Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

Algumas expulsões consideradas injustas pelo mundo do futebol

Algumas expulsões consideradas injustas pelo mundo do futebol

26 Setembro 2018por Fernando Verchai

Recentemente aconteceram duas expulsões polêmicas no mundo do futebol, uma na Liga dos Campeões que envolveu Cristiano Ronaldo contra o Valência, e outra assinalada pelo VAR e confirmada pelo árbitro paraguaio Aquino, pela Copa Libertadores, do zagueiro cruzeirense Dedé. Ambas repercutiram no mundo todo. Existiram ainda outros lances polêmicos na história do futebol, e vamos agora relembrar alguns deles.

Cristiano Ronaldo é expulso

O gajo português foi expulso após o árbitro adicional alertar o árbitro principal Felix Brych que Cristiano havia puxado o cabelo de Murillo, do Valência. O árbitro alemão na mesma hora puxou o cartão vermelho e expulsou o craque. Cristiano Ronaldo saiu do campo chorando e disse que a expulsão foi uma injustiça.

Vale destacar que o atleta já tinha sido expulso em algumas ocasiões por agredir seu adversário, exemplos contra Atlético de Madrid e Bétis, pelo Campeonato Espanhol. Uma outra expulsão polêmica do português foi no clássico contra o Barcelona, no jogo de ida da Supercopa da Espanha da temporada passada. O árbitro deu o segundo cartão amarelo a Cristiano e o puniu por tentar simular um pênalti, e o craque português ficou com muita raiva e chegou inclusive a dar um pequeno empurrão no árbitro da partida. Naquele jogo o Real acabou vencendo por 1X2 no Camp Nou e depois levou o título jogando no Santiago Bernabeu.

Até o lendário árbitro Howard Webb, que apitou a final da Copa do Mundo de 2010 entre Espanha e Holanda, também já expulsou Cristiano Ronaldo nos tempos de Manchester. Na ocasião foi um clássico entre Manchester United e Manchester City, e o árbitro deu um amarelo por mão na bola intencionalmente de Cristiano e depois o expulsou após falta dura em Wright Phillips.

Apesar de ter algumas expulsões merecidas, esta última diante do Valencia foi algo incomum e não foi merecido, tendo em vista que é difícil arrumar argumentos para expulsar um jogador por um “puxão de cabelo” desta forma o craque português realmente teve razões para chorar e se revoltar, já que o lance não foi alto tão agressivo. O próprio Cristiano Ronaldo costuma sofrer grandes faltas dos seus oponentes, os quais por muitas vezes não sofrem a expulsão.

Expulsoes polemicas futebol cristiano ronaldo dede cruzeiro

Kaká no Orlando City

O craque brasileiro Kaká também foi expulso há duas temporadas jogando pelo Orlando City, na MLS, de uma forma polêmica envolvendo o VAR. O meia passou a mão no rosto de um adversário que na verdade era seu amigo, como forma de brincadeira, e o VAR interpretou que Kaká o tinha agredido. Dentro de campo Kaká se mostrava incrédulo com a situação, tendo em vista que tudo era uma brincadeira entre amigos. Este lance causou grande polêmica não somente nos Estados Unidos, mas também em todo mundo, tendo em vista que Kaká é um jogador de proporções mundiais. O futebol ainda está evoluindo no país e Kaká foi um dos responsáveis por tudo isto, assim poderia ter encerrado sua carreira sem esta confusão da arbitragem.

Expulsoes polemicas futebol cristiano ronaldo dede cruzeiro

Árbitro Aquino expulsou o zagueiro Dedé

Já a expulsão do zagueiro Dedé do Cruzeiro fez com que o lance fosse o mais comentado da semana. O árbitro Aquino expulsou o zagueiro da Raposa após (segundo a interpretação do árbitro e principalmente do VAR), Dedé dar uma cabeçada no goleiro do Boca Juniors. Porém, ficou visível que Dedé não teve a intenção de machucar o goleiro e foi o que podemos chamar um “acidente de trabalho”. Inclusive o presidente do Cruzeiro foi pessoalmente à Conmebol no Paraguai com uma retificação para que o defensor possa jogar o segundo jogo decisivo, que será disputado no Mineirão em outubro. Vale destacar que o VAR foi feito para auxiliar os árbitros e deixar o futebol ainda mais exato e injusto, mas não foi isto que aconteceu neste duelo, desta forma este foi um dos primeiros grandes erros do VAR, e muito está sendo comentado a respeito desta decisão.

Atlético Mineiro e José Roberto Wright

Algumas expulsões na história foram polêmicas, e apesar do Cruzeiro ter sofrido recentemente com isto, com certeza o seu rival Atlético Mineiro teve problemas ainda maiores, já que na Copa Libertadores de 1981 José Roberto Wright expulsou vários jogadores do Atlético Mineiro contra o Flamengo, e o jogo não pôde continuar por falta de atletas do time mineiro.

Naquele ano, Flamengo de Zico e companhia jogaram contra o Atlético Mineiro no Serra Dourada para decidir quem passava de fase na Libertadores. Logo no primeiro tempo, o ídolo Reinaldo foi expulso. O atacante fez uma falta simples em Zico e o árbitro Wright o expulsou de maneira direta. Após isso, Eder no segundo tempo foi expulso, por dar um leve “esbarrão” no árbitro e este interpretar como agressão.

Após isso, todo o banco do Atlético foi expulso, e Palhinha também levou o vermelho por reclamação. Chicão também foi expulso, e o goleiro do Atlético então fingiu uma lesão para que José Roberto Wright desse o W0 para o Flamengo e a partida não terminasse de uma forma pior. Até os dias de hoje a torcida do Atlético Mineiro lembra deste duelo, além disto, muitos apontam como uma das maiores injustiças do futebol brasileiro.

Como foi citado, várias expulsões na história do futebol foram polêmicas e acima foram citados alguns casos em que talvez o árbitro tenha se equivocado ao expulsar um ou mais jogadores. Sempre existirá a discussão, se foi ou não justa tal jogada, e o que vale destacar é que o futebol necessita de equipes de arbitragem preparadas para lidar com as situações e tomada de decisões, utilizando o VAR para ajudar em lances polêmicos.

Que o futebol possa melhorar cada dia mais e que os árbitros tomem também esta consciência para o progresso do esporte. É claro que esta profissão merece respeito e também está sujeita a erros, assim seria injusto condenar completamente os árbitros envolvidos nesta questão, mas é fato que diante de grandes torcidas, inúmeros jogos e jogadores de alto nível, a arbitragem precisa de maior atenção, pois um erro pode comprometer a temporada de um jogador, o rendimento de um clube e ainda causar a revolta de uma torcida.

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
2º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
3º lugar: Vale-compra de R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$500 (US$125)
2º lugar: Vale-compra de R$300 (US$75)
3º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
4º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
5º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os vales-compras serão exclusivamente para as lojas designadas.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.