Apesar das mudanças, Cássio continuou sendo pouco exigido. Jair Ventura também respondeu com alterações, mas essas por cansaço. Paulo Roberto entrou no lugar de Fagner, Mateus Vital substituiu Clayson e Araos entrou na vaga de Gabriel.  

Os ataques do Flamengo na maioria das vezes resultavam em escanteios. Foram 12 escanteios para o rubro-negro, contra nenhum do Corinthians. A medida que o tempo passava, o Corinthians parecia mais e mais satisfeito com o empate em 0 a 0. Tanto que o Timão não finalizou a gol uma vez sequer no segundo tempo. Ao final dos cinco minutos de acréscimo ditados pelo árbitro, só se ouvia a torcida do Corinthians comemorando o empate no Maracanã. Revoltada com a atuação do time, a torcida do Flamengo vaiou demais a equipe após o apito final e cantou o já tradicional “time sem vergonha” para registrar o seu descontentamento com a atuação da equipe. 

 

 

SUPERIORIDADE EM NÚMEROS, IGUALDADE NO PLACAR 

O placar final no Maracanã marcava 0 a 0, mas a superioridade do Flamengo em campo foi grande. Os números do jogo comprovam isso e mostram ainda que o rubro-negro não conseguiu transformar a superioridade em gols. Com 70% de posse de bola e 12 escanteios a favor, o Flamengo finalizou 21 vezes, contra apenas três do Corinthians. Destas, porém, apenas cinco foram chances reais de gol, contra duas do Timão. No final, o rubro-negro ainda apelou para o chuveirinho, lançando 32 bolas para a área do Timão, que por sua vez, não alçou uma bola sequer para a área do adversário. O Flamengo trocou 584 passes durante o jogo, contra 112 do Corinthians.  

 

DECISÃO SERÁ EM ITAQUERA 

Após o empate em 0 a 0 no Maracanã, os dois times seguem vivíssimos na briga por uma vaga na grande final da Copa do Brasil. Corinthians e Flamengo voltam a se enfrentar no dia 26 de setembro, desta vez na Arena Corinthians, em Itaquera. Um empate, por qualquer placar que seja, leva a decisão para os pênaltis. Quem vencer, estará na final. Na decisão, o vencedor de Corinthians e Flamengo terá pela frente o ganhador do confronto entre Cruzeiro e Palmeiras. No jogo de ida, que também aconteceu nesta quarta-feira, o Cruzeiro venceu o Palmeiras por 1 a 0, em pleno Allianz Parque. O segundo e decisivo confronto acontecerá também no dia 26, no Mineirão. Como venceu em São Paulo, o Cruzeiro joga pelo empate para confirmar sua vaga na final.  

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
2º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
3º lugar: Vale-compra de R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$500 (US$125)
2º lugar: Vale-compra de R$300 (US$75)
3º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
4º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
5º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os vales-compras serão exclusivamente para as lojas designadas.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.