Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Andrés lamenta vice, admite erros e promete Corinthians mais forte em 2019

Andrés lamenta vice, admite erros e promete Corinthians mais forte em 2019

19 Outubro 2018por Stefano De Luca

Não deu para o Corinthians. Jogando em sua Arena, em Itaquera, o Timão lutou, criou chances, esbarrou em polêmicas com o VAR e acabou perdendo o título da Copa do Brasil para o Cruzeiro, que foi melhor nos 180 minutos e faturou o hexa do torneio nacional. Depois da derrota por 2 a 1 e da confirmação do vice-campeonato, participaram da entrevista coletiva pós-jogo na sala de imprensa da Arena o presidente Andrés Sanchez e o técnico Jair Ventura.

Sincero, Andrés se desculpou com a torcida por conta da perda do título. Vale lembrar que o Cruzeiro era amplo favorito para ficar com o título, uma vez que aquele Corinthians Campeão Brasileiro de 2017 e Campeão Paulista no primeiro semestre deste ano, foi desmontado pela diretoria, que vendeu os principais jogadores da equipe, por um valor inferior ao valor de mercado deles, o que acabou provocando a ira dos torcedores corintianos.

- Venho em nome da comissão, dos jogadores e da diretoria pedir desculpas para a torcida. Lutamos até o final, brigamos, mas não deu. Futebol não se faz do dia para a noite. Perdemos jogadores, técnico, remontamos tudo. Agora é buscar melhorar a situação no Brasileiro. A nossa torcida está de parabéns. – disse o presidente corintiano.

Andrés lamenta vice, admite erros e promete Corinthians mais forte em 2019

Apontado como o principal culpado pela perda de titulares importantes da equipe, como Rodriguinho, Balbuena, Maycon e Sidcley na janela do meio do ano, o mandatório corintiano admite que a saída dos jogadores atrapalhou o planejamento, mas reforçou que não tinha como segurá-los.

- Com certeza eu assumo totalmente a culpa. Eu vendi o Rodriguinho. O Balbuena não quis renovar. O Sidcley não era do Corinthians, veio uma proposta fora da nossa realidade. O Maycon a sua saída já estava apalavrada. Perdemos quatro, cinco titulares importantíssimos. Isso acontece e vai acontecer todo ano. O Corinthians não precisa vender ninguém para ajeitar as finanças, mas quando vem proposta milionária não dá para segurar. Temos que ter a capacidade de buscar novos jogadores. – disse ainda Andrés.

O presidente corintiano ainda completou garantindo que o Corinthians terá um elenco mais forte para o ano de 2019, adiantando inclusive que ele já conversa com a comissão técnica sobre possíveis reforços.

- A comissão está a todo momento buscando jogadores, estamos indo atrás. Com certeza o torcedor pode ficar tranquilo, teremos um time forte ano que vem. Sabemos que precisamos reforçar a equipe. O Corinthians ano sim, ano não, vem ganhando campeonatos. O problema é achar o jogador certo. Não posso chegar lá e pagar 10 milhões de euros em alguém. A conta chega. Temos que ter consciência que o Brasil tem um limite abaixo financeiramente. Eu não vou fazer loucura, não vou fazer isso. A gente sabia que nossa situação era complicada, por isso dou os parabéns de ter chegado até a final da Copa do Brasil. E parabéns pela torcida que deu show durante 180 minutos. – completou o presidente do Timão.

Andrés lamenta vice, admite erros e promete Corinthians mais forte em 2019

JAIR ADMITE QUE NÃO TREINOU FORMAÇÃO USADA NA FINAL

Desde que assumiu o Corinthians, Jair Ventura vinha apostando no 4-2-4, esquema que deu certo no início do ano, quando o Timão ainda era comandado por Fábio Carille e que foi utilizado na vitoriosa campanha do Paulistão. Acontece que, nos últimos jogos, o rendimento da equipe nesta formação não vinha sendo nada bom e precisando resgatar o bom futebol do Corinthians para a finalíssima diante do Cruzeiro, Jair Ventura tomou uma decisão ousada. O treinador resolveu mandar a campo um 4-2-3-1, esquema que segundo ele mesmo, não foi treinado durante a semana.

- Não deu para treinar este time, porque muitos deles jogaram contra o Santos. Por conta dessa situação, não deu. Se tivéssemos treinado, teríamos entrado debilitados no jogo. O que mais acontece no campeonato é jogarmos sem treinar. Foi assim contra o Palmeiras e contra o Flamengo, acaba tornando-se normal por conta do calendário. – admitiu Jair Ventura.

Andrés lamenta vice, admite erros e promete Corinthians mais forte em 2019

Quem saiu em defesa da decisão do treinador de colocar em campo um time que jamais havia treinado junto foi o goleiro Cássio, um dos mais experientes e vitoriosos jogadores do atual elenco alvinegro.

- Independentemente de ter sido treinado ou não, nós temos que nos preparar para isso. Todo mundo sabia que poderia mudar. O Jonathas joga de centroavante e não é de hoje. A carreira dele inteira foi assim. Quantas vezes não fomos campeões com o Emerson jogando na beirada? O Romero sempre jogou assim. Faltando um mês e meio para acabar o ano, não é questão de treino. Não é uma semana que vai ensinar um centroavante a jogar de centroavante ou um ponta a jogar de ponta. O fato dele ter mudado o time não influenciou para a gente perder o campeonato. – garantiu um sereno Cássio, capitão corintiano desde que Jair Ventura assumiu comando da equipe.

FOCO TOTAL PARA SAIR DE SITUAÇÃO INCÔMODA NO BRASILEIRÃO

Passada a decepção por conta do vice-campeonato na Copa do Brasil, o Corinthians agora precisa virar a chave para enfrentar a sua realidade no Campeonato Brasileiro. Com uma pífia campanha no segundo turno da competição nacional, o Timão amarga a 11ª colocação, apenas quatro pontos à frente da temida zona de rebaixamento.

Os próximos três compromissos do Corinthians pelo Brasileiro serão vitais. Neste domingo, o Timão visita o 16º colocado Vitória, no Barradão. Já no sábado, dia 27 de outubro, o Corinthians recebe o Bahia, 13º colocado, em casa. No dia 4 de novembro, domingo, será a vez do alvinegro visitar o Botafogo, 12º colocado, no Engenhão.

Dois ou três resultados positivos nestes próximos confrontos praticamente eliminaria qualquer chance do Corinthians ser rebaixado neste ano. Se o Timão não conseguir somar pontos suficientes nestes próximos duelos, a situação do alvinegro no Brasileirão passará a ser dramática.

- Nós temos que ficar tristes pelo vice, mas temos também que focar no Brasileiro agora. Temos que fazer o nosso melhor possível para terminar a competição no lugar mais alto possível. – disse Jair Ventura, ainda na entrevista coletiva pós-jogo, na Arena Corinthians.

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
2º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
3º lugar: Vale-compra de R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$500 (US$125)
2º lugar: Vale-compra de R$300 (US$75)
3º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
4º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
5º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os vales-compras serão exclusivamente para as lojas designadas.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.