Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Athlético-PR faz 1 a 0 no Internacional no primeiro jogo da final da Copa do Brasil

Athlético-PR faz 1 a 0 no Internacional no primeiro jogo da final da Copa do Brasil

12 Setembro 2019por Stefano De Luca

O Athlético Paranaense está a um empate de sagrar-se campeão da Copa do Brasil pela primeira vez em sua história. Na noite desta quarta-feira, o Furacão recebeu o Internacional pelo jogo de ida da finalíssima da competição mata-mata e levou a melhor, vencendo por 1 a 0 na Arena da Baixada, em Curitiba. Jogando em casa, o Athlético foi superior ao Colorado, dominou a maior parte da partida e foi premiado com o gol do talentoso volante Bruno Guimarães, que marcou o único gol do jogo, logo no começo do segundo tempo.

Diante de 40 mil torcedores na lotada Arena da Baixada, Athlético Paranaense e Internacional protagonizaram uma partida digna de finalíssima da Copa do Brasil. Jogando em casa, o Furacão foi mais perigoso, teve mais a bola e criou mais chances. Mas engana-se quem pensa que o Inter se limitou apenas em se defender. O Colorado explorou bem os contra-ataques e também teve chances de marcar em Curitiba.

Os dois treinadores armaram os seus times com esquemas táticos muito parecidos. Tanto Tiago Nunes quanto Odair Hellmann apostaram no 4-3-3, com três volantes no meio de campo e dois pontas municiando o centroavante. Pelo lado do Athlético, o jovem Léo Cittadini ganhou a concorrência de Lucho González e começou jogando, assim como o atacante Nikão, que superou a briga com Marcelo Cirino. Já pelo lado do Internacional, Nico López ganhou a concorrência de Rafael Sobis e Wellington Silva e foi escalado ao lado de D’Alessandro e Paolo Guerrero no ataque Colorado.

Empurrado pela sua torcida, o Athlético foi mais perigoso no primeiro tempo. Mesmo assim, o Furacão teve dificuldades para penetrar a bem postada zaga do Internacional e optou por arriscar chutes de média distância, principalmente com Léo Cittadini e Rony. Já o Colorado, por sua vez, apostava nos contra-ataques, no talento de D’Alessandro e na velocidade de Nico López. O uruguaio, aliás, teve uma grande chance de marcar, mas pegou fraco na bola, facilitando a defesa do goleiro Santos.

O segundo tempo na Arena da Baixada foi um pouco menos amarrado do que o primeiro. Precisando construir uma vantagem em casa, já que o segundo e decisivo jogo acontecerá em Porto Alegre, na casa do Internacional, o Athlético voltou um pouco mais ligado e conseguiu o gol que tanto procurava. Logo aos 12 minutos, Marco Ruben deu um bom passe em profundidade para Bruno Guimarães, que de dentro da área, e bateu forte, de primeira, no ângulo esquerdo do goleiro Marcelo Lomba.

Perdendo por 1 a 0, o Internacional precisou se expor um pouco mais para buscar diminuir a desvantagem. Odair tentou dar mais velocidade ao time, lançando Wellington Silva e Nonato. Outro que entrou na segunda etapa foi Rafael Sobis. Mesmo com as alterações, o Furacão continuava melhor no jogo. Aos 27, o Athlético só não dobrou a sua vantagem porque Marcelo Lomba operou um milagre na Arena da Baixada. Em grande fase, Rony dominou pela esquerda e começou a costurar para dentro, invadiu a grande área e chutou forte. Já caído, Lomba deixou a mão direita e espalmou a bola, uma defesa impressionante do arqueiro Colorado. Apesar do sufoco, o Inter também teve chances de empatar, principalmente com D’Alessandro e Edenílson, mas não conseguiu marcar.

Com a vitória por 1 a 0 conquistada em Curitiba, o Athlético Paranaense está a um empate de conquistar a Copa do Brasil pela primeira vez em sua história. Já o Internacional, por sua vez, terá que vencer por um gol de diferença para levar a decisão para os pênaltis, lembrando novamente que na Copa do Brasil não existe mais a regra do gol fora de casa. Caso queira conquistar o título no tempo normal, o Inter precisará derrotar o Furacão por dois gols de diferença em Porto Alegre. O segundo e decisivo jogo da final da Copa do Brasil acontece já na próxima quarta-feira, dia 18 de setembro, novamente às 21h30, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

Enquanto o Athlético Paranaense busca o título inédito, o Internacional luta para conquistar a Copa do Brasil pela segunda vez em sua história. Além da taça e do prestígio esportivo, o título da Copa do Brasil deste ano ainda renderá ao campeão uma fortuna equivalente a 52 milhões de reais, enquanto o vice embolsará 21 milhões. Estes são os valores da premiação que é oferecida pela CBF.

Antes do segundo e decisivo duelo da final da Copa do Brasil, porém, tanto Athlético Paranaense quanto Internacional voltarão a campo neste final de semana, para a disputa da 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, que marca o encerramento do primeiro turno da competição nacional. Tanto o Furacão quanto o Colorado provavelmente entrarão em campo com suas equipes reservas para estes duelos.

Sexto colocado do Brasileirão com 30 pontos conquistados e lutando para permanecer no G-6, o Internacional visita o Atlético Mineiro na Arena Independência, na manhã deste domingo. O Galo, aliás, aparece logo atrás na tabela, é o oitavo colocado, com 27 pontos. Já o Athlético Paranaense terá uma missão um pouco mais simples, receberá o lanterna Avaí, também na manhã de domingo, na Arena da Baixada. O Furacão vem jogando muitas partidas do Brasileiro com a equipe reserva e ocupa a nona colocação da competição, com 26 pontos conquistados, enquanto o Leão da Ilha sofre para engrenar, venceu apenas uma partida no Brasileirão e é o lanterna da competição, com apenas 10 pontos.

.

Foto de capa: Albari Rosa

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$200 (US$50)
2º lugar: R$100 (US$25)
3º lugar: R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$500 (US$125)
2º lugar: R$300 (US$75)
3º lugar: R$200 (US$50)
4º lugar: R$100 (US$25)
5º lugar: R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os bônus serão exclusivamente para a área de Sports.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.

13. Os Termos e Condições gerais do Betmotion.com se aplicam para este bônus.