Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

A famosa final da Libertadores será entre 8 e 9 de dezembro

A famosa final da Libertadores será entre 8 e 9 de dezembro

28 Novembro 2018por Stefano de Luca

Segue o imbróglio quanto ao segundo jogo da final da Copa Libertadores. Em uma reunião realizada durante o dia de terça-feira, na sede da Conmebol, em Assunção, no Paraguai, ficou definido duas coisas. A primeira é que a finalíssima deverá acontecer daqui a dois finais de semana, entre os dias 8 e 9 de dezembro. A segunda, é que a partida não acontecerá no Monumental de Nuñez. Não só isso, o superclássico entre River Plate e Boca Juniors deverá ser marcado para fora da Argentina. Paraguai, Estados Unidos e Catar surgem como alguns possíveis locais para sediar o evento.

Toda essa confusão comentou com as cenas lamentáveis presenciadas nos arredores do Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, no último sábado, data original da final. Depois que o ônibus do Boca Juniors foi cercado e apedrejado por vândalos da torcida organizada do River Plate, a Conmebol adiou o jogo inicialmente em algumas horas e depois acabou remarcando o duelo para domingo. No domingo, o Boca seguia sem condições de entrar em jogo e então o jogo acabou suspenso, sendo postergado para uma futura data.

Ficou definido nesta terça-feira pela Conmebol que o segundo jogo da final da Copa Libertadores será disputado entre os dias 8 e 9 de dezembro. O horário e o local do jogo seguem um mistério. A única certeza é que o Monumental de Nuñez está vetado, assim como qualquer outro estádio argentino. A tendência é que a partida seja realizada em Doha, no Catar. Esta surge como a franca favorita a sediar a final, mas Paraguai e Estados Unidos também aparecem como uma espécie de Plano B da entidade que comanda o futebol sul-americano.

A ideia inicial do Conmebol era da manutenção da partida no Monumental de Nuñez, estádio do River Plate, até para manter a igualdade esportiva da final. Sem a garantira do governo argentino, porém, de que os lamentáveis episódios do último final de semana não se repetiriam, a entidade achou melhor tirar o jogo da Argentina, para evitar novos conflitos.

Esta confirmação foi feita pelo próprio Alejandro Dominguez, presidente da Conmebol, após breve papo com a imprensa, após a reunião entre membros da Confederação, em Luque, no Paraguai.

- A partida será fora do território argentino. Entendemos que essa partida não tem condições de acontecer na Argentina. Não se pode aceitar mais violência. Não se pode tolerar. Todos temos que colaborar para melhorar. Não podemos permitir que interpretem que um estádio de futebol é um local para violência. Respeitamos a vida e o direito de todos. A partida é um esporte. Um time vai ganhar e outro vai perder. A presidência tomou essa decisão de que a partida será disputada entre os dias 8 e 9 de dezembro, fora da Argentina. – disse Alejandro Dominguez, durante entrevista coletiva, realizada na sede da Conmebol.

Qualquer confirmação sobre uma data, um horário e um local para a segunda partida da final da Copa Libertadores deverá ficar para esta quinta-feira, quando acontecerá uma nova reunião da Conmebol. Antes de mais nada, porém, a entidade ainda espera para que o seu Tribunal Disciplinar julgue o River Plate pelo acontecido no último final de semana. A Conmebol quer punições ao River, mas sem que isso impeça a realização da partida.

Já o Boca Juniors, por sua vez, segue firme na decisão de não entrar em campo para um eventual segundo jogo da final. A equipe argentina pede junto ao Tribunal que o seu arquirrival seja punido com a perda dos pontos e que a final não aconteça, sendo o Boca considerado o campeão mesmo sem entrar em campo. O Boca Juniors apresentou diversas provas ao Tribunal Disciplinar envolvendo as agressões sofridas pelos seus jogadores e alega que a equipe não tem condições de entrar em campo. A Conmebol vai esperar o pronunciamento do Tribunal antes de confirmar o segundo jogo da final.

- A Unidade Disciplinar notificou o River Plate e eles receberam 24 horas para preparar a sua defesa. Da mesma forma, a resposta do River será enviada ao Boca Juniors, para que estes também tenham 24 horas para responder. – diz a notificação enviada pela Conmebol.

O presidente do Boca Juniors, Daniel Angelici, confirmou que a equipe não pretende entrar em campo e que busca ser reconhecida como campeã pelo Tribunal Disciplinar.

- Nós não aceitaremos jogar uma nova partida. Vamos esgotar todas as vias administrativas. Primeiro, dentro da Conmebol e se precisar, vamos apelar ao TAS para conseguir isso. – disse o mandatório do Boca Juniors.

Caso a partida realmente aconteça, Doha, no Catar, surge como a franca favorita para sediar a possível final. Patrocinador da Copa Libertadores, o país do Oriente Médio pagaria um bom dinheiro à Conmebol para que a partida fosse realizada lá. Além disso, o vencedor do duelo já ficaria no Oriente Médio para a disputa do Mundial de Clubes. O representante sul-americano no Mundial da FIFA estreia na competição no dia 18 de dezembro.

Além de Doha, Miami também surge como uma alternativa viável para a grande final. O Plano C da entidade seria Assunção, no Paraguai. Alguns estádios brasileiros, como a Arena Condá e o Mineirão também mostraram interesse em sediar o jogo, mas esta possibilidade é remota.

River Plate e Boca Juniors decidem a Copa Libertadores. No jogo da ida, realizado no lendário estádio de La Bombonera, os dois ficaram no 2 a 2. Como na final não existe a regra do gol fora de casa, qualquer empate levará a decisão para a prorrogação. Em caso de nova igualdade após os 30 minutos adicionais, o campeão será decidido nos pênaltis. O Boca Juniors busca se igualar ao rival Independiente como o maior vencedor da competição continental, com sete títulos. Já o River Plate, luta para conquistar a Taça da Libertadores pela quarta vez em sua história.

Foto: Atos de vandalismo impediram a realização do segundo jogo da final da Copa Libertadores.

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$200 (US$50)
2º lugar: R$100 (US$25)
3º lugar: R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes bônus para serem jogados no Betmotion.com:

1º lugar: R$500 (US$125)
2º lugar: R$300 (US$75)
3º lugar: R$200 (US$50)
4º lugar: R$100 (US$25)
5º lugar: R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os bônus serão exclusivamente para a área de Sports.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.

13. Os Termos e Condições gerais do Betmotion.com se aplicam para este bônus.