Fechar Aviso

AVISO!

Devido à recente regulamentação da lei do jogo online em Portugal, não nos será mais possível disponibilizar prémios para Portugal no site Betmotion.net. O site esta disponível apenas para que os jogadores possam aceder às suas contas de utilizador. Acreditamos estar novamente a trabalhar dentro de poucas semanas.

Notícias Esportivas

A campanha do Atlético Mineiro na Libertadores em 2013

A campanha do Atlético Mineiro na Libertadores em 2013

08 Novembro 2018por Fernando Verchai

A Copa Libertadores da América está chegando perto de conhecer o campeão de 2018, com River Plate e Boca Juniors estando classificados para a grande final (eliminando Grêmio e Palmeiras respectivamente), e algumas campanhas ficaram evidentes, com clubes fazendo uma linda história. Uma delas foi a campanha do Atlético Mineiro em sua primeira e até agora única conquista da competição continental.

A campanha do Atlético Mineiro na Libertadores em 2013

Ótimo desempenho do clube mineiro

O time na época treinado pelo técnico Cuca tinha alguns jogadores considerados “renegados” por outros times, como era o caso do atacante Jô, por exemplo. Porém, vale destacar que Cuca conseguiu formar uma equipe entrosada e de qualidade, com Ronaldinho Gaúcho tomando ponta da liderança no meio de campo, e com nomes como Bernard e Diego Tardelli pelas pontas para ajudar a equipe mineira na velocidade. Ainda mais, tinha um goleiro Victor como uma muralha no gol, além de Léo Silva, Marcos Rocha e Réver lá atrás para dar mais ainda segurança defensiva à equipe.

A campanha do Atlético Mineiro na Libertadores em 2013

O Atlético Mineiro de 2013 começou sua campanha na Copa Libertadores daquele ano vencendo o São Paulo em casa, pelo placar de 2X1. No segundo jogo, o Galo viajou à Argentina para encarar o Arsenal de Sarandi, e ali começou o show de Ronaldinho Gaúcho na competição, como também a estrela de Bernard. O atacante “baixinho” do Galo fez 3 gols na partida, e Jô e Tardelli também deixaram sua marca. O “bruxo” Ronaldinho Gaúcho deu passes e encantou também neste jogo da Libertadores, dando a liderança do grupo ao Atlético Mineiro já na segunda rodada.

A campanha do Atlético Mineiro na Libertadores em 2013

Já no terceiro e quarto jogo, o Atlético Mineiro encarou pela fase de grupos o The Strongest, da Bolívia, jogando primeiro tanto no estádio Independência em Belo Horizonte como também depois na altitude longe do seu torcedor. O Atlético conseguiu duas vitórias pelo mesmo placar: 2X1, e estava com folga na liderança do seu grupo da Copa Libertadores de 2013 com 12 pontos.

No penúltimo jogo da fase de grupos, pegou em casa o mesmo Arsenal de Sarandi, e venceu por uma goleada: 5X2. Ali Ronaldinho Gaúcho fez um golaço de cobertura, deixou ainda mais um no jogo, e fez o Galo brilhar na mesma vitória elástica que tinha conseguido fora de casa, fazendo com que a equipe tivesse ali a melhor campanha da Libertadores.

No último jogo da fase de grupos, jogando no Morumbi, o Atlético perdeu para o São Paulo, e com isso o tricolor paulista se classificou para as oitavas como o pior segundo colocado, fazendo com que já nas oitavas de final enfrentasse o mesmo Atlético Mineiro em outros dois jogos.

No primeiro jogo do mata-mata, o São Paulo até começou ganhando, mas Ronaldinho Gaúcho mais uma vez foi decisivo e empatou o jogo, e, num passe de Diego Tardelli, Marcos Rocha fez com que o Galo saísse vencedor da primeira partida. No jogo da volta no Independência, o Atlético simplesmente não reconheceu o São Paulo e goleou o tricolor paulista por 4X1. Jô deixou sua marca duas vezes, e ali e tornava um dos artilheiros da equipe e uma peça chave na Copa Libertadores.

A partir das quartas de finais começou a brilhar a estrela de viradas históricas do Atlético Mineiro. Primeiro perdia até o último minuto do primeiro jogo das quartas de finais para o Tijuana do México, e Luan, o “menino maluquinho”, empatou a partida. No jogo da volta, a partida estava muito equilibrada e empatada em 1X1, o que dava a vaga para a semifinal ao Atlético, e então “São Victor” exerceu seu milagre da competição. No último minuto Gilberto Silva derrubou Riascos, que já tinha marcado um gol para o Tijuana na partida. O jogador bateu no último minuto o pênalti, e Victor defendeu com o pé esquerdo, justificando seu apelido de “santo” dado pela torcida atleticana.

