Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Athlético-PR volta a vencer o Internacional e conquista a Copa do Brasil

Athlético-PR volta a vencer o Internacional e conquista a Copa do Brasil

20 Setembro 2019por Stefano De Luca

Pela primeira vez em sua história, o Athlético Paranaense conquistou a Copa do Brasil. O título veio após duas convincentes vitórias diante do gigante Internacional. Jogando em casa, o Furacão venceu por 1 a 0 na semana passada e, por conta disso, poderia até empatar no Beira-Rio que seria campeão. O Athlético, porém, foi além e venceu o Colorado em Porto Alegre, por 2 a 1, conquistando o título com 3 a 1 no placar agregado, com toda a justiça, tendo sido superior ao Internacional na soma dos 180 minutos da decisão.

Jogando em casa, diante de um lotado Estádio do Beira-Rio, o Internacional até tentou pressionar o Athlético Paranaense, já que precisava vencer para manter vivo o sonho de conquistar a Copa do Brasil pela segunda vez. O Furacão deu de ombros ao Beira-Rio lotado e fez o seu jogo, absorveu a pressão inicial do Colorado e inclusive saiu na frente, com Léo Cittadini. No segundo tempo, o Inter deixou tudo igual com Nico López, mas no último minuto da partida, quando o Internacional foi para cima com tudo, em busca do segundo gol, foi o Athlético quem marcou novamente, desta vez com Rony, após jogada absurda de Marcelo Cirino na ponta-esquerda.

O inédito título da Copa do Brasil confirma a grande fase vivida pelo Athlético Paranaense, que já merece ser tratado como um dos agora 13 grandes do país, ao lado dos tradicionais 12 grandes clubes brasileiros. Agora, o Furacão ostenta um título do Campeonato Brasileiro, conquistado em 2001, além do título Sul-Americano, levantado no ano passado. Campeão também da Copa do Brasil o clube paranaense foi ainda vice-campeão da Copa Libertadores em 2005.

Já o Internacional dá adeus ao sonho de conquistar a Copa do Brasil pela segunda vez consecutiva. A temporada que parecia promissora vai caminhando para um desfecho decepcionante, já que o Colorado foi eliminado nas quartas de final da Copa Libertadores. No Campeonato Brasileiro, o Inter é o quarto colocado, está um pouco longe da briga pelo título, mas segue firme na briga por uma vaga no G-6, que dá uma vaga na próxima edição da Libertadores.

Com o título, o Athlético Paranaense se tornou o 12º clube diferente a conquistar a prestigiosa Copa do Brasil, sendo a primeira equipe do estado do Paraná a levantar a taça. Além do troféu e da vaga na fase de grupos da próxima edição da Copa Libertadores, o Furacão embolsou ainda 52 milhões de reais, a premiação do CBF ao campeão.

Dentre aqueles conhecidos como os 12 grandes do futebol brasileiro, apenas São Paulo e Botafogo ainda não sabem o que é vencer a competição. Enquanto o Fogão bateu na trave em 1999, sendo surpreendido pelo Juventude na final, o Tricolor Paulista amargou o vice no ano seguinte, caindo para o hexacampeão Cruzeiro na decisão.

Já dizia o filósofo que “não se mexe em time que está ganhando”. Tiago Nunes, treinador do Athlético-PR, seguiu este ditado à risca. O jovem treinador atleticano mandou a campo os mesmos 11 jogadores que venceram o Internacional na Arena da Baixada, por 1 a 0. Já Odair Hellmann acabou contando com o imprevisto de não poder contar com o veterano D’Alessandro, já que o meia argentino sofreu uma lesão dias antes do duelo e acabou vetado da partida decisiva. Para o lugar de D’Ale, Odair apostou na velocidade de Wellington Silva, que compôs o ataque ao lado de Nico López e Paolo Guerrero, preterindo, portanto, a experiência de Rafael Sobis.

Precisando vencer por dois gols de diferença no Beira-Rio para conquistar a taça no tempo normal, o Internacional começou o jogo pressionando o Athlético Paranaense. Apesar de ficar mais com a bola, o Colorado não conseguiu traduzir isso em chances, até porque Paolo Guerrero, principal esperança de gols da equipe, foi muito bem marcado pelos zagueiros. O Inter jogava mais, mas quem abriu o placar foi o Athlético. Em contra-ataque fulminante, Marco Ruben recebeu na esquerda e deu belo passe para Léo Cittadini, que chegou batendo de direita, vencendo o goleiro Marcelo Lomba.

O Internacional não se abalou com o gol sofrido e partiu para cima do Athlético-PR, já que agora precisava de dois gols para manter-se vivo na partida. O empate veio no finalzinho do primeiro tempo, em lance bizarro, de bate-rebate dentro da área. Depois de muitas finalizações e até uma bola na trave, a bola sobrou para Nico López, que bateu forte para enfim marcar, deixando tudo igual em Porto Alegre, antes do intervalo.

Odair Hellmann voltou para o segundo tempo com Rafael Sobis no lugar de Patrick, já que o Internacional precisava de mais um gol para forçar os pênaltis no Beira-Rio. Pouco depois, o amarelado Bruno foi sacado para a entrada de Nonato, substituição que acabou mandando Edenílson para a lateral-direita. Desesperado em busca do segundo gol, Odair ainda lançou Bruno Paredes na partida, mas o gol não veio.

Para piorar, o Internacional ainda tomou o segundo. No último lance da partida, Marcelo Cirino foi lançado na ponta-esquerda. Marcado por dois defensores, o camisa 10 do Athlético fez uma jogada absurda, deu um drible desconcertante, por entre as pernas de Edenílson e passou ainda por Rodrigo Lindoso, antes de servir Rony, que finalizou de direita no contrapé de Marcelo Lomba, para garantir a vitória e o título da Copa do Brasil ao Athlético Paranaense.

Campeão da Copa do Brasil, o Athlético Paranaense conquista o seu principal objetivo na temporada e garante uma vaga na fase de grupos da próxima edição da Copa Libertadores. Agora bem menos pressionado, o Furacão já muda o foco para o Campeonato Brasileiro. 11º colocado do Brasileirão, com 26 pontos, o Athlético visita o Vasco, neste domingo, em São Januário. Já o Internacional, amarga mais uma eliminação, poucas semanas depois de ser eliminado ainda nas quartas de final da Copa Libertadores, para o Flamengo. Quarto colocado do Brasileirão, com 33 pontos, o Inter recebe a Chapecoense, neste domingo, no Estádio do Beira-Rio, pela primeira rodada do returno da competição.

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$200 (US$50)
2º lugar: R$100 (US$25)
3º lugar: R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$500 (US$125)
2º lugar: R$300 (US$75)
3º lugar: R$200 (US$50)
4º lugar: R$100 (US$25)
5º lugar: R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os bônus serão exclusivamente para a área de Sports.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.

13. Os Termos e Condições gerais do Betmotion.com se aplicam para este bônus.