Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Com arbitragem polêmica, Uruguai fica no empate com o Japão em Porto Alegre

Com arbitragem polêmica, Uruguai fica no empate com o Japão em Porto Alegre

21 Junho 2019por Stefano de Luca

Naquele que talvez tenha sido o melhor jogo da fase de grupos da Copa América até o momento, Uruguai e Japão ficaram no empate, por 2 a 2, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Os japoneses surpreenderam, jogaram bem e chegaram a estar na frente no placar duas vezes. Os uruguaios precisaram ir buscar o empate duas vezes e ainda acabaram beneficiados pela polêmica atuação do árbitro principal e do trio do VAR, que acabaram dando um pênalti bem polêmico para o Uruguai e ignoraram um pênalti claro para o Japão, já no segundo tempo do jogo.

Polêmicas à parte, o jogo foi bastante movimentado e de muitas emoções em Porto Alegre. Quatro gols, bolas na trave e grandes defesas dos dois goleiros. Desta vez com o jovem Kubo no banco de reservas, o Japão viu Miyoshi marcar duas vezes, enquanto os uruguaios, por sua vez, marcaram com o artilheiro Luis Suárez, cobrando pênalti e com o zagueiro Giménez, de cabeça, após cobrança de escanteio do meia Lodeiro.

O jogo foi bom e contou com um bom público em Porto Alegre. No total, quase 40 mil torcedores estiveram presentes na Arena do Grêmio para acompanhar ao empate entre Uruguai e Japão, totalizando em uma renda de mais de 6 milhões e meio de reais.

Em relação a equipe que massacrou o Equador por 4 a 0 na primeira rodada, o técnico Óscar Tabárez fez apenas uma modificação e ela foi forçada. O volante Vecino, que acabou se machucando diante dos equatorianos, acabou tendo que ser cortado da Copa América. Para o seu lugar, Tabárez apostou no volante Torreira, que fez grande temporada pelo Arsenal. Mais uma vez, Lodeiro foi o titular na vaga de meia-armador, deixando De Arrascaeta no banco de reservas novamente.

Já os japoneses também vieram com algumas mudanças. Grande promessa da seleção do Japão, o meia Kubo começou o jogo entre os suplentes, enquanto o veterano centroavante Okasaki, do Leicester City, foi o titular no comando de ataque da equipe treinada por Hajime Moriyasu.

Mesmo tecnicamente melhor que os japoneses, os uruguaios começaram o jogo mais acuados, sendo surpreendidos pela velocidade japonesa. Apesar disso, a primeira chance foi uruguaia, já que Suárez arriscou uma finalização do meio de campo e assustou o goleiro Kawashima, quase marcando um golaço no primeiro minuto de jogo em Porto Alegre. Mortal nos contra-ataques, o Japão abriu o placar aos 25 minutos, quando Miyoshi recebeu grande lançamento em profundidade, ganhou na velocidade e bateu por cima do goleiro Muslera, para fazer o primeiro. O empate viria aos 30 minutos, em lance muito polêmico. Cavani foi tentar uma finalização, mas acabou chutando a sola de Ueda. Alguns segundos depois do lance, Andrés Rojas foi ao VAR para conferir a jogada e acabou marcando pênalti em Cavani, para a surpresa de todos. Suárez foi para a bola e deslocou Kawashima para empatar. Inspirado, Cavani mostrava que queria jogo e arriscou um chutaço de esquerda que explodiu no travessão, poucos minutos depois do empate.

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, mais uma grande polêmica na arena gremista. Nakajima fez uma sensacional jogada individual, invadiu a área e foi claramente derrubado por González. Inacreditavelmente, o juiz mandou o jogo seguir e nem ao menos foi ao VAR para verificar a possível penalidade. O Uruguai cresceu no segundo tempo e quase virou o jogo com Cavani, que perdeu chance de ouro, cara a cara com Kawashima. Se o Uruguai perdeu uma chance clara, o Japão não perdoou. Aos 13 minutos, após cruzamento da esquerda dos japoneses, Muslera falhou feio e soltou a bola no pé de Miyoshi, que conferiu para o gol. A alegria japonesa, porém, durou pouco, já que aos 20 minutos, Lodeiro cobrou escanteio fechado e Giménez apareceu no primeiro pau para testar cruzado, no cantinho de Kawashima, que nada pôde fazer. O Uruguai cresceu após o empate e quase chegou a virada, mas viu a cabeçada de Suárez explodir no travessão, naquela que seria a última chance clara do jogo em Porto Alegre.


Uruguaios e japoneses juntos no Arena Grêmio de Porto Alegre. (Foto: Del Sol FM)

Com o empate, o Uruguai manteve a liderança do Grupo C, agora com quatro pontos, enquanto o Japão é o terceiro colocado, somando o seu primeiro ponto na competição. Vale lembrar, porém, que Chile e Equador tem um jogo a menos, pois se enfrentam na noite desta sexta-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Já a última e decisiva rodada do Grupo C da Copa América acontece nesta segunda-feira, quando Chile e Uruguai fazem um clássico sul-americano no Maracanã, enquanto Equador e Japão jogam entre si no Mineirão.

TÉCNICO DO JAPÃO FICA NA BRONCA COM O VAR APÓS ERROS DIANTE DO URUGUAI

O Japão esteve muito perto de surpreender a todos e vencer o Uruguai em Porto Alegre. Os japoneses, porém, acabaram prejudicados por duas controvérsias decisões do árbitro e da turma do VAR, que optaram por dar um pênalti polêmico em cima de Cavani e também ignoraram um pênalti de González em Nakajima, no início do segundo tempo. O treinador japonês, Hajime Moriyasu, discordou das decisões dos árbitros, mas tratou de parabenizar a sua equipe pelo jogo e também o adversário, pela raça demonstrada em campo.

- Não foi pênalti. Mas como o juiz tomou a decisão, temos que aceitar. O Uruguai buscou o resultado. O Uruguai é uma equipe muito forte e nós conseguimos jogar de igual para igual com eles. Queria dar os parabéns aos meus jogadores. No vestiário, vi a feição deles, de que poderiam ter vencido. – declarou o treinador japonês.

Agora com um ponto, o Japão precisa vencer o Equador no terceiro e decisivo confronto da chave para permanecer com chances de classificação para as quartas de final da Copa América.

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$200 (US$50)
2º lugar: R$100 (US$25)
3º lugar: R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$500 (US$125)
2º lugar: R$300 (US$75)
3º lugar: R$200 (US$50)
4º lugar: R$100 (US$25)
5º lugar: R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os bônus serão exclusivamente para a área de Sports.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.

13. Os Termos e Condições gerais do Betmotion.com se aplicam para este bônus.