UFC é a organização esportiva que mais cresce no mundo

Criado em 1993, o UFC (Ultimate Fighting Championship) revolucionou a indústria da luta, alcançando o patamar de principal promotor mundial do MMA (Artes Marciais Mistas, em tradução livre). Segundo o site oficial, essa é a organização esportiva que mais cresce no mundo.

Sob a atual liderança dos executivos Lorenzo Fertitta, Frank Fertitta III e Dana White, o UFC está regularizado em 45 dos 48 estados americanos com comissões atléticas. Atualmente, a organização promove cerca de 12 eventos ao vivo de Pay-Per-View por ano, que são transmitidos em 354 milhões de casas, em 145 países e 19 línguas.

O início

Originário do Vale-tudo, o UFC foi fundado pelo brasileiro Rorion Gracie – filho mais velho de Hélio Gracie, o criador do jiu-jitsu brasileiro – e pelo americano Arthur Davie.

O objetivo era promover uma competição para determinar a arte marcial mais eficaz em situações de combate desarmado. As modalidades incluíam caratê, jiu-jitsu, boxe, kickboxing, wrestling, sumô, entre outras.

O 1º evento, realizado em 1993, nos Estados Unidos, teve como campeão Royce Gracie, filho de Hélio e irmão de Rorion. Ele venceu as três primeiras edições do evento, sendo o único brasileiro que está no Hall da Fama.

Algumas regras

Existem três maneiras de vencer um combate. O lutador deve nocautear seu adversário, forçá-lo a desistir por meio de uma finalização ou lutar o melhor que ele puder – provando ser o concorrente mais forte aos olhos dos juízes.

Atualmente, o UFC possui nove classes de peso, que vão desde a categoria Mosca (56,7 kg ou menos) até a Superpesado (mais de 120,2 kg). A tão aguardada pesagem determina se um atleta irá ou não bater o peso para o combate programado.