Entenda o Rugby: Guia para iniciantes

rugby-673453_1280

O rugby, râguebi ou rúgbi é um esporte coletivo de intenso contato físico. Ele é originário da Inglaterra, no século XIX, concebido inicialmente como uma variação do futebol. Existem duas modalidades no mundo: o Rugby Union e o Rugby League, com regras diferentes, administrados por entidades distintas – mas com origens comuns.

O Rugby Union é a forma mais difundida ao redor do mundo, inclusive no Brasil. Ela briga duas modalidades principais:  a tradicional com 15 jogadores de cada lado (XV ou 15-a-side) e a reduzida, com sete (Seven, Sevens ou 7s). Ambas são disputadas com as mesmas regras, com apenas pequenas variações. Menos difundido, o Ten-a-side (Tens ou 10s) é igualmente regulamentado.

Bola e Campo

A bola de rúgbi é de formato oval, varia de 28 cm a 30 cm, com uma circunferência total de 74 cm a 77 cm, pesando entre 410 a 460 gramas. O campo é de formato retangular, com comprimento e largura máximos de 144 metros por 70 metros. A superfície é preferencialmente de grama, sendo que a artificial é permitida caso esteja em acordo com as regulações do World Rugby. O jogo pode ser sobre a neve, desde que as condições sejam seguras. Não é permitido jogar-se em uma superfície dura permanente como concreto ou asfalto.

Tempo e estrutura do time

Na modalidade 15-a-side, a partida é disputada em dois tempos com 40 minutos cada. Após o limite determinado, o jogo se encerra quando a bola sair de campo, quando forem anotados pontos ou quando o time em posse da bola cometer uma falta.

Cada equipe é composta por 15 jogadores, sendo três especialistas (pilares e hooker). Um time pode efetuar sete substituições, sendo duas reservadas para jogadores especialistas.

Cartão amarelo: um jogador que cometer uma falta grave pode ser punido com um cartão amarelo, que o coloca por 10 minutos de fora da partida.

Cartão vermelho: um segundo cartão amarelo ou uma falta gravíssima são punidos com a expulsão do atleta.

Existem quatro formas de se pontuar no Rugby

Try (ensaio): Para anotar um try, o jogador deve alcançar ou ultrapassar a linha de in-goal do adversário (a linha de fundo) e apoiar a bola contra o solo, sendo necessário o contato simultâneo voluntário entre o atleta, a bola e o chão. Um try vale 5 pontos, e dá direito a um chute a gol (a conversão) para o time que pontuar.

Conversão: Após anotar um try, a equipe tem direito a um chute a gol valendo 2 pontos. O local de onde o chute será dado deverá ser em qualquer linha imaginária paralela às laterais e perpendicular ao local onde o try foi anotado (isto é, onde a bola foi apoiada no chão).

Chute de Penalidade (Penal): Após faltas graves, de ação deliberada, o árbitro poderá anotar um penal contra a equipe infratora. O time que sofreu o penal poderá optar por um chute a gol do local onde a penalidade foi cometida. Um chute de penalidade certeiro vale 3 pontos.

Drop goal (pontapé de ressalto): A qualquer momento da partida, um jogador poderá tentar um drop goal. Para ser validado, a bola deverá ter tocado o chão imediatamente antes de ser chutada, em um movimento de “bate pronto”. Um drop goal certeiro vale 3 pontos.

 

Fonte: http://www.portaldorugby.com.br/