Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Brasil vence por 2 a 0, elimina a Argentina e está na final da Copa América

Brasil vence por 2 a 0, elimina a Argentina e está na final da Copa América

03 Julho 2019por Stefano De Luca

O Brasil está de volta a uma final de Copa América após 12 anos. Para conseguir esta façanha, a seleção brasileira precisou superar a arquirrival Argentina, por 2 a 0, em partida muito equilibrada, disputada no Mineirão. De volta ao palco do fatídico 7 a 1, o Brasil parece ter exorcizado aquele demônio, vencendo o seu maior rival com autoridade e voltando a decidir a competição continental após três eliminações precoces consecutivas na Copa América. Aos argentinos, cabe apenas o lamento e a certeza de que o jejum de 26 anos sem títulos será estendido para pelo menos 27, já que teremos Copa América novamente no ano que vem.

Brasil e Argentina fizeram um grande jogo em Belo Horizonte, com boas chances para os dois lados. Tite repetiu a escalação que mais vem agradando em rodadas recentes da Copa América, com Casemiro de volta ao time após cumprir suspensão e Everton, Gabriel Jesus e Roberto Firmino fazendo uma trinca de atacantes na frente. Na lateral-esquerda, Alex Sandro foi titular, já que Filipe Luis ainda não está 100% após se lesionar diante do Paraguai. Já Lionel Scaloni, repetiu uma escalação pela primeira vez desde que assumiu o comando da seleção argentina, armando a equipe com uma trinca de volantes formada por Paredes, Acuña e De Paul, jogando atrás do trio ofensivo de Lionel Messi, Sergio Aguero e Lautaro Martínez.

Jogando em casa e mais pressionado para conseguir a vitória, o Brasil começou melhor o jogo. Logo no primeiro minuto, Firmino obrigou Armani a fazer grande defesa, mas o atacante brasileiro estava impedido e o lance foi invalidado. A Argentina respondeu com bomba de Paredes, que passou raspando o travessão de Alisson. Aos 16, Jesus recebeu de Firmino, mas errou o domínio, quando sairia cara a cara com o goleiro. O Brasil abriu o placar aos 18 minutos, em linda jogada coletiva. Melhor homem em campo diante da Argentina, Dani Alves fez jogada espetacular, deu dois dribles desconcertantes em sequência e abriu o jogo para Roberto Firmino, que levantou a cabeça e tocou para Gabriel Jesus, livre, empurrar de primeira para o gol. Golaço do Brasil e o primeiro de Gabriel Jesus pelo Brasil em competições oficiais em quase dois anos. O camisa 9, vale destacar, fez um gol e deu uma assistência, sendo um dos melhores em campo nesta terça-feira.

Com a vantagem de 1 a 0 no placar, o Brasil acabou recuando um pouco, permitindo que a Argentina crescesse no jogo. Aos 30, quase que os Hermanos empatam. Messi cobrou falta para a área e Aguero, livre, cabeceou no travessão de Alisson. A bola ainda quicou dentro da área, antes de ser afastada pela zaga brasileira. Novamente com Aguero, a Argentina voltou a assustar cinco minutos depois. Messi arrancou pela intermediária e serviu o atacante do City, que invadiu a área e chutou forte. Preciso, Marquinhos apareceu na Hora H para bloquear o chute de Kun e mandar a bola para escanteio.

A seleção brasileira voltou do intervalo com uma modificação. Buscando preencher mais o meio de campo, Tite sacou o apagado Everton para a entrada do polivalente Willian, que havia entrado bem nos outros jogos da Copa América. Apesar disso, foi a Argentina quem voltou melhor e criou duas boas chances. Na primeira, Martínez finalizou para boa defesa de Alisson e na segunda, De Paul pegou muito embaixo da bola e mandou por cima da meta brasileira. O Brasil teve uma chance de ouro para fazer o segundo aos 10 minutos. Gabriel Jesus fez sensacional jogada individual e serviu Coutinho, que de dentro da área, pegou muito mal na bola, chutando por cima do gol de Armani. No lance seguinte, quase o castigo. Messi recebeu, invadiu a área e bateu na trave direita de Alisson. A bola ainda sobrou para o próprio Messi no rebote, mas a Argentina não conseguiu marcar.

Sentindo a sua equipe em um melhor momento no jogo, Scaloni resolveu ir para cima de vez, sacando Acuña para a entrada do mais incisivo Di María. Logo na sequência, mais uma boa chance da Argentina, mas Alisson voou para encaixar de maneira sensacional, uma falta cobrada por Messi. No momento em que a Argentina era melhor no jogo, o Brasil soube contra-atacar para fazer o segundo. Aos 25 minutos, Gabriel Jesus fez ótima jogada individual, disparou por cerca de 70 metros, ganhou de Otamendi na velocidade, parou, tirou Foyth da jogada e rolou para Roberto Firmino, livre, empurrar para o gol vazio. Mais um golaço do Brasil, que abria 2 a 0 no Mineirão e colocava um pé na final da Copa América.

Pouco depois do segundo gol, um problema para Tite. Quase que simultaneamente, Gabriel Jesus e Willian sentiram lesões. O primeiro, exausto, foi sacado para a entrada de Allan, enquanto Willian ficou se arrastando em campo, apenas fazendo número, pois não tinha mais condições de correr. A Argentina foi com tudo para o abafa final, pois precisava de dois gols para forçar uma prorrogação. Aos 36, Messi cobrou falta na barreira. Aos 38, um lance polêmico. Após cobrança de escanteio, Arthur derrubou Otamendi dentro da área, mas o árbitro principal nada marcou e o VAR não entrou em ação para revisar o lance, mandando o jogo seguir. Os últimos minutos foram de faltas duras dos argentinos e de muita provocação dos mais de 55 mil torcedores que lotaram o Mineirão e gritavam “Olé” e “Eliminado” para provocar os argentinos.

Ao som do apito final, os jogadores brasileiros comemoravam muito a classificação e o alívio por evitar uma nova decepção em casa. Já os jogadores argentinos desabaram no choro, sendo consolado pelos rivais. A seca Argentina continua, os Hermanos não sabem o que é conquistar um título desde 1993, quando conquistaram justamente a Copa América. No ano que vem, a Argentina co-sediará o evento com a Colômbia e terá mais uma chance de quebrar o jejum. A Argentina agora joga pelo prêmio de consolação. No sábado, os Hermanos esperam pelo perdedor do duelo entre Chile e Peru, com quem jogarão pelo simbólico terceiro lugar da Copa América, na Arena Corinthians, em São Paulo.

Já o Brasil está classificado para a grande final e luta para conquistar o seu nono título continental. A seleção brasileira agora espera para conhecer o seu adversário, que sairá do duelo entre o bicampeão Chile e a zebra Peru, que duelam na noite desta quarta-feira, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. A grande final da Copa América acontece neste domingo, no Estádio do Mineirão, no Rio de Janeiro.

.

Foto de capa: Gabriel Jesus comemora o primeiro gol do Brasil. (EUGENIO SOUZA/AP)

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$200 (US$50)
2º lugar: R$100 (US$25)
3º lugar: R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$500 (US$125)
2º lugar: R$300 (US$75)
3º lugar: R$200 (US$50)
4º lugar: R$100 (US$25)
5º lugar: R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os bônus serão exclusivamente para a área de Sports.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.

13. Os Termos e Condições gerais do Betmotion.com se aplicam para este bônus.