Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Comunicado oficial da Conmebol confirma punição ao Santos; confira a repercussão do “Caso Sánchez”

Comunicado oficial da Conmebol confirma punição ao Santos; confira a repercussão do “Caso Sánchez”

28 Agosto 2018por Stefano De Luca

O “Caso Sánchez” ainda vai dar muito pano para manga. Depois de quase 24 horas do início do julgamento, a Conmebol anunciou às 11 horas da manhã desta terça-feira (28/08) que decidiu punir o Santos por escalar irregularmente o meia Carlos Sánchez no jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores, diante do Independiente, no Avellaneda.

A Conmebol divulgou um longo comunicado oficial, confirmando a punição ao Santos. O Peixe – que havia voltado da Argentina com um confortável 0 a 0 – agora terá de reverter uma quase irreversível derrota por 3 a 0. O jogo de volta entre Santos e Independiente acontece às 19h30 desta terça-feira, no Pacaembu.

Confira o comunicado da Conmebol, na íntegra:

Considerando:

(i) Que os citados artigos 56 e 19.3 permitem a qualquer clube reclamar contra o resultado de uma partida por motivo de escalação indevida de um jogador do time adversário até 24 horas depois da partida e o Club Atlético Independiente interpôs a citada reclamação dentro do prazo e formato

(ii) Que o Santos Futebol Clube apresentou por escrito sua defesa no tempo e formato no dia 24 de agosto de 2018 e no dia 27 de agosto de 2018 foi concedido o direito de ser ouvido em audiência diante deste Tribunal antes da sua decisão

(iii) Que o Tribunal de Disciplina decidiu que o Santos não cumpriu o dever de se comunicar diretamente com a Unidade Disciplinaria conforme o artigo 9 do Regulamento da Conmebol Libertadores 2018

(iv) Conforme o Artigo 19.1 do RD (Regulamento Disciplinar), qualquer time que seja responsável por uma escalação indevida se considerará como perdedor desse jogo por 3-0

(v) Que o Tribunal de Disciplina decidiu o Santos Futebol Clube como responsável da infração de escalação indevida do jogador Carlos Andres Sanchez no cumprimento da sanção pendente de 1 partida de suspensão

Portanto, o Tribunal de Disciplina decidiu:

Fazer valer a reclamação apresentada pelo Club Atlético Independiente;

Declarar como perdedor o Santos Futebol Clube da partida disputada ante o Club Atlético Independiente, correspondente a ida das oitavas de final da Libertadores 2018 e, em consequência:

Determinar o resultado de 3 a 0 a favor do Club Atlético Independiente em conformidade ao artículo 19 do Regulamento Disciplinar da Conmebol

Confirmar a suspensão do jogador Carlos Andrés Sanchez Arcosa por uma partida, a qual deve ser cumprida na partida seguinte da Libertadores 2018 (o jogo desta terça no Pacaembu).

Tribunal de Disciplina da Conmebol

“Indignado”, Peixe responde

Poucos minutos depois da confirmação por parte da Conmebol de que o Santos havia sido declarado culpado por escalar irregularmente o meia Carlos Sánchez, o Peixe respondeu com duas notas escritas pela diretoria em seu site oficial, lamentando o parecer negativo da entidade sul-americana, prometendo inclusive que o clube irá recorrer da punição.

Na segunda nota, inclusive, o Santos ainda acusa a Conmebol de tratar os clubes brasileiros de maneira desigual, em sentimento que foi compartilhado por importantes nomes da imprensa esportiva brasileira, por meio do Twitter.

Confira as notas do Peixe:

O Santos FC vem a público manifestar o descontentamento e a resignação com a punição imposta ao Clube pelo Tribunal Disciplinar da Conmebol na manhã desta terça-feira.

Não bastasse o estranhar da lenta decisão, a punição publicada não tem o menor embasamento legal ou jurídico. Além do que, pune duplamente o Santos FC, com a perda do jogo e a manutenção da suspensão do jogador Carlos Sánchez.

