Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Corinthians perde mais uma e pressão sobre Osmar Loss aumenta

Corinthians perde mais uma e pressão sobre Osmar Loss aumenta

24 Agosto 2018por Stefano De Luca

Apesar de seguir vivo nas oitavas de final da Copa Libertadores e de estar classificado para as semifinais da Copa do Brasil, a situação do técnico Osmar Loss no comando do Corinthians ganha a cada rodada que passa no Campeonato Brasileiro mais contornos de dramaticidade. Desde a saída do técnico Fábio Carille – que conquistou três títulos em um ano e meio no comando da equipe – o Timão caiu bruscamente de desempenho. Nas últimas semanas, o pífio desempenho do time paulista se intensificou. Derrotado diante do Fluminense, no Maracanã, na noite desta quarta-feira, o Corinthians acumula agora três derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro. 

A má fase do Corinthians vai além dos resultados. O desempenho da equipe em si vem sendo sofrível. O Timão encontra enormes dificuldades para criar chances de gol e o sistema defensivo do time – antes muito elogiado por sua solidez – vem falhando mais do que o normal. É fato que o trabalho de Loss até aqui é abaixo do esperado, mas o desmanche sofrido pela equipe na pausa para a Copa do Mundo ajuda a explicar um pouco os recentes tropeços do alvinegro. 

Técnico do Corinthians só tem seis vitórias, contra nove derrotas (Jales Valquer/Gazeta Press)

Desfalque 

No último mês e meio, o Corinthians perdeu alguns de seus principais jogadores. Quatro deles eram titulares absolutos: Balbuena, Rodriguinho, Maycon e Sidcley deixaram a equipe. Aqueles que entraram em seus lugares não vem rendendo o esperado. Cria do terrão alvinegro, Pedro Henrique ganhou a vaga na zaga e vem sendo um dos principais alvos da ira da torcida, com falhas constantes. Para o lugar de Maycon, o volante Douglas do Fluminense foi contratado, mas ele ainda não se encontrou na equipe. Na lateral-esquerda, Danilo Avelar apresenta características muito diferentes das de Sidcley e ele é outro que vem jogando abaixo do esperado.  

As esperanças alvinegras recaem sobre os ombros dos novos gringos da equipe: o meia chileno Angelo Araos e o atacante paraguaio Sergio Diaz. O primeiro vem entrando aos poucos, mas já mostrou que tem qualidades. Polivalente, o jovem meio campista pode atuar tanto de volante quanto de meia, centralizado ou aberto pela esquerda. Contratado por empréstimo junto ao Real Madrid, o atacante Sergio Diaz ainda não estreou pela equipe. Em fase final de tratamento por uma lesão no joelho, o paraguaio deve estar apto para jogar já na semana que vem e a esperança é que ele aumente o poder de fogo da equipe, que vem sofrendo com a má fase de seus jogadores de ataque. 

O atacante paraguaio Sergio Diaz é o novo reforço do Corinthians (Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians)

Tudo isso é levado em consideração pela diretoria alvinegra, que diante da pressão da torcida pela demissão de Loss, optou por blindar o treinador, que será mantido no cargo. Apesar disso, os dirigentes reconhecem que a equipe precisa render mais. Recentemente, Loss foi questionado pela diretoria pelos excessos de mudança no esquema tático da equipe, que alterna demais entre o 4-2-4, o 4-2-3-1 e o 4-4-1.  

Andrés Sanchez analisa situação 

"A análise que eu faço é aquilo que vocês costumam falar quando defendem a permanência do treinador, que ele precisa de tempo para trabalhar. É claro que os resultados são importantes, mas enquanto ele não perder o vestiário e o grupo permanecer fechado, continua. O treinador não faz mágica. Os jogadores sabem que precisam render um pouco mais. Eles têm jogado abaixo do que podem, mas é uma fase. Temos que sair dela o mais rápido possível”, disse Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, ainda na zona mista do Maracanã, após a derrota da sua equipe para o Fluminense. 

Perguntado ainda se o treinador seria demitido em caso de eliminação na Copa Libertadores, o presidente alvinegro negou a possibilidade. Na próxima quarta-feira, dia 29 de agosto, em Itaquera, o Timão recebe o Colo-Colo precisando vencer por dois gols de diferença para seguir vivo na competição. 

"Se for eliminado da Libertadores, na semana seguinte tem a Copa do Brasil. Não vai ser um mágico que vai vir aqui e solucionar os problemas em cinco dias, sem tempo nem de treinar. Não tem que ter mudança. Eu já falei publicamente que estamos priorizando a Copa do Brasil, a Libertadores vem por último, depois do Brasileiro", completou o mandatório alvinegro. 

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians (Divulgação)

Osmar Loss se defende 

Ciente da má fase de sua equipe a da pressão que o ronda no dia a dia, o técnico Osmar Loss tratou de se defender, ressaltou que o seu time segue vivo em três competições e garantiu ter o apoio do elenco para dar a volta por cima no comando do Timão. 

"Essas avaliações têm que ser feitas de maneira coletiva. O futebol é de resultado no Brasil. O cuidado é esse, mas a resposta é positiva. O feedback que temos do elenco é positivo. Estamos vivos na Copa do Brasil e na Libertadores e sairemos fortalecidos. A saída dos jogadores, são dificuldades que qualquer treinador teria que passar. Estou tentando me virar da melhor maneira possível”, defendeu-se o comandante corintiano. 

Loss comentou ainda sobre a derrota do Corinthians diante do Fluminense. Depois de tomar mais um gol de bola parada, a equipe ainda foi prejudicada pela polêmica expulsão de Romero, ainda no primeiro tempo e não conseguiu reagir. Os cariocas venceram por 1 a 0. 

"Hoje fomos prejudicados pela expulsão. O time foi muito guerreiro, competiu para caramba, não jogamos por uma bola. Mas sabemos que temos que melhorar, encontrar um desenho melhor no meio de campo para ficar mais com a bola, precisamos chegar com mais força no terço final do campo, analisou Osmar Loss. 

Com 26 pontos em 20 partidas, o Corinthians se encontra na oitava colocação do Campeonato Brasileiro, no limbo entre a briga pelo G-6 e o temor do Z-4. O desempenho de Osmar Loss como treinador do Corinthians até o momento é muito aquém do esperado, tendo conquistado apenas 44% dos pontos possíveis. São oito vitórias, quatro empates e nove derrotas em 21 partidas à frente do Timão. 

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
2º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
3º lugar: Vale-compra de R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$500 (US$125)
2º lugar: Vale-compra de R$300 (US$75)
3º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
4º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
5º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os vales-compras serão exclusivamente para as lojas designadas.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.