Vale destacar que esta defesa é lembrada até hoje e é inesquecível para qualquer torcedor atleticano, tendo em vista que se o gol tivesse acontecido, muito provavelmente o Atlético Mineiro teria sofrido a eliminação e consequentemente não teria levantado esta taça.

Nas semifinais, contra a equipe argentina do Newell’s Old Boys, o Galo reverteu um placar de 2X0 fora de casa, e nos pênaltis, Victor mostrou mais uma vez ser um dos nomes da equipe e defendeu a cobrança de Maxi Rodriguez, e assim o Atlético passou à grande final. Contra o Olimpia do Paraguai, depois de perder também por 2X0 na primeira partida, em um jogo memorável no Mineirão, Jô fez o primeiro gol, e nos últimos minutos Leonardo Silva de cabeça, depois de um cruzamento de Bernard, fez o gol que igualou os 2X0 da ida, o torcedor atleticano foi à loucura, e nos pênaltis Victor fez mais uma defesa, e depois de uma cobrança na trave do Olimpia o Atlético Mineiro numa campanha histórica foi campeão da Copa Libertadores da América de 2013.

Nomes de destaque desta campanha

Muitas são as pessoas que merecem elogios, desde os dirigentes, profissionais do departamento médico, os milhões de torcedores, além do técnico e jogadores, mas com certeza alguns nomes merecem destaque. Ronaldo Gaúcho é um deles, sendo um vencedor do mais alto nível, pois já conquistou a Copa do Mundo, a Liga dos Campeões e com o Atlético Mineiro foi também campeão da Copa Libertadores, ou seja, venceu as três competições mais importantes do mundo.

O goleiro Victor também foi fundamental e teve uma fase iluminada, defendendo vários pênaltis os quais forma fundamentais para a classificação, além de outras inúmeras defesas durante as partidas. Também é preciso lembrar do técnico Cuca, o qual já possuía história no futebol, mas não tinha ainda conseguido de fato um título tão expressivo. Depois desta conquista sua carreira mudou drasticamente, entrando para o grupo dos grandes campeões, sendo desejado por vários clubes e até mesmo recebendo salários muito maiores.

Também é justo lembrar do zagueiro Leonardo Silva, o qual apesar de jogar na defesa e ter anulado vários ataques adversários, ainda também conseguiu fazer o gol decisivo para o empate diante do Olimpia na grande final. Com certeza um clube precisa de grandes jogadores e foi isto que o Atlético Mineiro fez, formando um grande elenco e atingindo enorme sucesso.

A campanha do Atlético Mineiro na Libertadores em 2013

Termos e Condições

1. Somente participantes com 18 anos ou mais poderão jogar e ganhar prêmios.

2. Para participar é necessário deixar um e-mail e um telefone atualizado para entrarmos em contato com os ganhadores.

3. 300 créditos serão entregues a cada segunda-feira para cada jogador cadastrado, para que possam gerar pontos até domingo. A cada domingo os pontos serão zerados e os rankings semanais encerrados, premiando os 3 primeiros colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
2º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
3º lugar: Vale-compra de R$50 (US$15)

4. Além dos rankings semanais, teremos rankings que irão do dia 1 ao término de cada mês. No ranking mensal premiaremos os 5 melhores colocados com os seguintes valores:
1º lugar: Vale-compra de R$500 (US$125)
2º lugar: Vale-compra de R$300 (US$75)
3º lugar: Vale-compra de R$200 (US$50)
4º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)
5º lugar: Vale-compra de R$100 (US$25)

5. Cada usuário poderá ganhar somente um prêmio semanal no mês, podendo escolher a semana em que deseja receber o prêmio, no caso de ganhar em mais de uma semana. - No caso de solicitar um prêmio semanal, o usuário não poderá solicitar outro por mais que tenha melhorado a posição anterior.

6. Cada usuário não poderá ganhar dois prêmios mensais de forma consecutiva.

7. Os vales-compras serão exclusivamente para as lojas designadas.

8. Em caso de empate o prêmio será dividido em partes iguais. Exemplo: dois participantes ficam empatados nas posições 1 e 2 do ranking semanal. A soma de ambos prêmios é de R$300 (US$75) e esse valor será dividido em partes iguais.

9. Em caso de empate nas posições 3 e 4 do ranking, como há apenas um prêmio, o mesmo será dividido em partes iguais entre os participantes empatados.

10. No caso de não podermos estabelecer contato com o ganhador dentro de um prazo máximo de 7 dias, tal jogador perderá o direito de receber o prêmio.

11. Só será permitido uma conta por computador, pessoa, casa ou endereço de e-mail. No caso de deterctarmos mais de uma conta, estas poderão ser deletadas e os prêmios retirados dos ganhadores.

12. Reservamo-nos o direito de modificar ou encerrar esta promoção sem aviso prévio.