Por fim, em busca do direito do torcedor santista, o Clube declara publicamente que irá à todas instâncias cabíveis, a fim de que a Justiça sobre o caso seja feita.

 

Segunda nota foi publicada horas depois, criticando tratamento da Conmebol com os clubes brasileiros:

O SANTOS FUTEBOL CLUBE vem a público, diante da lamentável e constrangedora decisão da Unidade Disciplinar da CONMEBOL, manifestar seu repúdio ao critério de (in)justiça utilizado, com notório tratamento desigual da Entidade Máxima do futebol sul-americano com os Clubes brasileiros.

A postura da decisão, em reflexo do que foi vivido na audiência realizada ontem na CONMEBOL, revela a desigualdade e a incompatibilidade de armas dos Clubes disputantes da Conmebol Libertadores, especialmente quando atribui ilegalmente uma dupla punição ao Santos FC, determinando um placar de 3×0 no primeiro confronto em favor do Independiente e também retirando o atleta Carlos Sanchez da partida de hoje. Esse bis in idem punitivo é frontalmente contrário ao estabelecido no Código Disciplinar da FIFA.

Diante desta instabilidade no cenário político vivido pelos Clubes brasileiros na CONMEBOL, há uma necessidade premente de uma união de todos os representantes do desporto brasileiro em torno de nossas convicções, para que o nosso futebol não venha a ser grosseiramente prejudicado não só nas quatro linhas como fora delas.

Registramos, derradeiramente, que este Tricampeão da Libertadores e que por duas vezes levou o nome do futebol sul-americano ao topo do Mundo irá até as últimas instâncias para defender o seu direito de competir em igualdade, bem como não esmorecerá na busca incessante pela justa indenização pelos prejuízos já causados.

Caso pode parar na Suíça

Buscando todas as alternativas possíveis para reverter a punição da Conmebol, o Santos não descarta recorrer junto ao TAS (Tribunal Arbitral do Esporte), com sede na Suíça. O clube – que já havia se defendido por escrito na sexta passada – ainda esteve presente durante o julgamento, em Assunção, no Paraguai, para reforçar os seus argumentos, em busca da absolvição. A delegação santista no Paraguai foi composta pelo presidente José Carlos Peres, o diretor jurídico Rodrigo Gama e o advogado Mario Bittencourt, contratado especialmente para defender o clube neste caso.

Mario Bittencourt ganhou notoriedade no mundo esportivo em 2013, quando defendeu o Fluminense no “Caso Héverton”, que acabou culminando com o polêmico rebaixamento da Portuguesa. Durante participação no programa Bem Amigos, do Sportv, na noite de segunda-feira, Bittencourt havia falado um pouco sobre o caso do Santos.

- Independente da decisão, cabe recurso na Conmebol e no TAS. O resultado não pode ser o definitivo. Vamos recorrer até a última instância. Sob o ponto de vista desportivo, é complicado deixar a decisão para o dia do jogo, mas mostra que a nossa defesa foi analisada minunciosamente. – disse o advogado, durante a participação no programa.

Santos tenta virar a chave no Pacaembu

A situação é complicada, mas os atletas do Santos tentarão apenas por algumas horas esquecer da punição da Conmebol, no confronto desta noite. Às 19h30, no Pacaembu, o Peixe recebe o Independiente precisando golear por quatro gols de diferença para manter-se vivo na Copa Libertadores.

Buscando inspiração para a missão quase impossível, o Santos usou suas redes sociais para recordar a torcida de uma virada parecida que conseguiu, na semifinal do Brasileiro de 1995. Na ocasião, o Peixe havia sido goleado por 4 a 1 pelo Fluminense no Maracanã, mas conseguiu uma épica vitória por 5 a 2 no jogo de volta, neste mesmo Pacaembu, garantindo vaga na final do Brasileirão daquele ano.

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
2º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
3º lugar: Vale-compra de R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$500 (US$125)
2º lugar: Vale-compra de R$300 (US$75)
3º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
4º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
5º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os vales-compras serão exclusivamente para as lojas designadas.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.