5 jogadores que podem surpreender no WSOP 2016

blog-poker-style

Diariamente, surgem novos jogadores que sonham em fazer do poker a sua profissão. Como acontece em todas as áreas da vida, apenas alguns deles realmente se destacam e podem ser chamados de futuras promessas do esporte da mente que mais cresce no mundo.

Com a proximidade do WSOP 2016 – que tem início no próximo dia 31 de maio –, perguntamos para alguns jogadores profissionais do Betmotion quem eles acham que pode surpreender no principal torneio da categoria. A partir das respostas, chegamos à lista de nomes abaixo:

Dzmitry Urbanovich: Claro que o polonês não poderia ficar de fora. Aos 19 anos, ele já possui títulos no WCOOP e SCOOP, além de resultados impressionantes nos torneios ao vivo. No início de 2015, Urbanovich conseguiu a primeira grande vitória da carreira, ficando com o título do Evento #13 (NLHE Turbo Bounty US$ 2.200) do Caribbean Adventure, onde recebeu US$ 37.640. Meses depois, no EPT Malta, ele fez história, conseguindo seis mesas finais e ficando com o título em quatro delas. Atualmente, ele já soma mais de US$ 4 milhões em ganhos, 10 títulos e está em 24º lugar no ranking POY (Player of the Year) da Card Player.

Adrian Mateos: Aos 21 anos, o espanhol já acumula grandes conquistas em sua – até então – curta carreira no poker. Foi o 2º jogador mais novo a ganhar o WSOP Europe Main Event e um dos mais jovens e o 1º do seu país a vencer o EPT Main Event. Seu total de ganhos também ultrapassou os US$ 4 milhões, já possui um bracelete e está em 95º lugar no POY.

Fedor Holz: Nos últimos tempos, o alemão de 21 anos surpreendeu tanto em torneios ao vivo como nos online. Ele passou de nº 1.849 no ranking Global Poker Index, em 2014, para 4º lugar em 2016. Não é à toa que seus ganhos totais já passaram de US$ 8 milhões. Holz já fez duas mesas finais do WSOP e uma do EPT.

Rafael Moraes: Não poderíamos deixar de falar dos brasileiros que estão representando muito bem o país e que já superaram muitos gringos por aí. Moraes entrou para a história do poker nacional com a 3ª colocação no evento € 25.000 High Roller da EPT Grand Final, que foi disputado na final do circuito europeu em Monte Carlo. Pelo resultado, o paulista recebeu € 568 mil, cerca de US$ 646 mil, a 6ª maior premiação na história do poker brasileiro. Logo depois, brilhou novamente, com a conquista do Evento #4-High (US$ 2.100 No Limit Hold’em) do Spring Championship Of Online Poker e recebeu o relógio comemorativo de campeão e o prêmio de US$ 301.625,49.

Yuri Martins: O curitibano de 24 anos joga online há mais de oito anos e já disputou milhares de torneios. Seus ganhos totais estão na casa dos US$ 5 milhões. Seu maior prêmio em jogo ao vivo foi de US$ 175.155 relativo ao 1º lugar do LAPT Grand Final 2015, batendo um dos fields mais complicados do BSOP Millions. Martins também já foi campeão do WCOOP e esteve em 1º lugar no ranking do PocketFives.

 

Fontes: Card Player, Blog Sergio Prado, GPI Rankings.