Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

As demissões dos técnicos no Campeonato Brasileiro

As demissões dos técnicos no Campeonato Brasileiro

01 Agosto 2018por Fernando Verchai

O Campeonato Brasileiro é muito competitivo e assim é difícil conseguir se manter nas primeiras posições ou ainda fazer vários jogos de qualidade. Além disso, no Brasil existe a cultura de demitir muitos técnicos, o que faz com que os clubes fiquem na esperança de fazer uma nova contratação para então o futebol melhorar. Porém, por muitas vezes, o futebol fica até pior, ou seja, os técnicos não são os únicos culpados pelo mal rendimento, mas ainda assim acabam sofrendo a demissão.

É comum ver negligência da diretoria, má administração, elenco frágil, jogadores sem compromisso e muitos outros problemas, mas a culpa quase sempre fica diante do técnico do clube. Diante desta realidade, até o final da 16ª rodada, vários técnicos foram demitidos no Campeonato Brasileiro e vamos agora citar alguns deles.

Antes da Copa do Mundo

Mesmo antes de iniciar o mundial e já no início do Campeonato Brasileiro, algumas equipes fizeram mudanças de técnicos, como por exemplo, o Sport que iniciou a competição com Nelsinho Baptista, o qual poucas rodadas depois foi trocado por Claudinei Oliveira, que atualmente já sofre algumas ameaças em seu cargo, já que foi goleado na última rodada diante do Flamengo, perdendo pelo placar de 4X1. Desta forma, o Sport está somente três pontos acima da zona de rebaixamento.

Outro clube que também fez mudanças antes do mundial foi o Vasco, o qual iniciou a competição sendo comandado por Zé Ricardo, porém, mesmo fazendo um bom trabalho e sendo respeitado pela torcida, o técnico entrou em um acordo amigável com o clube e então se ausentou, dando lugar a Jorginho que segue tentando ajudar o clube carioca. Atualmente, o Vasco está na 12ª posição com 19 pontos, mas vale lembrar que a equipe possui dois jogos a menos que os outros clubes.

Durante a Copa do Mundo

O Atlético Paranaense iniciou a competição com um estilo de jogo totalmente diferente, mantendo a posse de bola, criando belas jogadas e trocando vários passes durante a partida. Assim, o técnico Fernando Diniz estava surpreendendo, porém, após algumas rodadas os técnicos adversários já tinham feito uma ótima leitura da equipe atleticana, conseguindo então anular este estilo de jogo. Desta forma, o Atlético Paranaense sofreu várias derrotas, caiu drasticamente na tabela classificatória, ficando na zona de rebaixamento no período de pausa para a Copa do Mundo. Durante o mundial, a diretoria atleticana decidiu demitir Fernando Diniz, contratando então Tiago Nunes que está iniciando um novo trabalho no clube paranaense.

Depois da Copa do Mundo

Após o mundial, o Campeonato Brasileiro retornou com vários jogos e assim muitos técnicos já sofreram demissão, não resistindo às cobranças da torcida e às derrotas dentro de campo. O Santos tinha contratado Jair Ventura, o qual tinha feito um excelente trabalho no Botafogo. A expectativa era grande, porém, os problemas foram maiores ainda, com a equipe paulista ocupando as últimas posições na tabela classificatória. Desta forma, a diretoria optou pela demissão, e atualmente Serginho Chulapa está como técnico interino, mas os resultados continuam decepcionando a torcida santista.

Outro técnico que também sofreu demissão após a Copa do Mundo foi Vagner Mancini, que já fez bons trabalhos em alguns clubes brasileiros e desta vez estava no comando do Vitória, mas após a goleada por 4X1 sofrida no clássico contra o Bahia, Mancini recebeu severas críticas. Na rodada seguinte, ainda conquistou uma vitória, vencendo o Sport pelo placar de 1X0, mas na 16ª rodada da competição o Vitória foi a Curitiba jogar contra o Atlético Paranaense e sofreu uma goleada por 4X0, o que resultou na demissão do treinador.

Outro clube que já fez algumas mudanças foi o América Mineiro que iniciou a competição com Enderson Moreira, o qual foi demitido algumas rodadas depois, dando lugar a Ricardo Drubscky, que até revelou um “frio na barriga” com o seu retorno para a profissão de técnico, já que era diretor de futebol do clube. Porém, a diretoria americana optou por fazer mais uma mudança, contratando então o experiente Adílson Batista, que já mostrou toda sua qualidade nos dois primeiros jogos, pois mesmo enfrentando grandes equipes, ainda assim conquistou duas importantes vitórias, superando o Internacional pelo placar de 2X1 e ainda vencendo o Santos, na Vila Belmiro, pelo placar de 0X1.

Vale dizer que nem o mais otimista dos torcedores do América Mineiro esperava um início de trabalho tão qualificado por parte de Adílson Batista, pois apesar do seu potencial, o elenco americano não é dos melhores e estava mostrando alguns problemas durante a competição, mas agora o clube mostra grande alegria e fica na torcida para que o América Mineiro continue mostrando bom desempenho. O principal objetivo da equipe é evitar um rebaixamento e se manter na elite do futebol brasileiro, assim Adílson Batista parece estar no caminho certo. Vale lembrar também de Roger Machado, o qual mesmo com um grande elenco, ainda assim não conseguiu bons resultados com o Palmeiras, sofrendo a demissão e dando lugar ao experiente Felipão.

via GIPHY

Muitas mudanças ainda acontecerão

O Campeonato Brasileiro não chegou nem ao final do primeiro turno e muitos técnicos já foram demitidos nestas primeiras dezesseis rodadas, portanto, com certeza muitos outros serão até o final da competição, assim como acontece em todos os anos. Como já foi citado acima, vários foram os motivos das demissões, mas normalmente os técnicos não conseguem mudar o time radicalmente, pois normalmente o elenco continua o mesmo e, além disto, as mudanças no comando são rápidas e muitas vezes um técnico assume um time sem tempo para treinar e implementar seu estilo de jogo, o que resulta em baixa qualidade dentro de campo e consequentemente em uma nova demissão. Até o momento, Adílson Batista está sendo uma exceção já que realmente colocou o América Mineiro em outro nível, mas com certeza os desafios serão muitos até o final deste Campeonato Brasileiro.

De qualquer forma, é esperado que mais cedo ou mais tarde o futebol brasileiro aprenda com seus erros e tente trilhar outro caminho, dando mais tempo de trabalho para os seus técnicos, aumentando as oportunidades e permitindo que eles implementem seu sistema tático e então de fato consigam mostrar suas qualidades. Isto poderia ser muito benéfico para os próprios clubes, torcedores e é claro, para os técnicos também.  

Nelsinho Baptista deixa o Sport depois de cinco meses (Foto de capa: Williams Aguiar/Sport)

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
2º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
3º lugar: Vale-compra de R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$500 (US$125)
2º lugar: Vale-compra de R$300 (US$75)
3º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
4º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
5º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)

5. Os vales-compras serão exclusivamente para as lojas designadas.

6. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

7. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

8. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

9. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

10. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.