Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Brasil tem três gols anulados e fica no empate com a Venezuela

Brasil tem três gols anulados e fica no empate com a Venezuela

19 Junho 2019por Stefano De Luca

Na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa América, Brasil e Venezuela ficaram no empate por 0 a 0. A seleção brasileira jogou melhor que a venezuelana, pressionou o jogo inteiro e chegou até a balançar as redes de Fariñez, mas teve três gols anulados, sendo dois deles pelo VAR. Apesar do total domínio e de toda a pressão para buscar o gol da vitória, o empate acabou prevalecendo e veio acompanhado das fortes vaias ao som do apito final, com o melancólico 0 a 0 em Salvador.

O empate frustra os planos do Brasil, que continua na liderança do Grupo A, mas que agora terá que vencer o Peru na última rodada da fase de grupos, para garantir a primeira colocação da chave, sem ter que depender de outros resultados. O Brasil fez ótimos primeiros 20 minutos de jogo na Arena Fonte Nova, mas perdeu chances e depois disso diminuiu bastante o ritmo da partida. Fica, claro, a frustração por conta da trinca de gols anulados, um no primeiro tempo e dois no segundo.

Irritados com a performance do time e com o pífio resultado, os quase 40 mil torcedores que compareceram ao jogo, em Salvador, vaiaram muito o time após o apito final do árbitro e chegaram a ensaiar um grito de “olé” enquanto os venezuelanos tocavam a bola já nos acréscimos do segundo tempo, com o empate já garantido.

Brasil tem três gols anulados e empata com a Venezuela

Para o confronto diante dos venezuelanos, Tite colocou em campo praticamente o mesmo time que venceu a Bolívia por 3 a 0 no Morumbi, apenas com o retorno do então lesionado Arthur no lugar de Fernandinho. Os primeiros 20 minutos do Brasil foram ótimos, com diversas chances de gol, mas faltou caprichar mais na finalização. Depois dessa blitz inicial, a seleção parece ter cansado e passou a permitir que a Venezuela ficasse mais com a bola. Em sua única finalização na primeira etapa, os visitantes chegaram perto de marcar, com Rondón testando uma bola que passou raspando a trave direita de Alisson.

A verdade é que o Brasil chegou a marcar um gol no primeiro tempo, mas ele não valeu. Aos 37 minutos, Daniel Alves recebeu pela direita e cruzou rasteiro para Roberto Firmino, que dominou, girou e fez o gol. O tento, porém, foi anulado pelo árbitro Julio Bascuñan, que deu falta do brasileiro no lance e não fez questão nem de ir até o VAR conferir o lance novamente.

Notícias relacionadas:

A arbitragem continuaria a ser a grande vilã da noite em Salvador. Mesmo sem fazer um grande segundo tempo, o Brasil marcou duas vezes. Na primeira, após bate-rebate na área, a bola sobrou para Roberto Firmino, que serviu Gabriel Jesus. O camisa 9 marcou e saiu para o abraço, mas após o gol chegar a ser validado, o VAR entrou em ação e viu impedimento de Firmino na jogada e o gol foi anulado. O filme se repetiria aos 41 minutos do segundo tempo. Everton, que entrou bem no jogo novamente, fez grande jogada individual e bateu para o gol. Fariñez espalmou e Coutinho conferiu para o gol no rebote. Novamente, o VAR entrou em ação. Acontece que, após a finalização de Coutinho, a bola ainda resvala de leve no joelho de Firmino, que estava em posição de impedimento.

No final, apesar de ter finalizado 15 vezes e tido três gols anulados, a seleção brasileira teve que se contentar com um frustrante empate sem gols com a Venezuela. Mesmo assim, o Brasil continua na liderança do Grupo A, agora com quatro pontos, enquanto os venezuelanos ocupam a terceira colocação, com dois pontos. No sábado, pela terceira e última rodada da fase de grupos, o Brasil recebe o Peru na Arena Corinthians, em São Paulo, enquanto a Venezuela enfrenta a Bolívia no Mineirão, em Belo Horizonte, dependendo apenas de si mesma para garantir vaga nas quartas de final da Copa América.

DE VIRADA, PERU VENCE A BOLÍVIA POR 3 A 1 NO MARACANÃ

No outro jogo do Grupo A, que também aconteceu na noite de terça-feira, mas no Maracanã, no Rio de Janeiro, o Peru venceu a Bolívia por 3 a 1, de virada, conquistando o seu primeiro triunfo na atual edição da Copa América. Velhos conhecidos do torcedor brasileiro, os centroavantes Marcelo Moreno e Paolo Guerrero brilharam, marcando uma vez cada no confronto sul-americano.

Quem se deu melhor, porém, foi Guerrero. O atacante do Internacional foi o grande destaque da partida, marcando um belo gol e dando uma milimétrica assistência para Farfán. A vitória peruana, conquistada de virada, ainda seria sacramentada com um lindo gol do meia Flores, já nos acréscimos da partida. O gol da Bolívia foi marcado por Marcelo Moreno, cobrando pênalti, ainda no primeiro tempo.

A segunda derrota em dois jogos deixa a Bolívia em uma situação bastante delicada visando a última rodada da Copa América. Os bolivianos terão que vencer a Venezuela e torcer por uma combinação de resultados, incluindo os outros grupos da competição, para de alguma maneira conseguir uma vaga como um dos dois melhores terceiros colocados. Já a situação do Peru é mais tranquila. Depois de um empate na estreia, diante da Venezuela e uma vitória por dois gols de diferença, diante da Bolívia, um empate diante do Brasil deverá ser suficiente para carimbar uma vaga nas quartas de final, enquanto um triunfo diante dos brasileiros daria aos peruanos a liderança da chave.

.

Foto de capa: Fernandinho lamenta após empate com a Venezuela - 18/06/2019 (Rodolfo Buhrer/Reuters)

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$200 (US$50)
2º lugar: R$100 (US$25)
3º lugar: R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$500 (US$125)
2º lugar: R$300 (US$75)
3º lugar: R$200 (US$50)
4º lugar: R$100 (US$25)
5º lugar: R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os bônus serão exclusivamente para a área de Sports.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.

13. Os Termos e Condições gerais do Betmotion.com se aplicam para este bônus.